Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
LOLÓ por Mind Map: LOLÓ

1. Caso de uso por inalação

1.1. É imprescindível afastar o paciente da exposição, manter as vias aéreas permeáveis, e prever oxigenação e ventilação mecânica

2. Se houve contato com pele e mucosas

2.1. praticar uma descontaminação, lavando com água corrente em abundância e sabão

3. Arritmia Cardíaca, Destruição Irreversível de Células Cerebrais, Alucinações, Dores de Cabeça, Náuseas e Depressão.

4. Quadro Agudo

4.1. primeira fase é a desejada

4.1.1. excitação, e mostra euforia, perturbações auditivas e visuais, náuseas, espirros, tosse, salivação excessiva e rubor facial.

4.2. segunda fase é de depressão

4.2.1. desorientação, linguagem incompreensível, visão turva, agitação psicomotora, cefaléia, palidez e alucinações auditivas ou visuais

4.3. Na terceira fase, a depressão se aprofunda

4.3.1. dificuldade para falar, incoordenação motora, marcha vacilante e reflexos diminuídos.

4.4. quarta fase é a uma depressão tardia

4.4.1. pode chegar à inconsciência, hipotensão, relato de sonhos estranhos e convulsões

5. Efeitos do Loló

5.1. Euforia, Bem-estar, Vontade de Rir e Sensação de Estar Voando

6. Substância inalativa (Rápida Evaporação)

6.1. Éter, Cloreto de Etila, Clorifórmio e Essência Perfumada

7. Droga Depressora do Sistema Nervoso

7.1. Diminuem a Atividade do Cérebro

7.2. Reduzem a Tensão Emocional, a Atenção, a Concentração, a Memória e a Capacidade Intelectual.

8. TOXICOCINÉTICA

8.1. A absorção do clorofórmio é de 60-80% da quantidade inalada, e leva 90 minutos

8.1.1. A excreção do clorofórmio se faz no ar exalado, principalmente, sob a forma de CO2; o restante é retido no tecido adiposo

8.2. para o éter, uma quantidade semelhante penetra no organismo em 20 min.

8.2.1. O éter se elimina em 90% pela via pulmonar na sua forma inalterada; o restante é eliminado pelos rins, pele e glândulas sudoríparas.

8.3. Rapidamente distribuídos para o sangue, eles vão atingir o tecido adiposo, fígado, rins, pulmão e sistema nervoso central, atravessam a barreira placentária

8.4. Em poucos segundos a alguns minutos. A duração dos efeitos é de aproximadamente 15-40 min

9. Quadro crônico

9.1. lesões medulares e alterações renais, hepáticas e dos nervos periféricos

9.2. Uma aplasia medular se instala, com diminuição de glóbulos brancos e vermelhos, sobretudo nas intoxicações por benzeno

9.3. O n-hexano produz uma neuropatia periférica, com degeneração progressiva, que causa transtornos de marcha, tipo "andar de pato", e paralisia

10. TRATAMENTO

10.1. Nas intoxicações por ingestão

10.1.1. a descontaminação gastrintestinal deve ser praticada, sem indução de vômitos, devido ao risco de depressão súbita e bronco aspiração.

10.2. A lavagem gástrica será recomendada unicamente quando houver ingestão de grandes quantidades ou associação com outros produtos sobre os quais ela é eficaz

10.3. O tratamento do coma e das alterações cardiovasculares será feito com cuidado, sabendo-se que as aminas vasoativas podem facilitar arritmias cardíacas

10.4. O monitoramento pelo eletrocardiograma será feito durante 4 a 6 h após a exposição e, em caso de taquicardia, deve-se aportar propranolol ou esmolol