Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
POLÍMEROS por Mind Map: POLÍMEROS

1. • Poli (muitas) mero (partes); • Moléculas gigantes, formadas pela junção de moléculas menores (monômeros) por reação química (polimerização); • Plásticos: molécula sintética; • Origem geralmente orgânicas (ex.: petróleo); • Em solução: aumenta viscosidade; • Evaporação do solvente de soluções viscosas: formação de filmes;

2. POLÍMEROS NATURAIS: normalmente biodegradáveis; gomas e resinas, proteínas polinucleotídios, polissacarídeos. POLÍMEROS SINTÉTICOS: termoplásticos e termorrígidos; fibras, plásticos e elastômeros;

3. TERMORRÍGIDOS: quando aquecidos, formam estrutura tridimensional; não possui temperatura de fusão; não podem ser reprocessados após a cura; Resinas fólicas, poliéster insaturado, epoxie, elastômeros convencionais, poliuretanos.

4. UTILIDADES • Produção de embalagens; • Utensílios domésticos; • Eletrodomésticos; • Aplicações científico-tecnológicas e industriais.

5. VANTAGENS • Baixo custo de produção • Peso reduzido • Alta resistência • Versatilidade

6. EVOLUÇÃO AO LONGO DO TEMPO • Polímeros de origem natural eram usados na antiguidade; • Polímeros sintéticos começaram a surgir na segunda metade do século XIX, modificados a partir de materiais naturais; • A síntese dos polímeros só passou a ser plenamente viável no início do século XX; • Desde então vêm sendo aperfeiçoados, buscando desenvolver polímeros cada vez mais sofisticados e baratos.

7. TERMOFIXOS • 20% do total consumido no país; • Uma vez moldados não podem mais sofrer processamento; • Exemplos: baquelite, alguns poliuretanos (PU), o EVA, poliéster, resinas fenólicas.

8. TERMOPLÁSTICOS • Podem ser reprocessados várias vezes, ou seja, recicláveis; • Em altas temperaturas, amolecem, fundem-se e podem ser novamente moldados; • Exemplos: PEBD, PEAD, PVC, PS, PP, PET, PA; • Facilmente moldados e reciclados; • Moldagem por injeção ou extrusão; mais resistente e quebradiço; • Lineares ou ramificados com longas cadeias; • Exemplos: Polietileno, Polipropileno, EVA, poliésteres, náilon; produção moveleira: PEBD, PEAD, PVC, PS, PET, PA.

9. ACRÍLICO • Pertence aos termoplásticos; • Pode ser moldado pelo calor ou com solvente; • As chapas podem ser moldadas entre vidros, apresentando excelente planimetria e espessura; • Ou por extrusão, produzindo as chapas pelo aquecimento da resina de acrílico e posterior resfriamento.; • Devido às suas qualidades e propriedades, são apropriadas para uso de componentes preciosos de engenharia até produtos domésticos; • Fáceis de usinar e de se termoformar em diversas formas, com moldes de baixo custo; • Resistente a intempéries; • Alta transparência (92% da luz) e brilho; • Versátil e acessível; • Setor moveleiro, itens decorativos, fachadas, luminárias, comunicação visual; • Construção civil, coberturas, domos, protetores acústicos.

10. ACRILATO • Formulação especial patenteada; • Setor moveleiro e decoração; • Importante para o design e arquitetura; • Variedade de cores, transparência, acabamento; • Pode ser aplicado em madeira, metal, plástico e alumínio; • Exemplos de aplicação: móveis para cozinhas, dormitórios, salas, displays, identificações comerciais, peças industriais, acessórios de informática, etc.

11. METACRILATO • Acrílico acidado, fabricado pelo sistema casting, usando o Metacrilado de Metila (MMA); • Utilização de domínio público, diversos segmentos; • Estrutura molecular mais rígida que o acrilato, dificultando a usinagem.

12. RESINAS ACRÍLICAS • Polimetil metacrilato; • Fornecido em grãos; • Classificado em diferentes graus, de acordo com suas características (diferentes pesos moleculares).

13. CORIAN • Criado pelos laboratórios de pesquisa DuPont; • Composto de minerais naturais e polímeros acrílicos puros; • Maciço, homogêneo, moldável; • Aplicações residenciais, comerciais e no setor da saúde; • Placas, cubas, adesivos.

14. FIBRAS ARTIFICIAIS • Celulose como matéria prima; • Maior intensidade de cor; • Alta resistência à luz solar; • Grande absorção de umidade; • Exemplos: Raiom acetato e raiom viscose.

15. FIBRAS SINTÉTICAS • Obtido através de produtos químicos extraídos de petróleo ou carvão; • Resistência a luz Solar; • Cores vivas; • Pequena absorção de umidade; • Exemplos: acrílico, nylon, poliéster, poliamida, polipropileno, aramida.

16. APLICAÇÕES • Elastômeros; Formados por longas cadeias entrelaçadas com baixos valores de TG; grau de reticulação baixo; • Elastômeros termoplásticos; • Fibras; • Plásticos rígidos; • Plásticos flexíveis; Formados por longas cadeias entrelaçadas e cristalizadas; moldagem por injeção ou extrusão; mais dúcteis que os rígidos; tornam-se fluidos em temperatura acima da temperatura de fusão; • Polímeros de engenharia: policarbonato, polietileno de altíssimo peso molecular, poliarilatos; • Composto termoplástico; • Plásticos termorrígidos; • Adesivos e selantes à temperaturas ambiente.

17. BIOPOLÍMEROS • Biomassa: agropolímeros a partir do amido; • Microorganismos: poliéster a partir da fermentação da biomassa ou de plantas geneticamente modificadas; • Biotecnológicos: poliéster a partir da síntese de monômetros obtidos da biomassa; • Petroquímicos: poliéster sintetizado pelo processo petroquímico; • Vantagem: fontes renováveis; • Desvantagens: custo de produção alto; propriedades mecânicas baixas.