Mapeamento de Processos

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Mapeamento de Processos por Mind Map: Mapeamento de Processos

1. Processo

1.1. Conjunto de recursos e atividades inter-relacionados que transformam insumos (entradas) em produtos (saídas).

1.1.1. Conceito de processo

1.1.1.1. As Normas da família NBR ISO 9000, são fundamentadas no entendimento de que todo trabalho é realizado por um processo.

1.1.2. Rede de processo numa organização

1.1.2.1. Toda organização existe para realizar trabalhos que agregam valor, sendo que todo trabalho é realizado por uma rede de processos. Numa organização, a rede de processo é bastante complexa e não uma simples estrutura sequencial.

1.1.3. Sistema da qualidade em relação à rede de processos

1.1.3.1. O Sistema da Qualidade será implementado pelos processos existentes, tanto em cada função como nas atividades interfuncionais. Um sistema é mais que a soma de processos. Para que ele tenha eficácia, é necessário coordenação e compatibilidade entre os processos. Deve-se especificar os requisitos do sistema da qualidade e os requisitos para Controle de Processo.

1.1.4. Gerência de processos

1.1.4.1. A Gerência de Processo é uma metodologia que nos permite maximizar a habilidade de satisfazer e exceder os requisitos dos Clientes, alcançar o resultado esperado de maneira mais simples e pelo menorcusto, aumentar a capacidade do processo de atender as mudanças das necessidades dos Clientes e do negócio, sem reduzir a efetividade e a eficiência do processo. Observe que a gerência de processos é ométodo pelo qual se podem alcançar as metas de qualidade.

2. Procedimento

2.1. Forma específica de executar uma atividade.

3. Produto

3.1. Resultado de atividade ou processos.

3.1.1. Bem

3.1.2. Serviço

4. Sistema da qualidade

4.1. Estrutura organizacional, procedimentos, processos e recursos necessários para implementar a gestão da qualidade.

5. Melhoria da qualidade

5.1. Ações implementadas em toda organização a fim de aumentar a eficácia e a eficiência das atividades e dos processos, visando propiciar benefícios adicionais tanto à organização quanto a seus clientes.

6. Auditoria da qualidade

6.1. Exame sistemático e independente para determinar se as atividades da qualidade e seus resultados estão de acordo com as disposições planejadas, se estas foram implementadas com eficácia e se são adequadas à consecução dos objetivos.

7. Hierarquia

7.1. Processos empresariais

7.2. Processos

7.3. Sub-processos

7.4. Atividades

7.5. Tarefas

8. Entenda o processo

8.1. Para sua despreocupação com os desdobramentos possíveis, conheça bem os processos da sua empresa e aqueles sob sua responsabilidade. Para ajudá-lo a entender melhor tal recomendação, observe os tópicos abaixo onde você deve

8.1.1. Definir, mapear e documentar o processo (fotos, vídeo, anotações, etc.)

8.1.2. Descrever o que de fato acontece, quem executa cada atividade e quanto tempo o processo leva para ser concluído (elabore fluxogramas operacionais)

8.1.3. Documentar o fluxo de atividades do inicio ao fim, incluindo as entradas e saídas (anote na sua agenda ou no diário de bordo do setor)

8.1.4. Registrar os problemas mais comuns, as sugestões e oportunidades de melhorias, as mudanças planejadas, novas propostas, projetos futuros para a melhoria (adote o KAIZEN)

8.1.5. Incluir aquilo que depende para a execução do processos e as inter-relações de trabalho, entre atividades e com outros processos

9. Estabelecer prioridades

9.1. Verificar se o processo esta ou não funcionando bem sob o ponto de vista do Cliente (do processo). Avalie periodicamente e procure não esquecer

9.1.1. O que eles querem ou necessitam

9.1.2. Como eles avaliarão o que fazemos

9.1.3. Qual a nossa posição em relação aos nossos concorrentes

9.1.4. Quais suas prioridades e o que eles acham do nosso desempenho atual