JUNÇÕES CELULARES

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
JUNÇÕES CELULARES por Mind Map: JUNÇÕES CELULARES

1. CONJUNTO DE MOLÉCULAS ORGANIZADAS FORA DA CÉLULA.

2. GLICOPROTEÍNAS ADESIVAS

3. LAMINA E FIBRONECTINA

3.1. SÃO OS MAIS ABUNDANTES.

4. FIBRAS PROTEÍNAS

4.1. FIBRAS COLÁGENAS

4.1.1. COLÁGENO TIPO I

4.1.1.1. RESISTÊNCIA

4.2. FIBRAS ELÁSTICAS

4.2.1. ELASTINA

4.2.1.1. ELASTICIDADE

5. FIBRAS RETICULARES

5.1. COLÁGENO TIPO II

5.1.1. CONEXÃO

6. JUNÇÕES DE ANCORAMENTO

6.1. CONECTAM MECANICAMENTE UMA CÉLULA ÁS CÉLULAS VIZINHAS E/OU Á MATRIZ EXTRACELULAR.

6.2. SÍTIOS DE LIGAÇÃO DE FILAMENTOS DE ACTINA

6.2.1. JUNÇÕES CÉLULA-CÉLULA

6.2.1.1. ADERENTES

6.2.1.1.1. PROTEÍNAS TRANSMEMBRANAS

6.2.1.1.2. SE DISPÕEM EM CINTURÃO

6.2.2. JUNÇÕES CÉLULA-MATRIZ

6.2.2.1. LIGADAS POR FILAMENTOS DE ACTINA

6.2.2.1.1. INTEGRINA

6.3. SÍTIOS DE LIGAÇÃO DE FILAMENTOS INTERMEDIÁRIOS

6.3.1. JUNÇÕES CÉLULA-CÉLULA

6.3.1.1. DESMOSSOMOS

6.3.1.1.1. PROTEÍNAS TRANSMEMBRANAS

6.3.1.1.2. PROPORCIONA FORÇA MECÂNICA

6.4. ETAS JUNÇÕES SÃO MAIS ABUNDANTES EM TECIDOS QUE SÃO SUBMETIDOS A TENSÃO MECÂNICA CONSTANTE,COMO A PELE E O CORAÇÃO .

7. JUNÇÕES COMUNICANTES

7.1. PERMITEM A PASSAGEM DE SINAIS ELÉTRICOS OU QUÍMICOS ENTRE AS CÉLULAS ADJACENTES

7.2. PERMITEM O MOVIMENTO DE MOLÉCULAS E ÍONS, DIRETAMENTE DO CITOSOL DE UMA CÉLULA PARA OUTRAS.

7.3. JUNÇÕES TIPO FEDA

7.3.1. ANIMAIS

7.3.2. PROTEÍNAS

7.3.2.1. CONEXINAS

7.3.2.2. INEXINAS

7.4. PLASMODESMATO

7.4.1. PLANTAS

8. JUNÇÕES SINALIZADORAS

8.1. célula comunica-se com outra a partir de sinais por elas emitidos.

8.2. SINAPSE QUÍMICA

8.2.1. SISTEMA NERVOSO

8.3. SINAPSE IMUNOLÓGICA

8.3.1. SISTEMA IMUNE

8.4. CONTATOS DE SINALIZAÇÃO

8.4.1. CÉLULA-CÉLULA

8.4.2. RECEPTOR LIGANTE

8.4.2.1. TRANSMEMBRANA

9. JUNÇÕES OCLUDENTES, DE ANCORAMENTO E COMUNICANTES PODEM APRESENTAR FUNÇÕES SINALIZADORAS.

10. JUNÇÕES OCLUDENTES

10.1. SELAM AS CÉLULAS EM UM CANAL EPITELIAL PARA IMPEDIR A PASSAGEM DE MOLÉCULAS ENTRE ELAS.

10.1.1. JUNÇÕES COMPOSTAS

10.1.1.1. VERTEBRADOS

10.1.2. JUNÇÕES SEPTADAS

10.1.2.1. INVERTEBRADOS

10.2. PROTEÍNAS ENVOLVIDAS

10.2.1. CLAUDINAS

10.2.1.1. OCLAUDINAS

10.2.2. PERMITEM QUE AS CAMADAS CELULARES ATUEM COMO UMA BARREIA Á DIFUSÃO DE SOLUTOS.

11. MOLÉCULAS DE ADESÃO CELULAR

11.1. CADERINA

11.1.1. CONTROLAM A ORGANIZAÇÃO SELETIVA DAS CÉLULAS.

11.1.2. PERMITE QUE CÉLULAS DE TIPOS SIMILARES MANTENHAM-SE UNIDAS E SEGREGADAS DE OUTROS TIPOS CELULARES.

11.1.3. SE LIGAM HOMOFILICAMENTE UMA ÁS OUTRAS.

11.1.4. DEPENDE DO CÁLCIO.

11.2. SELECTINA

11.2.1. DEPENDE DO CÁLCIO.

11.2.2. LIGAÇÃO HETERÓFILICA.

11.2.3. IMPORTANTE PARA MIGRAÇÃO DE LEUCÓCITOS

11.2.3.1. FIXA O LEUCÓCITOS AO ENDOTÉLIO DO VASO.

11.3. INTEGRINA

11.3.1. MODULADOR CHAVE DO COMPORTAMENTO CELULAR.

11.3.2. MOLÉCULAS DE SINALIZAÇÃO .

11.4. IMUNOGLOBULINA

11.4.1. INDEPENDEM DE CÁLCIO.

12. MATRIZ EXTRACELULAR

12.1. PREENCHIMENTO;

12.2. PRINCIPAIS FUNÇÕES

12.2.1. CONFERE RESISTÊNCIA E ELASTICIDADE AOS TECIDOS;

12.2.2. FORMA O MEIO PELO QUAL HÁ A MIGRAÇÃO DE CÉLULAS PELOS TECIDOS,ETC.

12.3. COMPOSIÇÃO QUÍMICA

12.3.1. COMPONENTE FLUIDO

12.3.1.1. FORMA O MEIO PELO QUAL CHEGA NUTRIENTES E SAEM RESÍDUOS.

12.3.1.2. SUBSTÂNCIA FUNDAMENTAL

12.3.1.2.1. ÁGUA

12.3.1.2.2. GLICOSAMINOGLICANOS

12.3.1.2.3. PROTEOGLICANOS

12.3.2. COMPONENTE FIBROSO

13. ESPECIALIZAÇÃO DA MEMBRANA PLASMÁTICA QUE INTERCONECTA CÉLULAS VIZINHAS DENTRO DE UM TECIDO.