Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
SUS por Mind Map: SUS

1. Histórico

1.1. Século XVII

1.1.1. boticarios

1.1.1.1. medicamentos

1.1.2. cirurgiões

1.1.2.1. feridas

1.1.2.2. amputações

1.1.3. médicos

1.1.3.1. formação europeia

1.1.3.2. elite

1.1.3.3. cuidado

1.1.3.3.1. ricos

1.2. Século XIX

1.2.1. tecnologia

1.2.2. engenharia

1.2.3. indústria

1.3. Século XX

1.3.1. Relatório Flexner

1.3.1.1. controle

1.3.1.1.1. escolas médicas

1.3.1.2. criação

1.3.1.2.1. curriculo de 4 anos

1.3.1.3. divisão

1.3.1.3.1. 1° e 2° ano

1.3.1.3.2. 3° e 4° ano

1.4. 1945

1.4.1. 2° guerra mundial

1.5. 1948

1.5.1. ONU

1.5.2. Declaração dos Direitos Humanos

1.5.2.1. bem-estar psicossocial

1.5.3. doenças transmissíveis

1.5.3.1. variola

1.5.3.2. lepra

1.5.3.3. tuberculose

1.6. Conferências

1.6.1. 1974 - Conferência de Alma-Ata

1.6.1.1. Saúde Para Todos no Ano 2000

1.6.1.2. carta de Ottawa

1.6.2. 1988 - Declaração de Adelaide

1.6.2.1. políticas públicas em geral

1.6.2.2. saúde da mulher

1.6.2.3. alimentação e nutriente saudável

1.6.2.4. redução de consumo de tabaco e alcool

1.6.2.5. ambientes saudáveis

1.6.3. 1991 - Declaração de Sundsvall

1.6.3.1. ambiente favorável

1.6.3.1.1. dimensão social

1.6.3.1.2. dimensão política

1.6.3.1.3. dimensão econômica

1.6.3.1.4. infraestrutura mais positiva

1.6.4. 1992 - Declaração de Santafé de Bogotá

1.6.4.1. promoção e igualdade

1.6.5. 1997 - Declaração de Jacarta

1.6.5.1. responsabilidade social à saúde

1.6.5.2. capacidade do apoderamento dos indivíduos;

1.6.5.3. consolidar alianças para a saúde;

1.6.5.4. investigações para o desenvolvimento da saúde

1.6.5.5. infraestrutura para a promoção da saúde

1.6.6. 2000 - Declaração Ministerial do México

1.6.6.1. pessoas com condições adversas

1.6.6.1.1. qualidade de vida

1.6.6.1.2. promoção da saúde

1.7. CNS

1.7.1. 1°

1.7.1.1. Situação Sanitária e Assistencial dos Estados

1.7.2. 2°

1.7.2.1. higiene

1.7.2.2. segurança do trabalho

1.7.2.3. prestação de assistência médica

1.7.2.4. Sanitária preventiva

1.7.3. 3°

1.7.3.1. Descentralização na Área de Saúde

1.7.4. 4°

1.7.4.1. Recursos Humanos para Atividades de Saúde

1.7.5. 5°

1.7.5.1. Constituição do Sistema Nacional de Saúde e a sua institucionalização

1.7.6. 6°

1.7.6.1. controle das grandes endemias

1.7.7. 7°

1.7.7.1. A Extensão das Ações de Saúde Através dos Serviços Básicos

1.7.8. 8°

1.7.8.1. Participação popular

1.7.9. 9°

1.7.9.1. Municipalização é o Caminho

1.7.10. 10°

1.7.10.1. “O SUS: Construindo um Modelo de Atenção à Saúde para a Qualidade de Vida

