Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Circulação por Mind Map: Circulação

1. Aberta

1.1. Artrópodes

1.1.1. Aracnídeos

1.1.1.1. Os aracnídeos possuem um órgão denominado de PULMÃO FOLIÁCEO (estrutura cheia de bolsas com paredes finas e muito dobradas - lamelas)

1.1.2. Crustáceos

1.1.2.1. Os crustáceos possuem em sua maioria branquias como principal órgão respiratório.

1.1.2.1.1. A circulação é feita através hemoceles (contato direto com o sangue). O sangue ou hemolinfa passa pelos órgãos respiratórios > coração > artérias > hemocele > vasos coletores > seio pericárdico > óstios > coração...

1.1.3. Insetos

1.1.3.1. Os insetos possuem um sistema denominado de traqueias, que se abrem a partir do espiráculo.

1.2. Moluscos

1.2.1. Bem como os artrópodes os moluscos também possuem sistema de hemocele, a unica diferença é o coração, nos moluscos o coração possui dois átrios e um único ventrículo. Em grande maioria dos moluscos o órgão respiratório é a branquia, mas presente também pulmões e respiração cutânea

2. S/ Sistema Circulatório

2.1. Poríferos

2.1.1. Processo de filtração que passa pelos óstios ou poro dérmico (presentes na pinacoderme) > espaços subdérmicos > átrio > osculo. Nutrientes distribuídos por difusão.

2.2. Cnidários

2.2.1. Sem sistema circulatório independente. Circulação assumida pelo celêntero, as trocas gasosas através da superfície e distribuído através de difusão.

2.3. Platelmintos

2.3.1. Sem estrutura para circulação ou trocas gasosas. Trocas gasosas pela parede corporal e distribuídos por difusão.

2.4. Nematodas

2.4.1. Função de circulação e troca gasosa são realizados do difusão. Alguns nematoides possuem hemoglobina para transportar e armazenar oxigênio.

3. Fechada

3.1. Invertebrados

3.1.1. Anelídeos

3.1.1.1. A torca gasosa dos anelídeos é através de branquias ou através da superfície da pele. Possui dois grandes vasos dorsal e ventral que leva o fluido oxigenado a cada parte do corpo segmentado.

3.1.2. Moluscos

3.1.2.1. Cefalópodes

3.1.2.1.1. Os cefalópodes possuem 3 corações: 2 Branquiais + 1 sistêmico. O sangue passa pelas branquias, é bombeado através dos corações branquiais para o restante do corpo e o sangue venoso sobe através de artérias para o coração cefálico, onde é bombeado para as branquias que fazem as trocas gasosas.

3.2. Vertebrados

3.2.1. Peixes

3.2.1.1. Cartilaginosos

3.2.1.1.1. Respiração Branquial

3.2.1.2. Osseos

3.2.1.2.1. Respiração Branquial

3.2.1.2.2. Respiração Pulmonar

3.2.2. Anfibio

3.2.2.1. O coração é constituído por um ventrículo não dividido e dois átrios separados. Os anfíbios tem uma circulação sanguínea dupla incompleta, porque o sangue que é proveniente do átrio direito e do esquerdo se misturam, mesmo que em pouca quantidade. O átrio direito recebe sangue oxigenado dos pulmões e esquerdo recebe sangue venoso da circulação sistêmica geral. O sangue é oxigenado e passa para a circulação geral e o sangue pobre de oxigênio entra na circulação pulmonar. Mas apresentam a respiração cutânea e na fase imatura branquias.

3.2.3. Repteis

3.2.3.1. Os répteis não-crocodilianos possuem átrios completamente separados, mas o ventrículo é parcialmente dividido, e a mistura de sangue oxigenado e não oxigenado que ocorre é muito pouca. O coração dos crocodilos é mais evoluído e possuem um ventrículo completamente dividido em duas partes como o dos mamiferos. O sangue oxigenado não se mistura mais com o venoso no ventrículo. A circulação parece perfeita, mas são sempre os dois arcos aórticos, um dos quais tem origem no ventrículo direito e o outro no esquerdo. Então, o sangue venoso vai em circulação através da aorta, porém nos crocodilos o arco esquerdo, no qual passa o sangue venoso, é mais estreito que o outro; e entre os dois arcos arcos existe uma comunicação, o forâmen de Panizza, que permite ao sangue oxigenado de passar do arco direito para o esquerdo, e em circulação entra, principalmente, sangue oxigenado.

3.2.4. Aves

3.2.4.1. Nas aves a circulação é dupla e completa com o coração, que tem dois átrios e dois ventrículos separados entre eles Nas aves, o arco aórtico direito é mantido. Uma diferença de importância fisiológica é que as aves mantiveram a circulação porta renal. A divisão do coração e a separação em circulações pulmonar e sistêmica completa tem como conseqüência uma diferença de pressão, pois a resistência no sistema pulmonar é muito menor que na circulação sistêmica e a pressão sanguínea na circulação pulmonar é somente uma pequena fração da pressão na parte sistêmica. A divisão do coração e a separação em circulações pulmonar e sistêmica completa tem como conseqüência uma diferença de pressão, pois a resistência no sistema pulmonar é muito menor que na circulação sistêmica e a pressão sanguínea na circulação pulmonar é somente uma pequena fração da pressão na parte sistêmica.

3.2.5. Mamíferos

3.2.5.1. Nos mamíferos a circulação é dupla e completa com o coração, que tem dois átrios e dois ventrículos separados entre eles. Nos mamíferos é mantido o arco aórtico esquerdo. A circulação porta renal está ausente nos mamíferos. A divisão do coração e a separação em circulações pulmonar e sistêmica completa tem como conseqüência uma diferença de pressão, pois a resistência no sistema pulmonar é muito menor que na circulação sistêmica e a pressão sanguínea na circulação pulmonar é somente uma pequena fração da pressão na parte sistêmica.