Estudo das frases

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Estudo das frases por Mind Map: Estudo das frases

1. Frases declarativas: Uma frase declarativa tem como intenção dar uma informação ou constatar um fato.

1.1. Frases declarativas afirmativas: • Gosto de ler antes de dormir. • Meu irmão foi à natação. • A palestra começará na hora marcada.

1.2. Frases declarativas negativas: • Não gosto de ler antes de dormir. •Meu irmão nunca foi à natação. •A palestra jamais começará na hora marcada.

2. Frases interrogativas: Numa frase interrogativa, o emissor faz uma pergunta ao interlocutor. Sendo uma frase interrogativa direta, vai ser terminada com ponto de interrogação. Sendo uma frase interrogativa indireta, será terminada com ponto final.

2.1. Frases interrogativas diretas: • Que horas são? • Você viu meu irmão? • Posso passar?

2.2. Frases interrogativas indiretas: • Eu queria saber que horas são. • Eu queria saber se você viu meu irmão. • Gostaria de saber se posso passar.

3. Frases imperativas: Uma frase imperativa tem como intenção dar ordens ou conselhos, bem como fazer pedidos, havendo uma ação direta sobre o comportamento do interlocutor.

3.1. Frases imperativas afirmativas: • Pare com esse barulho imediatamente! • Ajuda-me aqui, por favor. • Fale com minha mulher, ela pode ajudá-la.

3.2. Frases imperativas negativas: • Não seja paranoico, ninguém estava falando de você. • Não empurre seu irmão! • Não faça confusão.

4. Frase nominal e frase verbal: Além da classificação dos tipos de frase, as frases podem ser classificadas em nominais e verbais.

4.1. Frase verbal é a frase que apresenta verbos na sua formação: • O dia amanheceu frio. • Já li o livro todo. • Você entendeu alguma coisa?

4.2. Frase nominal é uma frase que não apresenta verbos na sua formação: • Atenção! • Coisa estranha... • Que lindo!

5. Estrutura das frases: As frases que possuem verbo são geralmente estruturadas a partir de dois elementos essenciais: sujeito e predicado.

5.1. Sujeito: é o termo da oração que funciona como suporte de uma afirmação feita pelo predicado.

5.1.1. Sujeito Simples: é o tipo de sujeito que possui um só núcleo, ou seja, uma única palavra que é a principal.

5.1.2. Sujeito Composto: é o tipo de sujeito que possui dois ou mais núcleos.

5.1.3. Sujeito Oculto: não está explícito na oração como o simples e o composto, sendo identificado a partir do contexto ou pela desinência (terminação) do verbo.

5.1.4. Sujeito Indeterminado: é aquele que não é nomeado e determinado com exatidão na oração. Ocorre quando temos verbos na 3ª pessoa do plural ou quando temos verbos na 3ª pessoa do singular acompanhadas pelo pronome se.

5.1.5. Sujeito Inexistente: é a oração sem sujeito. A inexistência deste sujeito ocorre devido a alguns verbos que não admitem um termo conjugando-o, sendo denominados impessoais. São eles: verbo haver, verbo fazer e verbo ser. Verbos que indicam fenômenos da natureza também trazem oração com sujeito inexistente.

5.2. Predicado: é o termo da oração que, a partir de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito.

5.2.1. Predicado nominal: o predicado nominal é aquele onde o núcleo é um predicativo do sujeito, trazendo ainda um verbo de ligação que liga o sujeito a este predicativo.

5.2.2. Predicado verbal: o predicado verbal tem como característica principal a presença de um verbo significativo (pode ser transitivo ou intransitivo) como núcleo.

5.2.3. Predicado verbo-nominal: classificamos um predicado como verbo-nominal quando ele apresenta como núcleo um verbo e também um predicativo do sujeito ou do objeto. Pode ser visto como uma união do predicado verbal e do predicado nominal.

6. Oração: a oração é uma unidade sintática. Trata-se de um enunciado linguístico cuja estrutura caracteriza-se, obrigatoriamente, pela presença de um verbo.

7. Período: o período é uma unidade sintática. Trata-se de um enunciado construído por uma ou mais orações e possui sentido completo. Na fala, o início e o final do período são marcados pela entonação e, na escrita, são marcados pela letra maiúscula inicial e a pontuação específica que delimita sua extensão.

7.1. Período simples: os períodos simples são aqueles constituídos por uma oração, ou seja, um enunciado com apenas um verbo e sentido completo.

7.2. Período composto: os períodos compostos são aqueles constituídos por mais de uma oração, ou seja, dois ou mais verbos.

8. Termos integrantes da oração

8.1. Esses termos integram (completam) o significado dos termos essenciais (sujeito e predicato).

8.1.1. • Agente da passiva: indica quem praticou a ação de um verbo na voz passiva;

8.1.2. • Complemento nominal: completa o sentido do adjetivo, do advérbio ou do substantivo;

8.1.3. • Complemento verbal: completa o sentido dos verbos transitivos.

9. Termos acessórios da oração

9.1. • Adjunto Adnominal: termo que caracteriza, modifica, determina ou qualifica um substantivo;

9.2. • Adjunto Adverbial: termo que altera o sentido do verbo, do adjetivo ou do advérbio;

9.3. • Aposto: explica, resumi, enumera ou especifica um outro termo;

9.4. • Vocativo: utilizado para referir-se ao interlocutor.