Capítulo 1: A aula introdução ao jogo e suas regras

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Capítulo 1: A aula introdução ao jogo e suas regras por Mind Map: Capítulo 1: A aula introdução ao jogo e suas regras

1. O aluno-professor discute durante sua formação acadêmica assuntos relacionados à disciplina de Estágio Supervisionado.

1.1. A academia antecipa pouco a experiência real da sala de aula.

1.1.1. Através da experiência em sala que o aluno-professor adquire "truques" como a estabelecer controle em sala, segurança e como deve se relacionar com os alunos.

2. A AULA

2.1. Uma boa aula é o cruamento de quatro linhas.

2.1.1. PRIMEIRA LINHA

2.1.2. O profissional é, antes de tudo, um ser humano. É sábio ter um pouco de consiciência sobre o seu estado emocional para ser bem mais eficiente em sala.

2.1.3. SEGUNDA LINHA

2.1.4. Planeje a sua aula sabendo que avisos da direção, feriados ou indisciplina impedem a execução de um bom trabalho.

2.1.5. TERCEIRA LINHA

2.1.6. Esse tópico diz respeito ao ambiente.

2.1.6.1. Estabeleça uns minutos para colocar ordem antes da aula.

2.1.6.1.1. Nunca fale muito baixo.

2.1.6.1.2. Nunca passe a tentação de que tanto faz se os alunos estão prestando atenção ou não.

2.1.6.1.3. Dias de chuva e calor são um desafio.

2.1.7. QUARTA LINHA

2.1.8. Linha mais importante: o aluno.

2.1.8.1. O aluno não é o problema, seu comportanmento é.

2.1.8.2. Aluno ----- Professor Paciente ----- Médico

2.1.8.3. Aprenda a ler o rosto do aluno

2.1.8.4. Analise mais as situações e ouça mais.

3. AULA E TEATRO

3.1. Todo professor da a mesma aula muitas vezes.

3.1.1. A primeira aula será uma experiencia

3.1.2. Na segunda, o professor pode acelerar tal coisa ou explicar melhor o que despertou a turma anterior.

3.1.3. A terceira é, normalmente, a melhor aula.

3.1.3.1. A partir da quarta, a aula vai ficando mais curta.

3.1.3.2. Independete do horário, a plateia deseja a experiência completa.

3.1.3.2.1. Reforce conceitos centrais ou conclusões com voz mais forte e mais pausada.

3.1.3.2.2. Movimente seu corpo

3.1.3.2.3. Faça pausas dramáticas.

3.1.3.2.4. Aprenda a gesticular

4. O QUE DEVE SER PREPARADO NA PRÁTICA

4.1. Quais são cs conceitos centrais que devo enfatizar e retomar ao final de cada encontro?

4.2. Precisarei de alguma informação extra? Um texto? Esquema?

4.2.1. O plano de aula deve ser detalhado, estudado e carismático

4.2.2. O aluno precisa sentir que a ula não é um improviso.

4.2.3. Encontre uma vestimenta adequada para o ambiente de trabalho

5. EU FIZ TUDO, MAS...

5.1. Prepare-se para muitas dificuldades.

5.2. Aulas brilhantes e desastrosas devem ser analisadas.

5.3. Seja honesto consigo, mas seja misericordioso.

6. ERRO 1: QUEM É O ADULTO NESTA SALA?

6.1. Não tome gestos ou comentários de alunos como algo pessoal.

6.2. ERRO 2: AGORA VOCÊS VÃO VER

6.3. O objetivo deve ser sempre o aprendizado e não vingança

6.4. ERRO 3: DECIFRA-ME OU TE DEVORO

6.5. Controle seu olhar ou outros indicativos de seagrado não verbais.

6.6. ERRO 4: SOU UM PROFESSOR, NÃO UM ALUNO MAIS ADIANTADO

6.7. Saber mais que o aluno não me torna melhor que ele.

6.8. ERRO 5 : DESISTIR DE UM ALUNO

6.9. O professor deve prestar atenção para aquele aluno que mais tem dificuldade ou que não quer estudar.

7. MÉTODO CRIATIVO

7.1. PRIMEIRO PASSO:

7.2. Localizar bem o conceito desejado.

7.3. SEGUNDO PASSO:

7.4. Estabelecer links é fundamental.

7.5. TERCEIRO PASSO:

7.6. Como esse tópico é tratado em materiais contemporâneos?

7.7. QUARTO PASSO:

7.8. Cada conceito pode estimular um novo campo associado.

7.8.1. Alterne as atividades. Existem alunos que são mais visuais e outros que não mais auditivos.

7.8.1.1. Interprete paradoxos

7.8.1.1.1. Eviste ler um elogio ou crítica isoladamente