Teorias para o surgimento do Estado e do poder

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Teorias para o surgimento do Estado e do poder por Mind Map: Teorias para o surgimento do Estado e do poder

1. Kant

1.1. Poder regulador

1.1.1. Controla a liberdade do cidadão através da lei

1.1.2. Uso pelo representante

1.1.2.1. Estado

1.1.2.1.1. Homem vive em sociedade por renunciar a sua liberdade externa, afim de fazer parte de uma união que garanta a liberdade de todos por meio de leis

1.1.2.1.2. Contratualista

2. Hobbes

2.1. Estado

2.1.1. Órgão regulamentador

2.1.1.1. Criado pela convenção humana

2.1.1.2. Que constrói a sociedade que é uma coletividade histórica, voluntária e humana

2.1.2. Poder comum e absoluto que controla a natureza do Homem

2.1.2.1. Que controla a natureza do Homem

2.1.3. Soberano

2.1.3.1. Resolve problemas, dita soluções, defende o cidadão e gera a constituição

2.1.4. Sociedade civil

2.1.4.1. Vive regido pelo direito civil

2.1.4.1.1. Promulgadas e aplicadas pelo soberano

2.1.4.2. O direito natural é do soberano

2.1.4.2.1. Que garante a vida, a liberdade e a propriedade privada aos súditos

2.1.4.2.2. Utilização da força e da violência

3. Maquiavel

3.1. Estado forte

3.1.1. Poder nas mãos do monarca

3.1.1.1. Instrumento para o exercício político

3.1.2. Uma relação baseada nas relações de poder

3.1.3. Obra "O Príncipe"

4. Locke

4.1. Estado

4.1.1. Institutido a partir do contrato social

4.1.2. Atende as vontades da burguesia

4.1.3. Fornece resposta aos conflitos políticos e religiosos

4.1.4. Garante o respeito as direitos naturais

4.1.4.1. Direitos Naturais: A vida, a liberdade e os bens que são resguardados

5. Rousseau

5.1. Estado

5.1.1. Surge pelo contrato social

5.1.2. Representado pelo soberano

5.1.2.1. O poder é dado pelo povo ao estado, em nome da soberania coletiva

5.1.3. Mecanismo político do governo

5.1.4. Controla o território

6. Hegel

6.1. Estado

6.1.1. Centro da vida ético-política

6.1.2. Comunidade ética

6.1.2.1. Concretização da liberdade

6.1.2.2. Indivíduos unidos pela cultura e expectativa de vida livre, instrumento político que resguarda a liberdade

6.1.3. Conjunto de interesses que gera a consciência coletiva

6.1.4. Totalidade política-social

6.1.4.1. Restauração da vida ética

6.1.4.1.1. Representação Grega

6.1.5. Tanto poder como função

6.1.5.1. Manter a sociedade organizada e a liberdade como direito humano

6.2. Inspiração na revolução francesa