Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
COVID-19 por Mind Map: COVID-19

1. Os governos de todos os países infectados decretaram quarentena obrigatória à população como medida de prevenção à doença, que possui propagação muito rápida.

1.1. As medidas de prevenção visam "achatar" a curva de crescimento da doença, que tende a ser exponencial.

2. Os Coronavírus são uma grande família viral que causa infecções respiratórias.

3. Recebem esse nome por causa de seu perfil microscópico semelhante a uma coroa.

4. O COVID-19 é o novo agente do coronavírus descoberto em Dezembro de 2019, na China.

5. Em muitos casos da infecção, os sintomas não se manifestam. Nos casos sintomáticos é mais comum ter febre, tosse e dificuldade em respirar.

6. Entre outros possíveis sintomas menos frequentes estão garganta inflamada, corrimento nasal, espirros ou diarreia.

7. O período médio de incubação é de 5 dias, com intervalos que chegam a 14 dias, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

8. Os casos mais graves podem evoluir para pneumonia grave com insuficiência respiratória grave, falência de vários órgãos e morte.

9. As gotículas podem também depositar-se em objetos e superfícies que podem infectar quem nelas toque e leve a mão aos olhos, nariz ou boca.

10. Como medida preventiva, a OMS sugere: lavar bem as mãos com água e sabão; cobrir o nariz e a boca ao espirrar/tossir; evitar aglomerações; deixar os ambientes bem ventilados; não compartilhar objetos pessoais.

11. Não há tratamento comprovado até o momento.

12. Em casos leves deve-se permanecer em casa, em repouso e se hidratar constantemente. Os sintomas podem ser aliviados com antipiréticos como o paracetamol ou dipirona.

13. Em casos graves, onde o paciente apresenta febre acima de 38,5º e dificuldade para respirar, deve-se procurar serviço médico.

13.1. O risco de doença grave ou morte é maior em pessoas de idade avançada e pessoas com comorbidades como hipertensão arterial, diabetes ou doenças cardiovasculares

14. Há testes do tipo sorológicos, que analisam a presença de anticorpos no sangue. Utiliza-se o método PCR.

14.1. Atualmente, investiga-se o paciente tem histórico de viagem para áreas com transmissão local, contato próximo com um paciente diagnosticado ou sintomas respiratórios graves.

15. Notícias falsas compartilhadas pelas redes sociais podem prejudicar a batalha contra o novo coronavírus.

16. O Ministério da Saúde disponibiliza na sua página na internet uma lista de mitos que circulam pelas redes sociais.

17. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios - swab nasal. É necessária a coleta de duas amostras na suspeita do coronavírus.

18. A OCDE avaliou que o mundo vai levar anos para se recuperar do impacto da pandemia.

19. As análises sobre o impacto do surto na economia do Brasil apontam um cenário cada vez mais negativo.

20. Estudos da UFMG apontam que as famílias com renda entre 0 e 2 salários mínimos podem ter sua renda 20% mais impactada do que a média das famílias brasileiras.

21. Como diferenciar a COVID-19 de uma gripe comum?

21.1. COVID-19 é causado pelo novo coronavírus, o tempo de incubação leva cerca de 14 dias, raramente apresenta coriza, há bastante tosse seca.

21.2. A gripe comum é causada pelo vírus influenza, o tempo de incubação é de aproximadamente 4 dias, frequentemente apresenta-se com cansaço, há coriza e dor de cabeça.

21.3. O Ministério também disponibiliza um número para atendimento pelo WhatsApp e um aplicativo chamado "Coronavírus - SUS", no qual é possível informar seus sintomas e ver a probabilidade de possuir a doença.

22. Ainda não se sabe o desfecho mundial desta pandemia devido às diferentes formas de manejo da situação em cada país.

23. A China, que penou no início da epidemia, teve sucesso em controlar o coronavírus e registrou na quarta-feira (18/03), pela primeira vez, um dia sem um único novo caso.