Indicação de exames pré-operatórios

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Indicação de exames pré-operatórios por Mind Map: Indicação de exames pré-operatórios

1. Hemograma

1.1. •Procedimentos com risco de sangramento, história de sangramento ou anemia, doença hematológica, renal ou hepática quimioterapia recente, radioterapia, usa de corticoides ou anticoagulantes, estado nutricional ruim, trauma ou extremos de idade

2. Função renal

2.1. •Idosos, doença cardiovascular, uso de contraste, diabetes, HAS, desidratação, anorexia, edema periférico, ascite, doença renal ou hepática, quimioterapia

3. Raio X de tórax

3.1. •Anormalidades identificadas no exame cardiopulmonar ou na entrevista, como roncos, DPOC avançada, suspeita de lesão pulmonar ou mediastinal, aneurisma de aorta, cardiomegalia, hipertensão pulmonar, ICC descompensada, infecção pulmonar ativa

3.2. •Cirurgia aórtica abdominal ou abdominal alta

3.3. •Pacientes obesos mórbidos (IMC>40)

3.4. •Cirurgia torácica

3.5. Não deve ser solicitado em pacientes assintomáticos, já que a maioria dos achados radiológicos são crônicos, como sinais de DPOC e cardiomegalia

4. Função pulmonar:

4.1. •Cirurgia torácica para redução pulmonar

4.2. •Ressecção pulmonar oncológica

4.3. •Cirurgia de correção de escoliose

4.4. •Doença neurológica com componente restritivo pulmonar

4.5. •Correção de aneurisma aórtico abdominal em pacientes com DPOC

5. ECG

5.1. •História de cardiopatia isquêmica, HAS, DM, IRC, história de arritmia, doença periférica vascular ou sintomas sugestivos de ICC, doença cerebrovascular ou outras doenças cardíacas estruturais.

5.2. •Pacientes assintomáticos em cirurgias de alto risco

5.3. •Pacientes obesos mórbidos com fatores de risco

5.4. •Pacientes com baixa capacidade funcional candidatos a procedimento de risco intermediário ou alto

5.5. •Pacientes em uso de medicamentos que podem afetar o ECG, como antiarrítmicos, metadona, entre outros.

5.6. •Qualquer paciente cujo ECG pré-operatório possa mudar o manejo perioperatório.

5.7. O ECG não está indicado para pessoas assintomáticas em procedimentos de baixo risco (cirurgias superficiais, endoscópicas, de catarata, de mama e procedimentos ambulatoriais

6. Testes de coagulação

6.1. •Suspeita de coagulopatia, sangramento exagerado em procedimentos anteriores, doença hepática, estado nutricional ruim, uso de anticoagulantes ou outros fármacos que afetem a coagulação.

6.2. Não devem ser solicitados testes de rotina. Os testes anormais obtidos de pacientes sem história positiva de sangramento em geral são falsos-positivos e devem ser repetidos antes de se iniciar qualquer outra investigação. O tipo de exame deve ser solicitado de acordo com a suspeita clínica

7. Glicemia

7.1. •Pacientes com DM suspeito ou conhecido.

8. Bioquímica sérica

8.1. •Solicitar de acordo com a condição clínica da paciente. Doenças endócrinas, extremos de idade, disfunção renal e hepática e uso de fármacos que desencadeiam distúrbios eletrolíticos.

9. Potássio:

9.1. •Solicitar em casos de IRC em estágios avançados

10. Tipagem sanguínea:

10.1. •Previsão de transfusão sanguínea

11. Função hepática

11.1. •História de hepatite, icterícia, cirrose, hipertensão portal, doença biliar, uso de fármacos hepatotóxicos e distúrbios hemorrágicos

12. Teste de gestação

12.1. •A pedido da paciente ou se houver suspeita de gestação

13. Urocultura

13.1. •Pacientes sintomáticos, alguns procedimentos urológicos, específicos, implantação de próteses