Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
A Origem da Vida por Mind Map: A Origem da Vida

1. Teorias

1.1. Abiogênese

1.1.1. Surgimento da vida a partir de matérias inanimadas.

1.2. Biogênese

1.2.1. Surgimento da vida a partir de outros seres preexistentes.

1.3. Criacionismo

1.3.1. Surgimento da vida a partir de outros seres preexistentes.

1.4. Panspermia

1.4.1. Chegada da vida a Terra por meio de meteoritos e cometas que se chocavam constantemente sobre sua superfície.

1.5. Evolução pré-biótica

1.5.1. Origem da vida a partir de um processo no qual gases existentes na atmosfera primitiva resultariam em compostos orgânicos simples, estes por desidratação originariam polímeros complexos que finalmente adquiririam capacidades e constituiriam os primeiros seres vivos.

2. Principais estudiosos

2.1. Redi (1626-1697)

2.2. Needham (1713-1781)

2.3. Spallanzani (1729-1799)

2.4. Louis Pasteur (1822-1895)

3. Experimentos

3.1. Caldo nutritivo

3.2. Experimento de Miller

3.2.1. A partir de um tubo fechado de vidro com uma ampola e um processo de condensação, simulando a esfera primitiva, Miller pode tornar viáveis as teorias sobre a evolução pré-biótica.

3.3. Primeira Célula

3.3.1. O pesquisador Sydney Fox, aqueceu proteínas em água levemente salgada, verificando a formação de microsferas correspondentes aos protobiontes, precursores da primeira célula.

4. Primeiras células

4.1. Homoquiralidade

4.1.1. Descoberta para a origem da vida a partir de uma única célula inicial, surgida espontaneamente.

4.2. Quiralidade

4.2.1. O fato de as moléculas de carbono que formam os aminoácidos apresentarem-se em duas versões espelhadas.

5. Oparin (1894-1980)

6. Aquecendo e resfriando o caldo nutritivo em frascos, contendo a contaminação da atmosfera em um e no outro não, pode-se sepultar a teoria da abiogênese.

6.1. Frasco de vidro

6.1.1. Primeiro passo para a contestação da geração espontânea ao retratar a reprodução de moscas em carne, gerando vida.

7. Primeiros seres vivos

7.1. Hipótese Heterotrófica

7.1.1. Consiste no fato de que no início da origem de vida os seres eram muito primitivos para produzirem seu próprio alimento, assim decorrendo a outras fontes contribuindo para escassez de alimentos.

7.1.1.1. Ser procarioto, heterotrófico e anaeróbio

7.2. Hipótese Autotrófica

7.2.1. Baseia-se no fato de que com a escassez de alimentos os seres evoluíram para um processo chamado quimiossíntese, sendo capazes de gerar as moléculas orgânicas a partir da energia liberada por reações químicas entre componentes inorgânicos da crosta terrestre. Sendo precursora, seguida da fermentação, da fotossíntese e, por fim, da respiração aeróbica.

7.3. Hipótese Simbiôgenica

7.3.1. Em um ambiente com oxigênio, a competição favorecia claramente os aeróbios, mais eficientes em processar seus alimentos. Assim, para os anaeróbios em espaços sem oxigênio, sobraria somente a extinção, então eles evoluíram para a simbiose processo no qual teriam englobado seres aeróbios sem efetuar a digestão destes. Ao contrário, eles teriam se beneficiado da energia produzida pelo procarioto incorporado e da proteção da ação tóxica promovida pelo oxigênio, que, em benefício mútuo, forneceria proteção à célula aeróbia menor.

7.3.1.1. Seres procariotos anaeróbicos

7.3.1.2. Hipótese do Sistema de Endomembranas

7.3.1.2.1. Depois que células procarióticas tornaram suas membranas livres das funções oxidativas, já que as "mitocôndrias" mutualísticas já estariam realizando tal função, elas passaram por processos de evaginações (dobras externas) e invaginações (dobras internas) que justificariam o aparecimento de organelas (sistema de endomembranas) e carioteca (membrana nuclear). Assim, formando um sistema de endomembranas.