1.7.11. 11°

1.7.11.1. Efetivando o SUS: Acesso, Qualidade e Humanização na Atenção à Saúde, com Controle Social

1.7.12. 12°

1.7.12.1. Saúde é um Direito de Todos e Dever do Estado: A Saúde que Temos e o SUS que Queremos

1.7.13. 13°

1.7.13.1. Saúde e Qualidade de Vida: Políticas de Estado e Desenvolvimento

1.7.14. 14°

1.7.14.1. Todos usam o SUS!

1.7.15. 15°

1.7.15.1. Saúde Pública de Qualidade para Cuidar Bem das Pessoas: Direito do Povobrasileiro

2. Potencialidades

2.1. 3 instancias

2.1.1. Federal

2.1.2. Estadual

2.1.3. municipal

2.2. Lei organica

2.3. Constituição federal

2.4. Principios doutrinarios

2.4.1. Universalidade

2.4.2. integridade

2.4.3. equidade

2.5. principios organizacionais

2.5.1. descentralização

2.5.2. regionalização

2.5.3. participação popular

2.6. As Normas Operacionais Básicas

2.6.1. Lei do SUS

2.6.1.1. Lei n. 8.080/90

2.6.2. Lei n. 8.142/90

2.7. A Implantação e Operacionalização doSUS

2.7.1. objetivos

2.7.2. atribuições

2.7.2.1. vigilância epidemiológica

2.7.2.2. vigilância sanitária

2.7.2.3. saúde do trabalhador

2.7.2.4. saúde ambiental

2.7.2.5. vigilância nutricional

2.7.2.6. fiscalização de produtos

2.7.2.7. atenção primária

2.8. hierarquização

2.9. Redes de Atenção em Saúde

2.9.1. Atenção Primária

2.9.1.1. atenção básica

2.9.1.1.1. UAPS

2.9.2. Atenção Secundária

2.9.2.1. média complexidade

2.9.2.1.1. Frotinhas

2.9.2.1.2. UPAs

2.9.3. Atenção Terciária

2.9.3.1. alta complexidade

2.9.3.1.1. HGF

2.9.3.1.2. IJF

3. Desafios

3.1. Gestão do SUS

3.1.1. implementação do planejamento ascendente

3.2. 12 anos do SUS

3.2.1. Construção da Equidade

3.2.2. Efetivação da Atenção Básica à Saúde

3.2.3. Reordenamento Organizacional e Programático dos Serviços de Média Complexidade

3.2.4. Investimentos Estratégicos e Utilização da Capacidade Instalada

3.2.5. Reestruturação dos Programas e Projetos Federais Especiais

3.2.6. Financiamento e Orçamentação

3.3. 15 anos – A “adolescência do SUS”

3.3.1. Definição da divisão de responsabilidade entre União, estados e municípios

3.3.2. Integração entre os sistemas municipais

3.3.3. Implantação da política de recursos humanos em saúde

3.3.4. Financiamento e critérios de alocação de recursos

3.3.5. Garantia de resolutividade e acesso aos serviços

3.4. 20 anos de SUS

3.4.1. recursos da saúde garantindo subfinanciamento do setor

3.4.2. maior participação e controle social e fiscalização dos recursos públicos

3.4.3. atuação das políticas públicas integralmente focando a promoção da saúde

3.4.3.1. seguridade

3.4.3.2. educação

3.4.3.3. trabalho

3.4.3.4. habitação

3.4.3.5. transporte

3.4.4. Valorizar os trabalhadores e criar uma carreira de saúde

3.4.5. Reduzir a violência e os acidentes de trânsito

3.4.6. ampliar os serviços de atendimento de urgência e emergência;

3.4.7. Garantir que os gestores proporcionem total atenção à saúde

3.4.8. Reduzir a mortalidade materna

3.4.9. atuar na educação em saúde nas escolas

3.4.10. Diminuir a dependência externa para aquisição de insumos estratégicos e medicamentos

3.4.11. Promover um acolhimento humanizado, um atendimento de qualidade

3.4.12. preparar os serviços para melhor atender os idosos

3.4.13. Alcançar maior eficácia na prevenção e controle de doenças transmissíveis e crônicas

3.5. Desafios atuais

3.5.1. Carta de El Salvador

3.5.1.1. investimento per capita

3.5.1.2. desequilíbrio dos gastos públicos

3.5.1.3. relação público-privado na saúde

3.5.1.4. falta de estabilidade do quadro de pessoal da saúde

3.5.1.5. problemas de gestão e organização do sistema e dos estabelecimentos de saúde

3.5.1.6. modelo de atenção a saúde

3.5.1.6.1. práticas individualistas, biologicistas, curativistas e hospitalocêntricas

3.5.1.7. desmobilização da sociedade civil brasileira

4. Saúde

4.1. Evolução histórica

4.1.1. Modelo mágico-religioso

4.1.1.1. feiticeiros e xamãs

4.1.2. Modelo holístico

4.1.2.1. equilibrio

4.1.2.2. elementos

4.1.2.3. humores

4.1.3. Modelo biomédico

4.1.3.1. ambientais

4.1.3.2. homem "hospedeiro"

4.1.4. Teoria do miasma

4.1.4.1. gazes

4.1.4.2. materia organica

4.1.4.2.1. putrefação

4.1.4.3. doenças

4.1.5. Teoria microbiana,

4.1.5.1. agente causal

4.1.5.1.1. identificação

4.1.5.1.2. isolamento

4.1.5.1.3. estudo

4.1.5.2. caracteristicas