PROJETO EXECUTIVO - LAGOA DO TABAPUÁ

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
PROJETO EXECUTIVO - LAGOA DO TABAPUÁ por Mind Map: PROJETO EXECUTIVO - LAGOA DO TABAPUÁ

1. 1. LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO

1.1. DESENHO

1.1.1. LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO

2. 2. SONDAGEM

2.1. DESENHO

2.1.1. LOCAÇÃO DOS FUROS

2.2. MEMORIAL

2.2.1. DESCRIÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS DO SOLO

2.2.2. PERFIL GEOLÓGICO DO TERRENO

3. 6. PROJETO ESTRUTURAL - RESTAURANTE

3.1. DESENHO

3.1.1. Planta baixa com lançamento da estrutura com cortes e elevações, se necessários

3.2. ESPECIFICAÇÃO

3.2.1. Materiais, componentes e sistemas construtivos

3.3. MEMORAL

3.3.1. Método construtivo

3.3.2. Cálculo do dimensionamento

3.4. FALTA

3.4.1. REDIMENSIONAR TODA A ESTRUTURA

3.4.2. CALCULAR O DIMENSIONAMENTO

3.4.3. ATUALIZAR DOCUMENTOS

3.4.3.1. MEMORIAL DESCRITIVO

3.4.3.2. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

3.4.4. ATUALIZAR QUANTITATIVOS

4. 7. PROJETO DE INSTALAÇÕES

4.1. HIDRÁULICAS

4.1.1. DESENHO

4.1.1.1. Planta baixa com marcação da rede de tubulação (água, esgoto, águas pluviais e drenagem), prumadas e reservatório

4.1.1.2. Esquema de distribuição vertical

4.1.2. MEMORIAL

4.1.2.1. Cálculo do dimensionamento das tubulações e reservatório

4.1.3. ESPECIFICAÇÃO

4.1.3.1. Materiais

4.1.3.2. Equipamentos

4.1.4. FALTA

4.1.4.1. DETALHES CONSTRUTIVOS

4.1.4.2. CALCULAR O DIMENSIONAMENTO

4.1.4.3. ATUALIZAR OS DOCUMENTOS

4.1.4.3.1. MEMORIAL DESCRITIVO

4.1.4.3.2. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

4.1.4.3.3. QUANTITATIVOS

4.2. SANITÁRIAS

4.2.1. DESENHO

4.2.1.1. Planta baixa com marcação da rede de tubulação (água, esgoto, águas pluviais e drenagem), prumadas e reservatório

