Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
COCOMO II por Mind Map: COCOMO II

1. Histórico

1.1. Iniciou o projeto em 1994

1.1.1. Para atender as necessidades do ciclo de vida do software

1.1.1.1. 1990

1.1.1.2. 2000

1.2. Iniciativa University of Southern California

1.3. Colaboradores iniciais

1.3.1. Texas Instruments

1.3.2. Xerox Corporation

1.3.3. Posteriormente os seguintes colaboradores

1.3.3.1. Air Force Cost Analysis Agency, Allied Signal, AT&T, Bellcore, EDS, E-Systems, Hughes, IDA, Litton, Lockheed, Martin, Loral, MCC, MDAC, Motorola, Northrop Grumman, Rational, Rockwell, SAIC, SEI, SPC, SUN, TI, TRW, USAF Rome Lab, US Army Reserach Labs e Xerox.

2. O que é?

2.1. COCOMO = Constructive Cost Model

2.2. É um modelo paramétrico

2.3. Criado pela USC (University of Southern California)

2.4. Permite calcular

2.4.1. Esforço

2.4.2. Custo

2.4.3. Prazo

2.5. Considerando particularidades de cada projeto

2.5.1. Produto

2.5.2. Processo

2.5.3. Experiência da equipe

2.5.4. Plataforma de desenvolvimento

2.6. Fatores = Cost Drivers

2.6.1. Podendo ter efeito

2.6.1.1. Linear

2.6.1.2. Exponencial

2.7. Para implementação

2.7.1. Base histórica de projetos

2.7.2. Normalmente inicia o uso do COCOMO II

2.7.2.1. Estimativas consolidadas

2.7.2.1.1. APF

2.7.2.1.2. NESMA

3. Diferenças entre o COCOMO 81

3.1. COCOMO II

3.1.1. Termos

3.1.1.1. Fatores de escala

3.1.2. Modelos

3.1.2.1. Application Composition

3.1.2.2. Early Design

3.1.2.3. Post-architecture

3.2. COCOMO 81

3.2.1. Termos

3.2.1.1. Básico

3.2.1.2. Intermediário

3.2.1.3. Detalhado

3.2.2. Modelos

3.2.2.1. Orgânico

3.2.2.2. Semidestacado

3.2.2.3. Embutido

4. Modelos e Cost-Drivers

4.1. Modelos

4.1.1. Application Composition

4.1.1.1. Projeto especificamente

4.1.1.1.1. Aplicações são desenvolvidas por equipes pequenas

4.1.1.1.2. em poucas semanas ou meses

4.1.1.2. Prevê

4.1.1.2.1. Esforço

4.1.1.2.2. Pontos de Objeto

4.1.2. Early Design

4.1.2.1. Objetivo

4.1.2.1.1. Direcionadores de custo

4.1.2.2. O nível de detalhes do modelo é consistente com:

4.1.2.2.1. Nível de informações disponíveis

4.1.2.2.2. Nível de precisão

4.1.2.3. Variáveis de entrada

4.1.2.3.1. Tamanho estimado do sistema

4.1.2.3.2. Manutenção de produtos de software

4.1.2.4. É possível

4.1.2.4.1. Estimado em pontos de função não ajustados

4.1.2.4.2. Elaborar estimativas iniciais e apoiar essas atividades.

4.1.2.4.3. Posteriormente converter em linhas de código pelo modelo

4.1.3. Post-Architecture

4.1.3.1. Apoia o estágio

4.1.3.1.1. Projeto pronto para ser desenvolvido

4.1.3.2. Modelo comprometido com:

4.1.3.2.1. Forma de desenvolvimento de software atual

4.1.3.3. Modelo prevê a utilização

4.1.3.3.1. Linhas de código

4.1.3.3.2. Ponto de função

4.1.3.4. Estima

4.1.3.4.1. Tamanho inicial do projeto

4.1.3.4.2. Reuso de software

4.1.3.4.3. 17 direcionadores de custo

4.1.3.4.4. 5 fatores de escala de projeto

5. Referências

5.1. COCOMO II - Constructive Cost Model

5.2. BDPI USP - Detalhe do registro: Modelos de estimativas de custo de software COCOMO & COCOMO II

5.3. Slides da disciplina

5.3.1. cocomo_basico.pdf

5.3.2. cocomo2-sintese.pdf

5.3.3. COCOMOIICOSTAR-2004.ppt