Sociologia da Infância

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Sociologia da Infância por Mind Map: Sociologia da Infância

1. Sociologia Francófona Caracterizada pelo diálogo intenso com a sociologia geral francesa (Alan Touraine e Pierre Bourdieu)

1.1. Sociologia da família (Singly, 2004)

1.2. Sociologia da Educação (Sirota, 1997)

1.3. Políticas públicas da educação escolar (Sirota, 1993; Montandon, 1997; Brougère & Rayna, 1998; Rayoux. 1999)

1.4. Práticas sociais das crianças, dos rituais e festas (Mollo-Bovier, 1997; Sirota, 1999)

1.5. Jogo e brincadeira (Delalande, 2001; Brougère, 2004)

1.6. Relações sociais e de amizade (Montandon, 1996)

2. Tradição Cultural Linguística

2.1. Sociologia Anglosaxônica

2.1.1. Políticas Públicas (James e James, 2004)

2.1.2. Sociologia dos Direitos (Archard, 1993 e 2003; Alderson, 2000; Mayall, 2002)

2.1.3. Culturas de pares (Corsaro e Eder, 1997; Corsaro, 2003)

2.1.4. Práticas sociais nas escolas (Rayoux, 1993)

2.1.5. Contextos de lazer e tempos livres (Sutton-Smith, 1986)

2.1.6. Família (Brannen & O'brien, 1996

2.1.7. Identidades sociais (James, 1993)

2.1.8. Espaço urbano (Christensen & O'brien, 2003)

2.1.9. Relações de gênero (Oakley, 1990)

2.1.10. Trabalho infantil (Mitzen, Polé &Bolton, 2001)

2.1.11. Colonização pela indústria cultural (Steinberg & Kinchocloe, 1997)

2.1.12. Corpo (Prout, 2000)

2.1.13. Media (Buchingham, 2000)

2.2. Portugal

2.2.1. Maus tratos infantis (Almeida et. al., 1999a e Almeida et. al. 1999b

2.2.2. Política de família (Wall, 1996)

2.2.3. Infância e televisão (Pinto, 2000)

2.2.4. Trabalho infântil (Sarmento, Bandeira e Dores, 2000; Sarmento, Silva e Costa, 2003)

2.2.5. Políticas públicas da educação de infância (Vilarinho, 2000)

2.2.6. Trabalhos etnográficos (Cristina Rocha e Manuela Ferreira, 1994; Ferreira 2000 e 2004)

2.2.7. Construção das identidades sociais (Saramago, 1994 e 2005; Madeira, 2005;

2.2.8. Crianças de rua (Sebastião, 1995)

2.2.9. Representações e práticas familiares (Seabra, 1999 e 2000)

2.2.10. Direitos da criança (Soares, 2001 e 2005)

2.2.11. Internamento em instituições judiciárias (Tomás, 2000 e Pedroso e Fonseca, 2000)

2.2.12. Trabalho infantil em contexto rural (Pinto, 1998)

2.2.13. Interações de crianças na internet (Barra, 2004)

3. Paradigmas

3.1. Willian Corsaro

3.1.1. Teorias tradicionais da socialização Conceito de socialização Psicolo

3.1.1.1. Durkheiminiano e habitus. (Modelo determinístico de socialização) Funcionalista

3.1.1.2. Psicologia social de Piaget (Modelo construtivista)

3.1.2. Reprodução Interpretativa Vê a criança como participante ativo da sociedade.

4. Correntes

4.1. Estudos estruturais foca nas condições estruturais em que a infância se situa e em que ocorre as possibilidades de ação.

4.2. Estudos Interpretativos Abordagem central do conceito de reprodução interpretativa. A criança integra a categoria social infância, mas constroem processos de subjetivação no quadro das construções simbólicas de seus mundos da vida.

4.3. Estudos de intervenção Infância = construção histórica, grupo social oprimido e condição social.