4.2.1.2. Esquema de distribuição vertical

4.2.2. MEMORIAL

4.2.2.1. Cálculo do dimensionamento das tubulações e reservatório

4.2.3. ESPECIFICAÇÃO

4.2.3.1. Materiais

4.2.3.2. Equipamentos

4.2.4. FALTA

4.2.4.1. DETALHES CONSTRUTIVOS

4.2.4.2. CALCULAR O DIMENSIONAMENTO

4.2.4.3. ATUALIZAR OS DOCUMENTOS

4.2.4.3.1. MEMORIAL DESCRITIVO

4.2.4.3.2. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

4.2.4.3.3. QUANTITATIVOS

5. LEGENDA

5.1. RESPONSÁVEIS

5.1.1. BIANCA

5.1.2. BRUNO

5.1.3. RICARDO

5.1.4. LUCAS

5.1.5. TAMARA

5.1.6. ISABELA

5.1.7. JACK

5.1.8. WELINGTON

6. LEGENDA

6.1. SIMBOLOS

6.1.1. REQUER ATENÇÃO

6.1.2. REQUER ATENÇÃO ESPECIAL

6.1.3. SATISFATÓRIO

7. LEGENDA

7.1. - TERCEIRIZAR

8. 8. PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

8.1. DESENHO

8.1.1. Planta baixa com marcação dos pontos, circuitos e tubulações

8.1.2. Diagrama unifilar

8.2. MEMORIAL

8.2.1. Determinação do tipo de entrada de serviço

8.2.2. Cálculo do dimensionamento

8.3. FALTA

8.3.1. REFAZER O PROJETO

8.3.2. RECALCULAR O DIMENSIONAMENTO

8.3.3. ATUALIZAR A DOCUMENTAÇÃO

8.3.3.1. MEMORIAL DESCRITIVO

8.3.3.2. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

8.3.4. ATUALIZAR OS QUANTITATIVOS

9. 9. PROJETO DE INSTALAÇÕES TELEFÔNICAS

9.1. DESENHO

9.1.1. Planta baixa com marcação dos pontos e tubulações

9.2. ESPECIFICAÇÃO

9.2.1. Materiais

9.2.2. Equipamentos

10. 10. PROJETO DE INSTALAÇÕES DE PREVENÇÃO DE INCENDIO

10.1. DESENHO

10.1.1. Planta baixa indicando tubulações, prumadas, reservatório, caixas de hidrante e/ou equipamentos

10.2. ESPECIFICAÇÃO

10.2.1. Materiais

10.2.2. Equipamentos

10.3. MEMORIAL

10.3.1. Cálculo do dimensionamento das tubulações e reservatório

10.4. FALTA

10.4.1. ELABORAR PROJETO DE GÁS

10.4.2. CALCULAR DIMENSIONAMENTO

10.4.3. ATUALIZAR A DOCUMENTAÇÃO

10.4.3.1. MEMORIAL DESCRITIVO

10.4.3.2. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

10.4.4. CALCULAR QUANTITATIVOS

11. 11. PROJETO DE INSTALAÇÕES ESPECIAIS

11.1. LÓGICA

11.1.1. DESENHO

11.1.1.1. Planta baixa com marcação dos pontos e tubulações

11.1.2. ESPECIFICAÇÃO

11.1.2.1. Materiais

11.1.2.2. Equipamentos

11.2. CFTV

11.2.1. DESENHO

11.2.1.1. Planta baixa com marcação dos pontos e tubulações

11.2.2. ESPECIFICAÇÃO

11.2.2.1. Materiais

11.2.2.2. Equipamentos

11.3. ALARME

11.3.1. DESENHO

11.3.1.1. Planta baixa com marcação dos pontos e tubulações

11.3.2. ESPECIFICAÇÃO

11.3.2.1. Materiais

11.3.2.2. Equipamentos

11.4. DETECÇÃO DE FUMAÇA

11.4.1. DESENHO

11.4.1.1. Planta baixa com marcação dos pontos e tubulações

11.4.2. ESPECIFICAÇÃO

11.4.2.1. Materiais

11.4.2.2. Equipamentos

11.5. REVISAR OS PROJETOS

12. 13. PROJETO DE PAISAGISMO

12.1. DESENHO

12.1.1. Implantação com níveis

12.2. ESPECIFICAÇÕES

12.2.1. Espécies vegetais

12.2.2. Materiais e equipamentos

12.3. FALTA

12.3.1. REVISÃO DO PROJETO

12.3.1.1. REMOVER DESENHOS DE MOBILIÁRIO E INSERIR NO URBANISMO

12.3.1.2. INCLUIR LOCAÇÃO DOS PONTOS DE CONTROLE

12.3.2. ATUALIZAR A DOCUMENTAÇÃO

12.3.2.1. MEMORIAL DESCRITIVO

12.3.2.2. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

13. 17. ORÇAMENTO

13.1. CUSTOS

13.2. FALTA

13.2.1. CONSOLIDAR TODAS AS INFORMAÇÕES

13.2.1.1. DESSA VEZ DE FORMA EFICIENTE

13.2.2. REVISAR TODAS OS SERVIÇOS CONSIDERADOS NO ORÇAMENTO

13.2.2.1. VERIFICAR TODOS OS ITENS QUE TEM COMPOSIÇÃO PRÓPRIA

13.2.2.1.1. SUBSTITUIR POR SERVIÇOS SEINFRA/SINAPI

13.3. ELABORAR MEMÓRIA DE CÁLCULO

14. 15. PROJETO DE PAVIMENTAÇÃO

14.1. DESENHO

14.1.1. Seções transversais-tipo das pistas de rolamento, acostamentos, acessos e áreas de instalações para operação da rodovia

14.1.2. Seções transversais em tangente e em curva

14.1.3. Esquema longitudinal representando as soluções de pavimento adotadas ao longo da rodovia

14.1.4. Gráfico de distribuição dos materiais e espessuras das camadas

14.2. MEMORIAL

14.2.1. Relatório do Projeto contendo: concepção, quadro de quantidades, discriminação de todos os serviços e distâncias de transporte

