Razões pelas quais as boas estratégias fracassam: falhas na execução

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Razões pelas quais as boas estratégias fracassam: falhas na execução por Mind Map: Razões pelas quais as boas estratégias fracassam: falhas na execução

1. Cinco princípios fundamentais para se fazer o que deve ser feito

1.1. Desenvolvimento de um modelo de execução

1.1.1. Desenvolvimento de um modelo de execução

1.2. Escolha do parâmetro de medição adequado

1.2.1. Escolha do parâmetro de medição adequado

1.3. Não esquecer o plano

1.3.1. Para manter o plano na ordem do dia, pode-se desmembrar o programa das reuniões executivas em operações e estratégias.

1.4. Avaliação constante do desempenho

1.4.1. O monitoramento do desempenho continua a ser um evento anual em muitas empresas.

1.5. Comunicação

1.5.1. Fazer perguntas constantes sobre o andamento do plano é uma boa maneira de assegurar que ele continue a ser prioritário. Razões pelas quais as boas estratégias fracassam: falhas na execução As reuniões entre a equipe executiva e os gerentes de unidades devem ser regulares e contínuas,

1.5.1.1. A expectativa de comprometimento que se verifica nos escalões inferiores é sinal de que o comprometimento existe também na esfera da alta gerência.”

2. Tipos de processo e liderança mais bem indicados para que uma estratégia produza os resultados desejados.

2.1. Boa parte da lacuna entre expectativa e desempenho é fruto da incapacidade de execução da estratégia da empresa.

2.1.1. o, boa parte da lacuna entre expectativa e desempenho é fruto da incapacidade de execução da estratégia da empresa.

2.1.2. A execução pode dar errado por uma série de razões, uma das mais elementares consiste em permitir que o foco da estratégia mude com o passar do tempo.

2.1.3. A estratégia pode fazer sentido em um nível mais elevado; entretanto, seu impacto total sobre a organização pode não ter sido completamente analisado

2.2. Fatores culturais internos são outra fonte de problemas.

2.3. Menos de 15% das empresas costuma monitorar o desempenho pretendido em relação ao desempenho verificado”

3. Pessoas x processos

3.1. basta colocar as pessoas certas no lugar certo e aquilo que se espera acontecerá.

3.1.1. consiga os melhores profissionais para fazer o que você quer que façam; remunere-os adequadamente, independentemente do que esteja acontecendo

3.2. dá ênfase não ao aspecto humano, e sim às melhorias do processo

3.2.1. a disciplina que faz com que as coisas aconteçam