Psicofármacos e patologias

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Psicofármacos e patologias por Mind Map: Psicofármacos e patologias

1. Estabilizadores do Humor

1.1. Carbonato de Lítio

1.2. aumenta captação neuronal de triptofano (precursor de 5HT); inibe a liberação de NA e DA; A faixa terapêutica é 0,6-1,4 mEq/L

2. Crises convulsivas - epilepsia

3. Transtorno bipolar

4. Delirium

5. Esquizofrenia

6. Fobia social

7. TOC

8. TAG

9. Transtorno depressivo com sintomas psicóticos

10. Antidepressivo Tricíclicos

10.1. amitriptilina, clomipramina, imipramina, maprotilina, nortriptilina

10.2. Mecanismo de ação: reduzem a captação de serotonina (5HT) e norepinefrina(NA)

10.3. Podem bloquear receptores colinérgicas, muscarínicos e histaminérgicos, responsáveis pela maioria dos efeitos colaterais

11. Antidepressivos- inibidores da MAO

11.1. Selegina,Tranilcipromina

11.2. Mecanismo de ação consiste na inibição da enzima monoamina oxidase, responsável pela degradação de 5HT, NA e DA

11.3. Efeitos adversos mais graves e frequentes do que os observados com as demais classes.

11.4. Úteis em pacientes resistentes às demais terapias ou com depressões atípicas

12. Antidepressivos: inibidores da recaptação de Serotonina e Noradrenalina

12.1. Venlafaxina e duloxetina

12.2. Inibem a recaptação de 5HT e não exercem ação sobre as catecolaminas NA e DA

12.3. Principais efeitos adversos: náusea, vômito, insônia, vertigem e cefaleia. Em altas doses pode ocorrer elevação transitória da pressão arterial

13. Antidepressivos: inibidores seletivos da receptação de Serotonina(ISRS)

13.1. Fluoxetina, Paroxetina, Sertralina, Fluvoxamina, Citalopram e Escitalopram

13.2. Inibem a recaptação de 5HT e não exercem ação sobre as catecolaminas NA e DA

13.3. Possuem atividade anticolinérgica, adrenérgica e histaminérgica, relacionadas com a manifestação dos efeitos adversos da classe, porém menos exacerbados que os ADT, devido à baixa afinidade de ISRS por esses receptores

14. Antipsicóticos Típicos

14.1. Haloperidol, clorpromazina

14.2. Mecanismo de ação: antagonismo de receptores D2 dopaminérgicos (efeito contra sintomas psicóticos)

14.3. Efeitos colaterais: discinesia tardia e reações extrapiramidais(rigidez e tremor)

15. Antipsicóticos Atípicos

15.1. Quetiapina, Olanzapina, Risperidona, Clozapina

15.2. Possuem maior afinidade por receptores serotoninérgicos 5-HT2A e menir afinidade por receptores D2 dopaminérgicos (menos efeitos colaterais como discinesia tardia e reações extrapiramidais)

15.3. Melhor ação sobre sintomas negativos (isolamento social, apatia, depressão) menores índices de recaídas e melhora no déficit cognitivo

16. Ansiolíticos - benzodiazepínicos

16.1. Diazepam, clonazepam, alprazolam, lorazepam

16.2. São drogas lipossoluvéis. Atuam em receptores específicos nos sistemas gabaérgicos, no complexo receptor GABA(A). Na dependência da capacidade agonista e do grau de ocupação dos receptores, teremos um efeito ansiolítico, anticonvulsivante, amnésico, miorrelaxante ou sedativo

16.3. São classificados como benzodiazepínicos de curta e longa ação

17. Anticonvulsivantes

17.1. Carbamazepina, Fenobarbital, Topiramato, Ácido valpróico, Fenitoína, Gabapentina, lamotrigina

17.2. Têm a função de suprimir a ativação rápida e excessiva dos neurônios durante convulsões e de evitar que a convulsão se espalhe pelo cérebro possuem três mecanismo de ação principais. Potencialização da ação do GABA ( inibição simpática); Inibição da função dos canais de sódio (reduzindo e excitabilidade elétrica das membranas celulares) Inibição da função dos canais de cálcio (importante nas crises de ausência)

18. Depressão