14.2.2. Quadro resumo contendo os quantitativos e distâncias de transporte dos materiais que compõem a estrutura do pavimento

14.3. ESPECIFICAÇÃO

14.3.1. Materiais

14.3.2. Serviços

14.4. FALTA

14.4.1. REVISÃO DO PROJETO

14.4.1.1. IDENTIFICAÇÃO DE MATERIAIS

14.4.1.1.1. INDICAR JAZIDAS

14.4.1.1.2. INDICAR EMPRÉSTIMOS

14.4.1.1.3. INDICAR BOTA-FORA

14.4.1.2. DISTANCIAS DE TRANSPORTE PRATICADAS

14.4.1.3. REVISAR DETALHE DE ASSENTAMENTO DOS BLOCOS INTERTRAVADOS

14.4.1.4. VERIFICAR A NECESSIDADE DE UTILIZAÇÃO DE PÓ DE PEDRA EM PAVIMENTAÇÃO

14.4.2. REVISAR QUANTITATIVOS

14.4.2.1. PRINCIPALMENTE O PÓ DE PEDRA

15. 16. PROJETO DE DRENAGEM

15.1. DESENHO

15.1.1. Seções transversais-tipo das pistas de rolamento, acostamentos, acessos e áreas de instalações para operação da rodovia

15.1.2. Seções transversais em tangente e em curva

15.1.3. Esquema longitudinal representando as soluções de pavimento adotadas ao longo da rodovia

15.1.4. Gráfico de distribuição dos materiais e espessuras das camadas

15.2. MEMORIAL

15.2.1. Relatório do Projeto contendo: concepção, quadro de quantidades, discriminação de todos os serviços e distâncias de transporte

15.2.2. Quadro resumo contendo os quantitativos e distâncias de transporte dos materiais que compõem a estrutura do pavimento

