A COMUNICAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA ATRAVÉS DA INTERNET Eduardo Vasconcelos

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
A COMUNICAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA ATRAVÉS DA INTERNET Eduardo Vasconcelos por Mind Map: A COMUNICAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA ATRAVÉS DA INTERNET  Eduardo Vasconcelos

1. Referências

1.1. O mundo de Beakman

1.2. Youtube

1.2.1. Outros Canais Gringos a serem pesquisados

1.2.2. Ciência todo dia

1.2.3. Pirulla

1.2.4. Canal do Schwarza

1.2.5. Nerdologia - Átilla

1.2.6. Manual do Mundo

1.2.7. Vsause - Michael

1.2.7.1. Math Magic

2. Pré-projeto

2.1. Justificativa

2.1.1. Movimento Negacionista

2.1.1.1. Movimento Anticiência

2.1.1.1.1. Terraplanismo

2.1.1.1.2. Antivacina

2.1.1.1.3. Aquecimento Global não existe

2.1.1.2. Anti-história

2.1.1.2.1. O homem nunca esteve na Lua

2.1.1.2.2. Nazismo é de esquerda

2.1.1.2.3. Não houve ditadura no Brasil

2.1.1.3. A ciência brasileira e Síndrome de Cassandra | Natália Pasternak | TEDxUSP

2.1.2. Vantagens da Plataformas Escolhidas

2.1.2.1. Avaliação estatística

2.1.2.1.1. Interesses

2.1.2.1.2. Alcance

2.1.2.1.3. Público

2.1.2.2. Interação com o público

2.1.2.3. Veículo de massa

2.1.3. Linguagem da geração Z

2.1.3.1. Jovem brasileiro é mais conectado à internet do que a média global

2.1.3.2. Brasil é o país que mais usa redes sociais na América Latina

2.1.4. Cenário Atual

2.1.4.1. Principais canais que falam de Matemática no Youtube

2.1.4.1.1. Ferreto Matemática

2.1.4.1.2. Professora Angela Matemática

2.1.4.1.3. Matemática Rio (Rafael Procopio)

2.1.4.1.4. Equaciona Matemática (Paulo Ferreira)

2.1.4.1.5. Marcos Aba Matemática

2.1.4.2. Os maiores canais possuem uma proposta de educação análoga à tradicional.

2.1.4.2.1. Gravação da Tela

2.1.4.2.2. Filmar a mão

2.1.4.2.3. Quadro Negro

2.2. Objetivos

2.2.1. Geral

2.2.1.1. Discutir questões relativas a produção midiática que possam contribuir com os professores de matemática e acadêmicos interessados na produção de conteúdo científico em vídeo para o Youtube

2.2.2. Específicos

2.2.2.1. Relacionar as principais teorias de aprendizagem com a produção de vídeo.

2.2.2.1.1. Piaget

2.2.2.1.2. Vigotsky

2.2.2.2. Discutir elaboração de roteiro para internet.

2.2.2.3. Oferecer referências de material midiático e discuti-las ao longo do trabalho.

2.2.2.4. Desconstruir preconceitos a respeito da matemática e de seu aprendizado;

2.2.2.5. Produzir, como produto deste trabalho, conteúdo matemático com qualidade com linguagem simples e acessível que possam ser acessados por qualquer pessoa, com ou sem “bagagem” acadêmica que exemplifique os principais pontos discutidos nesse trabalho.

2.2.2.6. Estimular e facilitar que outros professores se utilizem dessas ferramentas digitais para a comunicação de conhecimentos matemáticos e científicos com o grande público, seja criando conteúdos ou apenas organizando conteúdos já existentes que podem ajudar nesse processo;

2.3. Fontes de Pesquisa

2.3.1. Canais

2.3.2. Cursos

2.3.3. Livros

3. Metodologia

3.1. Revisaremos a literatura que diz respeito sobre a produção em vídeo para a educação

3.2. Também iremos abordar e discutir produções midiáticas que falam sobre ciência ou matemática especificamente sob a luz desses conhecimentos afim de exemplificar a teoria discutida.

3.3. Por fim, apresentaremos como produto um ou mais vídeos produzidos utilizando o aporte teórico discutido.

4. ORIENTAÇÃO

4.1. Orientador: Dr. Marcos Monteiro Diniz

4.2. Co-Orientadora: Dra. Suzana Cunha Lopes

5. Como se beneficiar dessa apresentação?

5.1. Acesse via qr code

5.2. Acesse via link

5.2.1. gg.gg/mapaprofmat

6. Outros Trabalhos

6.1. Profmat

6.1.1. COMUNICAÇÃO

6.1.1.1. ALGUMAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA

6.1.1.2. METODOLOGIAS ATIVAS E AS TECNOLOGIAS DIGITAIS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TDICS): UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA APRENDIZAGEM COM O AUXÍLIO DO PROGRAMA SOCRATIVE

6.1.1.3. O USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NO ENSINO DA MATEMÁTICA

6.1.1.4. AS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTAS MOTIVADORAS PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA