VIAS DE ADMINISTRAÇÃO MAIS COMUNS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
VIAS DE ADMINISTRAÇÃO MAIS COMUNS por Mind Map: VIAS DE ADMINISTRAÇÃO MAIS COMUNS

1. Oral

1.1. DESVANTAGENS:

1.1.1. •Absorção limitada de alguns fármacos •Os alimentos podem Interferir na absorção •É necessária aderência pelo paciente •Os fármacos podem ser blotransformados antes de serem absorvidos slstemlcamente

1.2. VANTAGENS

1.2.1. Via de administração segura e mais comum, conveniente e econômica

2. Intravenosa

2.1. VANTAGENS

2.1.1. • Pode ter efeitos imediatos • Ideal para dosagens de altos volumes • Adequada para substancias irritantes e misturas complexas • Valiosa para situações de emergência • Permite a titulação da dosagem • Ideal para fármacos proteicos de alta massa molecular e peptídeos

2.2. DESVANTAGENS

2.2.1. • Imprópria para substâncias oleosas ou pouco absorvidas • A injeção em bo/us pode resultar em efeitos adversos • A maioria das substâncias deve ser injetada lentamente • São necessárias técnicas de assepsia estritas

3. Subcutânea

3.1. VANTAGENS

3.1.1. • Adequada para fármacos de liberação lenta • Ideal para algumas suspensões pouco solúveis

3.2. DESVANTAGENS

3.2.1. • Dor e necrose se o fármaco é Irritante • Inadequada para fármacos administrados em volumes elevados

4. lntramuscular

4.1. VANTAGENS

4.1.1. • Adequada se o volume é moderado • Adequada para veículos oleosos e certas substãncias irritantes • Preferível à via IV se o paciente deve se autoadministrar

4.2. DESVANTAGENS

4.2.1. • Afeta certos testes de laboratório (creatinaquinase) • Pode ser dolorosa • Pode causar hemorragia intramuscular (evitar durante o tratamento com anticoagulante)

5. Transdérmica

5.1. VANTAGENS

5.1.1. • Evita o efeito de primeira passagem • Conveniente e Indolor • Ideal para fármacos llpofílicos e que requerem administração prolongada •Ideal para fármacos que são elimina· dos rapidamente do organismo

5.2. DESVANTAGENS

5.2.1. • Alguns pacientes são alérgicos aos adesivos, o que pode causar Irritação • O fármaco deve ser multo lipofíllco • Pode causar atraso no acesso ao local de ação farmacológica • Limitado a fármacos que podem ser tomados em doses pequenas diárias

6. Retal

6.1. VANTAGENS

6.1.1. • Evita parcialmente o efeito de primeira passagem • Evita a destruição pela acidez gástrica • Ideal se o fármaco causa êmese • Ideal para pacientes com êmese ou comatosos • A absorção é rápida;

6.2. DESVANTAGENS

6.2.1. • O fármaco pode irritar a mucosa retal

7. lnalatória

7.1. VANTAGENS

7.1.1. • A absorção é rápida; pode ter efeitos imediatos • Ideal para gases • É eficaz para pacientes com problemas respiratórios • A dose pode ser titulada • Se o alvo do efeito é localizado nos pulmões: são usadas doses menores comparadas àquelas que usam as vias oral ou parenteral • Menos efeitos adversos slstêmlcos

7.2. DESVANTAGENS

7.2.1. • Principal via de adlctos (o fármaco pode acessar rapidamente o cérebro) • Os pacientes podem ter dificuldade em regular a dose • Alguns pacientes têm dificuldades no uso dos Inaladores

8. Sublingual

8.1. VANTAGENS

8.1.1. • Evita o efeito de primeira passagem • Evita a destruição pela acidez gástrica •Mantém a estabilidade do fármaco, porque a saliva tem pH relativamente neutro • Pode causar efeitos farmacológicos imediatos

8.2. DESVANTAGENS

8.2.1. • Limitada a certos tipos de fármacos • Limitada a fármacos que podem ser tomados em pequenas doses • Pode perder parte do fármaco se deglutido