ENSINO DE CIÊNCIAS NO BRASIL E SUA HISTÓRIA ATÉ OS DIAS ATUAIS

trabalho

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
ENSINO DE CIÊNCIAS NO BRASIL E SUA HISTÓRIA ATÉ OS DIAS ATUAIS por Mind Map: ENSINO DE CIÊNCIAS NO BRASIL E SUA HISTÓRIA ATÉ OS DIAS ATUAIS

1. Século XIX: vinda da Família Real Real para o Brasil e as primeiras iniciativas de formação profissional dos professores.

1.1. Surgiram instituições culturais e científicas, de ensino técnico e os primeiros cursos superiores.

1.1.1. Na constituição de 1823, pela primeira vez foram pleiteados uma educação popular e universal e o debate a criação da Universidade do Brasil.

1.2. Ocorreram transformações em diversos setores entre eles a educação.

1.3. Na constituição de 1924, na qual garantia a "instrução primária e gratuita a todos cidadãos", sendo confirmada pela Lei de 15 de outubro de 1827.

1.4. Valorização do curso normal.

1.5. Curso normal era oferecido exclusivamente para homem.

1.6. Criado ao Ato Institucional de 1834

1.7. Reforma Caetano Campos: Objetivava formar professores capacitados.

1.8. Pareceres Rui Barbosa: Propunham reformas educacionais pouco ajustáveis a realidade brasileira.

1.8.1. Posterior foi oferecido também para as mulheres, mas diferenciado, já que o currículo era reduzido.

2. Educação: Único instrumento de formação de indivíduos pensantes e autônomos.

3. XVI e XVII: domínio e influência do catolicismo na Educação.

3.1. Jesuítas, primeiros educadores e responsáveis pelos fundamentos de ensino deste período.

3.2. Educação fundamentou-se pela catequização dos índios.

3.3. Educação jesuíta era voltada para os filhos da classe dominante e para os índios.

3.4. Os jesuítas tinham sua formação baseada na pregação, liturgia e práxis sacramental.

3.4.1. Método Jesuítico considerado escuro, fastidioso, prolixo e com excesso de regras.

3.5. Ensino rígido de ordem religiosa.

3.6. confronto de interesses entre o Estado e a igreja, representada pela Companhia de Jesus, resultou no fim da era jesuítica.

3.7. Marques Pombal resolveu estabelecer um Estado laico e expulsar os jesuítas de Portugal e do Brasil.

3.7.1. Promoveu mudanças com as Reformas dos estudos menores.

3.8. Transformação Pedagógica e Renovação cultural

4. Século XVIII: ações e impactos da Reforma Pombaline

4.1. O governo destituiu os jesuítas por descobrir que através da educação poderia controlar o povo e assumiu o Estado o controle.

4.2. Surgiu a necessidade de oficializar a profissão professor.

4.3. Surgiu a primeira legislação portuguesa-brasileira para a educação.

4.4. A reforma pombalina trouxe várias mudanças para o sistema educacional.

4.5. Devido a Reforma Pombaline foram incluídas matérias científicas no currículo acadêmico

4.6. Brasileiros que estudavam em Portugal tornaram-se alguns dos principais cientistas em Minerologia, Química e Geografia.

4.7. Criados cursos superiores no Brsil e aumento o intercâmbio entre o Brsil e outros países.

4.8. A Educação pública brasileira ficou marcada pela omissão e pelo descaso do governo.

4.9. A escola Pombalina não era para todos, era somente para os nobres

4.10. Mestre, que ensinavam as primeiras letras e professores, que ensinavam nas demais cadeiras.

4.11. Substituição de um corpo de professores religiosos ( sob o controle da Igreja) por um corpo de professores laicos (controle do estado).

5. Século XX: a busca pela popularização do ensino público de qualidade.

5.1. Sistema dualista

5.2. As classes populares não tinham acesso a escola.

5.3. Iniciou o processo de popularização da escola primária e ampliação.

5.4. Nos anos de 1930 a disciplina Ciências Físicas e Naturais se tornou oficial no ensino secundário.

5.5. Surgiu o movimento para implantar a Escola Nova no Brasil, elaborada por grandes educadores, como Anísio Teixeira, almeida Júnior e Lourenço Filho, que lideram o movimento es escreveram o manifesto dos Pioneiros de 1932.

5.6. Criadas as primeira universidades brasileiras.

5.7. Governo Getúlio Vargas: Fundada a Universidades do Brasil, incluindo a faculdde nacional de educação.

5.8. Passou a reconhecer a importância da Ciência e da Tecnologia para o desenvolvimento econ\õmico e cultural

5.9. Criação do Instituto Brasileiro de educação e Cultura.

5.10. 1951, criada a coordenação de aperfeiçoamento de Pessoal de Nível.

5.11. 1960 as finalidades acadêmicas ganharam forças em nossa decisões curriculares.

5.12. Período foi marcado por diversas mudanças políticas e sociais.

5.13. Elaboração da primeira Lei Nacional de Educação ( Lei n. 4024/61)

6. 1970 - Fundador do debate actual sobre a formação de professores. Com a Lei 5.692/71, disciplina de Ciências passou a ser obrigatória nais oitos série de primeiro grau. Neste período a escola preparava o jovem para o mercado de trabalho.

7. A partir de 1980 iniciou-se um grande movimento pela reorganização dos cursos de pedagogia e Licenciatura. Período marcado pela crescente industrialização.

8. Na década de 1990, teve origem a teoria dos projetos.

9. 1995, foi criado o Conselho Nacional de Educação (CNE) pela lei n.9131 como órgão que representa a sociedade. Observa-se um crescencente número de instituições de ensino superior coom cursos de educação a distãncia .

10. Em 1996, foram apresentados ao CNE os parãmetros Curriculares nacionais.

11. A partir de 1990, houve um aumento significativo no número de instituições de nível superior (IES). Surgiram Programs como: Prouni, Fies...

12. Vídeo: Transformar aulas tradicionais em aulas inovadoras. Gerar curiosidade no aluno. Ensinar Ciências e pensar e resolver problemas e não somente conteúdo.