Controle Administrativo

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Controle Administrativo por Mind Map: Controle Administrativo

1. Função controle

1.1. Definição

1.1.1. Acompanhamento das atividades da organização para garantir a obtenção dos resultados desejados pela empresa.

1.2. Objetivos

1.2.1. Coordenar os resultados, modificar e atualizar os planos e metas tendo como base as condições estabelecidas.

1.3. Sistemas de controle

1.3.1. De mercado

1.3.1.1. Estabelece medidas de modo a fidelizar o cliente.

1.3.2. Burocrático

1.3.2.1. Prioriza a autoridade da organização por meio de regras e regulamentos.

1.3.3. De Clâ

1.3.3.1. Valoriza a cultura, tradições e valores para regular o comportamento dos empregados.

1.4. Processo de controle:

1.4.1. São estabelecidos pela administração, os padrões de desempenho, com base nos objetivos e metas da empresa.

1.4.2. Mensuração do desempenho real quando comparado com os padrões impostos.

1.4.3. Ajuste de desempenho ou reavaliação dos padrões ao ocorrer discrepância entre o resultado real e o esperado.

2. Características de controle

2.1. Requisitos de controle

2.1.1. Fácil compreensão por todos que a utilizar.

2.1.2. Antecipar desvios, permitindo ação preventiva.

2.1.3. Flexibilidade para permanecer compatível com as mudanças no ambiente organizacional.

2.1.4. Alto Custo-benefício.

2.2. Métodos de controle:

2.2.1. Controle Antecipado

2.2.1.1. Prevenir as discrepâncias de desempenho antes de ocorrerem.

2.2.2. Controle Simultâneo

2.2.2.1. Acompanhamento das atividades, permitindo verificação.

2.2.3. Controle Posterior

2.2.3.1. Feedback necessário à melhoria do desempenho.

2.3. Instrumentos de controle:

2.3.1. Controle Orçamentário

2.3.1.1. Demonstração das receitas e despesas da organização.

2.3.2. Controle financeiro

2.3.2.1. Possui parâmetros para analisar o grau de liquidez da empresa, sua situação financeira.

2.3.3. Auditoria Interna

2.3.3.1. Realizada por membros da organização para garantir que estão sendo registrados as transações financeiras da organização.

2.3.4. Auditoria Externa

2.3.4.1. Realizada por uma firma, contratada, para verificar as contas e os demonstrativos financeiros, avaliando a composição do ativo e passivo e por fim, gerando relatórios sobre a situação econômico-financeira da empresa.

3. Controle estratégico

3.1. Área de atuação:

3.1.1. Ajuda a monitorar e proporcionar feedback sobre as estratégias da empresa.

3.1.2. Deve-se compreender claramente o que foi planejado.

3.1.3. Deve-se criar um modelo para avaliar se a estratégia e a estrutura da organização funcionam como previsto.

3.1.4. Deve-se manter a organização no caminho certo, antecipando ameaças e novas oportunidades.

3.2. Perspectivas do trabalho

3.2.1. Perspectiva Financeira.

3.2.2. Perspectiva do cliente.

3.2.3. Perspectiva do processo interno.

3.2.4. Perspectiva de aprendizagem.

3.2.5. Crescimento Organizacional.

3.3. Scorecard

3.3.1. Os administradores podem avaliar até que ponto suas unidades geram valor para os clientes atuais e como devem aperfeiçoar as capacidades internas e os investimentos para melhor seu desempenho considerando futuros clientes.

3.4. Balanced Scorecard:

3.4.1. Obejetivos

3.4.1.1. Definidos pela cúpula da empresa, devem ser mensurados para mostrar se as metas estão sendo atingidas.

3.4.2. Metas

3.4.2.1. Integram a visão interna e externa da empresa, verificam o desempenho e indicam possibilidades futuros para empresa.

3.4.3. Principais funções

3.4.3.1. Incorporar medidas financeiras e não financeiras com o intuito de orientar melhorias localizadas nas operações que possuem com o cliente.

3.4.3.1.1. Estabelecer e traduzir a visão e estratégia.

3.4.3.1.2. Comunicar e associar objetivos e medidas.

3.4.3.1.3. Planejar, estabelecer e alinhar ações.

3.4.3.1.4. Melhorar o feedback e o aprendizado estratégico.