Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Período Simples por Mind Map: Período Simples

1. Sujeito

1.1. O sujeito é um dos termos essenciais da oração, geralmente responsável por realizar ou sofrer uma ação ou estado.

1.2. Simples

1.2.1. Sujeito simples é quando a oração possui apenas um núcleo do sujeito ou Sintagma Nominal (SN). Núcleo do sujeito: É a palavra base (principal) do sujeito e pode ser um substantivo ou um pronome.

1.3. Composto

1.3.1. Sujeito composto é aquele que é formado por dois ou mais núcleos.

2. Predicado

2.1. Predicado é o que se afirma ou se nega a respeito do sujeito da oração.

2.2. Verbal

2.2.1. O predicado verbal é um tipo de predicado que tem como núcleo um verbo ou uma locução verbal que transmite a ideia de ação.

2.3. Nominal

2.3.1. O predicado nominal é um tipo de predicado que tem como núcleo um nome (substantivo ou adjetivo). Além disso, ele indica estado ou qualidade de algo, sendo formado por um verbo de ligação e o predicativo do sujeito.

2.4. Verbo-Nominal

2.4.1. O predicado verbo-nominal é um tipo de predicado que apresenta dois núcleos, sendo que um deles é um verbo, e o outro, um nome (substantivo ou adjetivo). ... Ao mesmo tempo que esse tipo de predicado indica a ação do sujeito, ele informa sua qualidade ou estado.

3. Adjunto Adnominal

3.1. Adjunto adnominal é o termo acessório da oração que tem a função de caracterizar ou determinar um substantivo. Isso pode ser feito através de artigos, adjetivos e outros elementos que desempenhem a função adjetiva.

4. Complemento Nominal

4.1. O complemento nominal é o termo da oração que, sempre precedido por uma preposição (de, a, com, em, por,…), completa o sentido de um substantivo abstrato, de um adjetivo ou de um advérbio que, sozinhos, têm significado incompleto, necessitando do complemento nominal para completar o seu sentido.

5. Aposto

5.1. Aposto é um termo que se junta a outro de valor substantivo ou pronominal para explicá-lo ou especificá-lo melhor. Vem separado dos demais termos da oração por vírgula, dois-pontos ou travessão. Por Exemplo: Ontem, segunda-feira, passei o dia com dor de cabeça.

6. Predicativo

6.1. Predicativo é o termo que confere ao sujeito ou ao objeto uma qualidade, uma característica.

6.2. Existem dois tipos de predicativo:

6.2.1. Predicativo do sujeito é o termo do predicado que tem a função de atribuir uma qualidade ao sujeito. Essa função é feita por meio de um verbo que pode ou não ser de ligação. Nesse caso, a função do verbo é informar algo relacionado ao sujeito.

6.2.2. O Predicativo do Objeto é o elemento que atribui uma característica, estado ou qualidade ao objeto. Ele ocorre quando o predicado é verbo-nominal e funciona como núcleo nominal do predicado. Exemplos: O professor deixou João desconsolado.

7. Objeto

7.1. O objeto direto e o indireto são termos integrantes da oração que completam o sentido dos verbos transitivos. - vem sempre associado a um verbo transitivo; ... - indica o paciente, o alvo ou o elemento sobre o qual recai a ação verbal.

7.1.1. O Objeto Direto é um complemento verbal que, geralmente, não é acompanhado por preposição. ... Assim, os verbos transitivos diretos não exigem complemento com preposição.

7.1.2. Objeto Indireto. É o termo que completa o sentido de um verbo transitivo indireto. Vem sempre regido de preposição clara ou subentendida. Atuam como objeto indireto os pronomes: lhe, lhes, me te, se, nos, vos.

8. Agente da passiva

8.1. O agente da passiva é o complemento da frase que pratica a ação sofrida ou recebida pelo sujeito. Portanto, se a ação é sofrida, temos o sujeito paciente na forma verbal da voz passiva. Geralmente ele é introduzido por uma preposição (por, a, de).

9. Adjunto Adverbial

9.1. É o termo da oração que indica uma circunstância (dando ideia de tempo, lugar, modo, causa, finalidade, etc.). O adjunto adverbial é o termo que modifica o sentido de um verbo, de um adjetivo ou de um advérbio.