15.3. ESPECIFICAÇÃO

15.3.1. Materiais

15.3.2. Serviços

15.4. FALTA

15.4.1. REVISÃO DO PROJETO

15.4.1.1. REVISAR NÍVES DE DESCARGA DOS SISTEMAS PROJETO

15.4.2. ELABORAR UMA MEMÓRIA DE CÁLCULO DE DIMENSIONAMENTO

16. 12. PROJETO DE INSTALAÇÕES DE AR-CONDICIONADO

16.1. DESENHO

16.1.1. Planta baixa com marcação de dutos e equipamentos fixos (unidades condensadoras e evaporadoras).

16.2. ESPECIFICAÇÃO

16.2.1. Materiais

16.2.2. Equipamentos

16.3. MEMORIAL

16.3.1. Cálculo do dimensionamento dos equipamentos e dos dutos

17. 3. PROJETO ARQUITETÔNICO

17.1. DESENHO

17.1.1. SITUAÇÃO

17.1.2. IMPLANTAÇÃO COM NÍVEIS

17.1.3. PLANTAS BAIXAS E DE COBERTURA

17.1.4. CORTES E ELEVAÇÕES

17.1.5. DETALHES

17.1.6. INDICAÇÕES DE ELEMENTOS EXISTENTES, A DEMOLIR A EXECUTAR

17.1.7. PERSPECTIVAS DE APOIO

17.2. ESPECIFICAÇÃO

17.2.1. MATERIAIS

17.2.2. EQUIPAMENTOS

17.2.3. ELEMENTOS

17.2.4. COMPONENTES

17.2.5. SISTEMAS CONSTRUTIVOS

17.3. MEMORIAL

17.3.1. DESCRIÇÃO TEXTUAL DO OBJETO

17.3.2. COMPLEMENTOS E JUSTIFICATIVAS NECESSÁRIAS AO PLENO ENTENDIMENTO DO DESENHO TÉCNICO

17.4. FALTA

17.4.1. REVER A EXISTÊNCIA DO FORRO DO LAMBRI

17.4.2. REVER AS VEDAÇÕES EM VIDRO NA COBERTA

17.4.3. DETALHAMENTO DA COBERTA

17.4.3.1. FIXAÇÕES EM GERAL

17.4.4. ATUALIZAR O MEMORIAL DESCRITVO

17.4.5. ATUALIZAR AS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

18. 4. PROJETO DE TERRPLENAGEM

18.1. DESENHO

18.1.1. IMPLANTAÇÃO COM INDICAÇÃO DE NÍVEIS ORIGINAIS E DOS NÍVEIS PROPOSTOS

18.1.2. PERFIL LONGITUDINAL E SEÇÕES TRANSVERSAIS TIPO COM INDICAÇÃO DA SITUAÇÃO ORIGINAL E DA PROPOSTA E DEFINIÇÃO DE TALUDES E CONTENÇÃO DE TERRA

18.2. MEMORIAL

18.2.1. CÁLCULO DE VOLUME DE CORTE E ATERRO / QUADRO RESUMO DE CORTE E ATERRO

18.3. ESPECIFICAÇÃO

18.3.1. MATERIAIS DE ATERRO

18.4. FALTA

18.4.1. NOTA DE SERVIÇO DE TERRAPLENAGEM

18.4.2. REVISAR

18.4.2.1. SEÇÕES TRANSVERSAIS

18.4.2.2. EIXOS

18.4.2.3. PERFIS LONGITUDINAIS

19. 5. PROJETO DE FUNDAÇÕES - PIER

19.1. DESENHO

19.1.1. LOCAÇÃO, CARACTERÍSTICAS E DIMENSÕES DOS ELEMENTOS DE FUNDAÇÃO

19.2. MEMORIAL

19.2.1. MÉTODO CONSTRUTIVO

19.2.2. CÁLCULO DE DIMENSIONAMENTO

19.3. FALTA

19.3.1. REDIMENSIONAR TODA A ESTRUTURA

19.3.2. CALCULAR O DIMENSIONAMENTO

19.3.2.1. MEMORIAL DE CÁLCULO

19.3.3. ATUALIZAR DOCUMENTOS

19.3.3.1. MEMORIAL DESCRITIVO

19.3.3.2. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

19.3.4. ATUALIZAR QUANTITATIVOS

20. 14. PROJETO DE URBANISMO

20.1. DESENHO

20.1.1. Plantas de Localização

20.1.2. Plantas gerais e setoriais de soluções geométricas e layout

20.1.3. Plantas gerais e setoriais de interferências infraestruturais e supressões vegetais (meio-fio, postes, caixas, entre outros)

20.1.4. Plantas gerais e setoriais de desapropriações

20.1.5. Plantas gerais e setoriais de paginação do piso, alinhamentos geométricos, rampas e canteiros

20.1.6. Plantas gerais e setoriais de acessibilidade

20.1.7. Plantas gerais e setoriais de mobiliário urbano

20.1.8. Plantas gerais e setoriais de paisagismo especificando espécies vegetais a remover e adicionar

20.1.9. Cortes e elevações (mostrar perfil existente e proposto)

20.1.10. Detalhamentos construtivos, mobiliário urbano e comunicação visual

20.1.11. Perspectivas de Apoio

20.2. ESPECIFICAÇÕES

20.2.1. Materiais e equipamentos

20.2.2. Sistemas construtivos

20.2.3. Elementos e componentes

20.3. MEMORIAL

20.3.1. Descrição textual do objeto

20.3.2. Complementos e justificativas necessárias ao pleno entendimento dos desenhos

20.4. FALTA

20.4.1. REVISÃO DO PROJETO

20.4.1.1. INCLUIR LOCAÇÃO DOS PONTOS DE CONTROLE

20.4.1.2. DESENHAR FINALIZAÇÃO DO PROJETO (PORÇÃO SUL)

20.4.1.3. AJUSTAR CHEGADA PEDONAL

20.4.1.4. REVISAR A LOCAÇÃO DAS PLACAS DE COMUNICAÇÃO VISUAL

20.4.2. REVISAR QUANTITATIVOS

20.4.2.1. VERIFICAR IMPACTO DA REVISÃO NOS QUANTITATIVOS

21. DOCUMENTAÇÃO EM GERAL

21.1. REVISAR O MEMORIAL DESCRITIVO APÓS MUDANÇAS

21.2. REVISAR AS ESPECIFICAÇÕES APÓS MUDANÇAS