O PLANEJAMENTO DE ENSINO E SEUS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS

Mapa Mental sobre Planejamento de Ensino e seus Componentes: Objetivo

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
O PLANEJAMENTO DE ENSINO E SEUS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS por Mind Map: O PLANEJAMENTO DE ENSINO E SEUS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS

1. OBJETIVO (PARA QUÊ?)

1.1. Formar cidadão independente, crítico, participativo emancipado e transformador social.

1.2. Conhecimentos, habilidades e atitudinais a serem adquiridos e desenvolvidos pelo educando.

1.3. Ação sistemática intencional colaborando no estabelecimento de metas a alcançar.

1.4. Conhecimento Duradouro.

1.5. Independência de Pensamento. Desenvolver capacidades, competências e habilidades intelectuais.

1.6. Ensino para a Formação da Personalidade.

1.7. Educando com atitudes e convicções.

1.8. GERAL: colaborar para a formação do cidadão do futuro, com personalidade, ética e moral social e individual;

1.9. ESPECÍFICO: Dados sobre o educando; Melhorar a adaptação do educando; Preparar as dinâmicas de aula; Visar a proatividade do educando.

2. CONTEÚDO (O QUÊ?)

2.1. Transdisciplinar.

2.2. Conhecimentos, conceitos, fatos, ideias, leis, regras.

2.3. Permite ao educando

2.3.1. Questionar; Criticar; Desenvolver; Capacidade analítica; Assimilar; Conhecimentos; Habilidade Intelectuais.

2.4. A ser desenvolvido em áreas de conhecimento, a partir de objetivos já definidos.

2.5. Consonantes ao cotidiano do educando, permitem selecionar, organizar e transmitr significação e funcionalidade de forma a provocar reflexões.

2.6. Favorecimento das habilidades de modo a valorizar atitudinais.

2.7. Assimilação ativa e aplicada.

2.8. Questões do cotidiano que permitam

2.8.1. REFLEXÃO

2.8.1.1. Que nos leve ao domínio e

2.8.1.1.1. SIGNIFICAÇÃO

3. MÉTODO (COMO?)

3.1. Educação Progressista Tendências críticas, com atitudinais emancipadores e transformadores.

3.2. Forma organizada no processo ensino-aprendizagem, sob orientação do educador, com atividades e procedimentos adequados aos Objetivos e Conteúdos.

3.3. Adequando às necessidades do educando, aproveitando seus prévios conhecimentos, identificando e estimulando o interesse e a criatividade.

3.4. Atividades sequenciais e progressivas, evitando-se rotinas nas metodologias e mecânicas das aulas

3.5. Diversificar aulas

3.5.1. Com dinâmicas:

3.5.1.1. Análise de texto.

3.5.1.2. Debate;

3.5.1.3. Expositiva;

3.5.1.4. Interativa;

3.5.1.5. Pesquisa (individuais; coletivas; grupos);

3.5.1.6. Prática;

3.5.1.7. Projeto;

3.5.1.8. Situação Problema;

3.5.2. Sendo a Proposta

3.5.2.1. Apresentada;

3.5.2.2. Contextualizada;

3.5.2.3. Analisada;

3.5.2.4. Discutida;

3.5.2.5. Indicativa de Solução.

4. RECURSO (COM O QUÊ?)

4.1. Selecionar, indicar e utilizar modo a executar os conteúdos de forma a atingir os objetivos, conforme metodologias que venham a estimular o interesse e a participação do educando, facilitando sua compreensão com consequente aprendizado, tendo a obrigatória verificação avaliadora de progresso e sucesso acadêmico.

4.2. Adequar às condições e ao trabalho didático.

4.3. Características:

4.3.1. A – Reflete a unidade: Objetivos – Conteúdos – Métodos ;

4.3.2. B – Possibilita a revisão do plano de ensino;

4.3.3. C – Ajuda a desenvolver capacidades e habilidades

4.3.4. D – Voltar-se para a atividade dos alunos;

4.3.5. E – Ser objetiva

4.3.6. F – Ajuda na autopercepção do professor; e,

4.3.7. G – Reflete valores e experiências do professor em relação aos alunos

4.4. Instrumental:

4.4.1. Cartaz, Computador, Datashow; Gravuras, Imagens, Livros, Quadros, Retroprojetor, Slides, Textos, TV, Video,

5. AVALIAÇÃO (PARA QUEM?)

5.1. A aprendizagem significativa objetivando o desenvolvimento individual.

5.2. Condizentes com os objetivos; Adequado aos conteúdos; Coleta de dados permite verificar o alcance de ambos.

5.3. Metas tangíveis.

5.4. Tipos:

5.4.1. Crítica: autoavaliação

5.4.2. Diagnóstica: permite saber como está e o que melhorar.

5.4.3. Flexível: diversificar a mecânica avaliativa .

5.4.4. Formativa: nível de conhecimento e aprofundamento.

5.4.5. Integradora: resultados durante todo o processo permitido propostas de intervenção.

5.4.6. Reflexiva: visando transformação social, política e humana.

5.4.7. Somativa: atribui nota ou conceito para promoção.

5.4.8. Verificadora: permitindo revisão de conceitos fragilizados.

6. A - Norteiam a ação do educador. B - Ser flexível às situações vivenciadas, permitido adequações. C - Estimular a autonomia, a capacidade de organização e o comprometimento de todos. D - Permite registrar o que se pensou/negociou/realizou, referenciando projetos futuros.

7. consonantes

8. adequados

9. procedimento que levem

10. condizentes

11. DOCENTE

11.1. Criar situação estímulo, de modo a pensar, analisar e relacionar o cotidiano das situações reais, gerando reflexões e transformações

11.2. Por sua ação evoca imaginação e significação

11.3. Estimula desejo e gosto pelo estudo, sendo:

11.3.1. Criativo Crítico;

11.3.2. Facilitador;

11.3.3. Incentivador;

11.3.4. Motivador;

11.3.5. Provocador.

12. EDUCANDO

12.1. CARÁTER

12.1.1. Criativo

12.1.2. Crítico

12.1.3. Colaborador

12.1.4. Disciplinado

12.1.5. interessado

12.1.6. Participativo

12.2. Com atenção e força de vontade dão significação ao conhecimento, para a vida e para o trabalho.

12.3. Disposição:refletir e modificar sua realidade; construir e reconstruir conhecimentos

13. OBJETIVOS

14. CONTEÚDOS

15. MÉTODOS

16. AVALIAÇÃO

17. RECURSOS

18. Relaciona, de forma clara, o que se pretende alcançar como resultado das atividades. Eleger procedimentos metodológicos adequados à luz da orientação teórico-metodológica adotada. Compreender o processo de construção de indicadores em pesquisa social;