แฏฝ๐’‡๐’Š๐’Ž ๐’…๐’‚ ๐’Ž๐’๐’๐’‚๐’“๐’’๐’–๐’Š๐’‚แฏฝ

Comeรงar. ร‰ Gratuito
ou inscrever-se com seu endereรงo de e-mail
Rocket clouds
แฏฝ๐’‡๐’Š๐’Ž ๐’…๐’‚ ๐’Ž๐’๐’๐’‚๐’“๐’’๐’–๐’Š๐’‚แฏฝ por Mind Map: แฏฝ๐’‡๐’Š๐’Ž ๐’…๐’‚ ๐’Ž๐’๐’๐’‚๐’“๐’’๐’–๐’Š๐’‚แฏฝ

1. Porem o movimento republicano passou a ganhar o apoio de diferentes setores

2. As classes medias,fazendeiros ,politicos,militares,membros da igreja,entre outros.Esses grupos defendiam que a implantacao de uma republica seria a unica maneira de modernizar o pais e promover o seu desenvolvimento

3. O grande custo economico da guerra do Paraguai tambem pode ser citado como um dos fatores que ajudam a entender a crise

3.1. Houve grupos sociais que defendiam projetos republicanos,como a inconfidencia mineira e a confederacao do Equador. Porem,esses movimentos nao tiveram o apoio de setores diversos da sociedade brasileira e acabaram sufocados

4. Os positivistas queriam que a monarquia caisse sem provocar uma grande revolta ou um conflito

5. Seus seguidores acreditavam que o avanco do pais so seria possivel caso a monarquia caisse e fosse substituida pela republica

6. A generalizacao das ideias republicanas vinhq acontecendo no Brasil a um certo tempo

7. A criacao de leis levou tambem varias criticas ao governo.Dentre elas a Lei dos saxagenarios,a Lei do ventre livre e outras

8. ๐’Šนas ideias republicanas do final do seculo ๐š‡๐™ธ๐š‡ sofreram forte influencia de uma corrente de pensamentos chamada "๐ฉ๐จ๐ฌ๐ข๐ญ๐ข๐ฏ๐ข๐ฌ๐ฆ๐จ" surgiu na Franca,os positivistas consideravam a historia da humanidade um processo de evolucao constante

9. D.pedro ๐™ธ๐™ธ foi o lider que ficou mais tempo do governo brasileiro (49 anos) nos ultimos 20 anos desse governo foram marcados por varias crises que,aos poucos levaram a queda da monarquia

9.1. O positivismo espalhou-se entre os republicanos

10. โ‚ Ao longo desses 20 anos ๐——.๐—ฃ๐—ฒ๐—ฑ๐—ฟ๐—ผ perdeu apoio de grupos importantes,como a elite cafeicultora,o Exercito e a Igreja.

11. 1-๐‘ด๐’๐’๐’‚๐’“๐’’๐’–๐’Š๐’‚ ๐’†๐’Ž ๐’„๐’“๐’Š๐’”๐’†

12. 7

13. 3-๐๐จ๐ฌ๐ข๐ญ๐ข๐ฏ๐ข๐ฌ๐ฆ๐จ