Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
HPV por Mind Map: HPV

1. Prevenção

1.1. Vacina em pessoas não infectadas

1.1.1. tipos de vacina contra HPV

1.1.1.1. bivalente : previne contra os tipos 16 e 18

1.1.1.2. quadrivalente : previne contra os tipos 6 , 11 , 16 e 18

1.1.1.3. pacientes tomam duas doses da vacina com intervalo de 6 meses entre as duas

1.1.1.4. pacientes com HIV tomam 3 doses com intervalo de 2 meses entre as duas primeiras e 6 meses entre a segunda e a terceira

1.2. Preservativo

1.3. Exame preventivo contra HPV

2. Lesões

2.1. Vírus do papiloma humano

2.2. Lesões clínicas : se apresentam como verrugas na região genital e no ânus . Podem ser únicas ou múltiplas, de tamanhos variáveis, achatadas ou papulosas (elevadas e solidas). Em geral, são assintomáticas, mas podem causar coceira no local. Essas verrugas, geralmente, são causadas por tipos de HPV não cancerígenos.

2.3. Lesões sub clínicas (não visíveis ao olho nu): podem ser encontradas nos mesmos locais das lesões clínicas e não apresentam sinal/sintoma. As lesões subclinas podem ser causadas por tipos de HPV de baixo e de alto risco para desenvolver câncer.

3. Tratamento

3.1. A maioria das pessoas com o HPV irá eliminar o vírus espontaneamente com a própria imunidade. Não necessitando de nenhum tratamento, apenas acompanhamento. Lesões precursoras do câncer podem necessitar de tratamentos específicos, como cirurgias no colo uterino para evitar que continuem progredindo e cheguem ao estágio maligno. Para o tratamento das verrugas é realizado a cauterização com produtos químicos ou laser.

4. Relação médico paciente

4.1. o médico pode recusar a atendimento por motivo de consciência religiosa , ética ou moral , com exceto em casos de urgência e emergência e que não haja outro médico disponível para anteder o paciente em risco eminente de vida

4.2. O médico deve orientar o paciente quanto as opções terapêuticas disponíveis , devendo respeitar o paciente plenamente capaz de adesão ou não do tratamento

4.3. Em relação a risco de vida do paciente o médico pode relativizar a autonomia do paciente para salvar sua vida

5. Dados :

5.1. Em Pernambuco , no ano de 2017 , o calendário nacional de vacinação incluiu a vacina contra o HPV para meninos de 12 e 13 anos. A partir deste mês de junho, o Ministério da Saúde (MS) decidiu ampliar essa faixa etária para garotos entre 11 e 14 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias). Desde o início da incorporação, 38.069 jovens pernambucanos tomaram a primeira dose e 1.308 a segunda. Com esse acréscimo de faixas etárias, a expectativa é beneficiar cerca de 345 mil rapazes

5.2. Em 2018 , foram entrevistadas ao todo 7.586 usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), mas só 2.669 passaram por testes para detectar a presença do vírus. Do total de casos confirmados, 38,4% das pessoas registraram um dos tipos mais perigosos de HPV, capaz de causar câncer.