SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO por Mind Map: SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO

1. Sistema Nervoso Autónomo

1.1. Ele atua regulando algumas funções involuntárias do nosso corpo, tais como ações desempenhadas pelos sistemas respiratório, digestório, endócrino e cardiovascular.Nele há as divisões anatomica simpática e parassimpática

1.1.1. Simpatico: Estimular o funcionamento dos orgãos. ex: Aumentar a frequência cardíaca e a pressão arterial, liberar adrenalina, contrair e relaxar músculos etc

1.1.2. Parassimpatico : Responsável por fazer o corpo retornar a um estado emocional estável e de calma, além de controlar alguns sistemas e ações não conscientes, como a respiração. Ex : Diminuir a frequência cardíaca, diminuir a pressão arterial, diminuir a adrenalina etc.

2. Sistema Nervoso Somático

2.1. Responsável pelas ações que estão sob o controle da nossa vontade, ou seja, ações voluntárias. Atua sob a musculatura esquelética de contração voluntária. ex: Ex : Você vê uma bola e decide chuta-la.

3. Formado pelos nervos e gânglios e terminações nervosas.

3.1. Que conectam o SNP ao restante dos orgãos do corpo

4. Nervos

4.1. Um nervo tem como função conduzir impulsos nervoso da parte central do sistema nervoso á periferia. podem ser constituídos por fibras sensitivos (aferentes), motoras (eferentes) e os nervos mistos.

4.1.1. Nervos sensitivos (Aferentes) : conduzem sinais sensoriais (da pele ou dos órgãos dos sentidos, por exemplo) para Parte Central do Sistema Nervoso

4.1.2. Nervos motores (Eferentes) conduzem sinais estimulatórios da P.C.S.N. para os órgãos efetores, como músculos e glândula.

4.1.2.1. No caso dos nervos mistos, encontramos os dois tipos de fibras (sensitivas e motoras) em um único nervo.

4.2. Ele apresenta duas divisões :

4.2.1. Nervos Espinhais: compostos por 31 pares, são os que fazem conexão com a medula espinhal. Estes nervos são responsáveis por inervar o tronco, os membros e algumas regiões específicas da cabeça.

4.2.2. Nervos Cranianos: compostos por 12 pares, são os que fazem conexão com o encéfalo. São estes nervos que inervam as estruturas da cabeça e do pescoço.

5. Gânglios

5.1. são estruturas que se apresentam com a forma dilatada junto aos nervos, compostas por acúmulos de corpos de neurônios, localizados na parte periférica do sistema nervoso. São encontrados dois tipos os sensitivos e os do sistema nervoso autônomo

5.1.1. Os gânglios sensitivos apresentam como constituição corpos de neurônios pseudounipolares (sensitivos)

5.1.2. Já os gânglios do sistema nervoso autônomo são constituídos por neurônios multipolares (motores).

6. Terminações nervosas

6.1. Formações anatômicas localizadas nas extremidades das fibras sensitivas e motoras. Podem ser classificadas morfologicamente entre terminações nervosas livres e terminações nervosas encapsuladas

6.1.1. Terminações nervosas livres - capazes de captar os estímulos de dor, tato e temperatura

6.1.2. Terminações nervosas encapsuladas: - capazes de captar estímulos de tato, pressão, vibração, frio, propriocepção etc.)