ORGANIZAÇÃO, SISTEMAS E MÉTODOS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
ORGANIZAÇÃO, SISTEMAS E MÉTODOS por Mind Map: ORGANIZAÇÃO, SISTEMAS E MÉTODOS

1. COMPONENTES DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

2. PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO DE ACORDO COM FAYOL

2.1. DIVISÃO DO TRABALHO - AUTORIDADE

2.2. DISCIPLINA - UNIDADE DE COMANDO

2.3. UNIDADE DE DIREÇÃO - SUBORDINAÇÃO DOS INTERESSES PARTICULARES AO INTERESSE GERAL

2.4. REMUNERAÇÃO - CENTRALIZAÇÃO

2.5. HIERARQUIA - ORDEM

2.6. EQUIDADE - ESTABILIDADE DO PESSOAL

2.7. INICIATIVA - UNIÃO DO PESSOAL

3. REPRESENTA A FORMA DE INSTRUMENTALIZAÇÃO UTILIZADA PELO ANALISTA DE OSM QUANDO DA REALIZAÇÃO DA ANÁLISE DA DISTRIBUIÇÃO DO TRABALHO

4. A DISTRIBUIÇÃO DO TRABALHO CORRESPONDE A UMA TÉCNICA ESPECIALIZADA DE OSM, QUE TEM POR FINALIDADE AVALIAR AS FORMAS DE DISTRIBUIÇÃO DAS ATIVIDADES EXISTENTES NA ORGANIZAÇÃO ENTRE OS SEUS DIVERSOS ÓRGÃOS, DEFININDO, ASSIM, AS TAREFAS INDIVIDUAIS DE CADA EMPREGADO

5. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO DO TRABALHO

6. LAYOUT PELO PRODUTO

7. O GESTOR ORGANIZACIONAL E A EMPRESA CONTEMPORÂNEA

7.1. FUNCIONAMENTO DAS ORGANIZAÇÕES: PRINCIPAIS COMPONENTES

7.1.1. TANGÍVEL

7.1.2. INTANGÍVEL

7.1.3. PODEM SER ABORDADOS COMO:

7.1.4. FORMAL

7.1.5. INFORMAL

7.2. OUTROS COMPONENTES IMPORTANTES PARA O FUNCIONAMENTO DAS ORGANIZAÇÕES

7.2.1. OBJETIVOS

7.2.2. RECURSOS

7.2.3. PROCESSOS DE TRANFORMAÇÃO

7.2.4. DIVISÃO DO TRABALHO

7.2.5. NAS ORGANIZAÇÕES, OS ADMINISTRADORES OU GERENTES SÃO OS RESPONSÁVEIS PELO DESEMPRENHO DE SUA EQUIPE

7.2.5.1. AS COMPETÊNCIAS GERENCIAS SÃO SUBDIVIDAS EM:

7.2.5.2. COMPETÊNCIAS INTELECTUAIS

7.2.5.3. COMPETÊNCIAS INTERPESSOAIS

7.2.5.4. COMPETÊNCIAS TÉCNICAS

7.2.5.5. COMPETÊNCIA INTRAPESSOAL

8. CAP. 5 MANUAIS ADMINISTRATIVOS E DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL

8.1. PRINCIPAIS TIPOS DE MANUAIS UTILIZADOS PELAS ORGANIZAÇÕES:

8.1.1. MANUAL DE FINALIDADE MÚLTIPLA

8.1.2. MANUAL DO EMPREGADO

8.1.3. MANUAL DE INSTRUÇÕES ESPECIALIZADAS

8.1.4. MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

8.1.5. MANUAL DE POLÍTICAS E DIRETRIZES

8.1.6. MANUAL DA ORGANIZAÇÃO

8.2. MUDANÇA ORGANIZACIONAL

8.2.1. DIZ RESPEITO A TODA E QUALQUER ALTERAÇÃO NECESSÁRIA E EXISTENTE NA ORGANIZAÇÃO, MAS QUE DEVE SER DEVIDAMENTE PENSADA E PLANEJADA PARA QUE OBTENHA SUCESSO

8.2.1.1. MUDANÇAS NA CULTURA ORGANIZACIONAL

8.2.1.2. MUDANÇAS NOS PRODUTOS//SERVIÇOS

8.2.1.3. MUDANÇAS NA TECNOLOGIA

8.2.1.4. MUDANÇAS NA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

8.2.1.5. CARACTERÍSTICAS DOS TIPOS DE MUDANÇA

8.2.2. O PROCESSO DE MUDANÇA PODE GERAR TRÊS EFEITOS SOBRE O COMPORTAMENTO DO INIVIDUO

8.2.2.1. SITUAÇÃO DE ACEITAÇÃO

8.2.2.2. SITUAÇÃO DE ALIENAÇÃO

8.2.2.3. SITUAÇÃO DE RESISTÊNCIA

8.3. NOVOS DESENHOS E FERRAMENTAS PARA OSM

8.3.1. UMA ORGANIZAÇÃO MODERNA PRECISA TER FLEXIBILIDADE E UTILIZAR FERRAMENTAS INOVADORAS, ESTRATÉGICAS, PARA ENFRENTAR O SEU DIA A DIA

8.3.2. FERRAMENTAS PARA OSM

8.3.3. ARQUITETURA ORGANIZACIONAL

8.3.4. BENCHMARKING E EMPOWERMENT

8.3.4.1. OUTROS TIPOS DE BENCHMARKING

8.3.4.1.1. INTERNO

8.3.4.1.2. COMPETITIVO

8.3.4.1.3. FUNCIONAL

8.3.4.1.4. GENÉRICO

9. GESTÃO DE PROCESSOS: GRÁFICOS DE ORGANIZAÇÃO E CONTROLE

9.1. SENSIBILIZAÇÃO (ETAPA ZERO) É O MOMENTO EM QUE OS INDIVÍDUOS ENVOLVIDOS NO PROJETO TEM O SEU PRIMEIRO CONTATO COM O QUE SERÁ EXECUTADO E SE MOSTRAR IMPORTANTE POR PERMITIR PARTICIPAÇÃO E PODER DE SUGESTÃO PARA O PROJETO ANTES DE SEU INÍCIO

9.1.1. NA ETAPA ZERO OCORREM ENCONTROS, REUNIÕES, WORKSHOPS E OUTROS EVENTOS

9.2. ETAPAS SEGUINTES A SENSIBILIZAÇÃO

9.3. DEFINIÇÃO DO OBJETO DE ESTUDO

9.4. GERAÇÃO DE UMA PESQUISA PRELIMINAR

9.5. DESENHO DO PROJETO

9.6. EXECUÇÃO DO PROJETO

9.7. ALINHAMENTO DOS PRINCIPAIS PROBLEMAS E NECESSIDADES

9.8. FORMULAÇÃO E ESCOLHA DE ALTERNATIVAS DE AÇÃO

9.9. MUDANÇA, ACOMPANHAMENTO, INTRODUÇÃO DE MECANISMOS REGULATÓRIOS

9.10. REAVALIAÇÃO

9.11. ETAPAS DO PROCESSO DE REENGENHARIA

9.11.1. IMPLANTAÇÃO DO NOVO PROCESSO

9.11.2. REDESENHO DO PROCESSO

9.11.3. ANÁLISE CRÍTICA DO PROCESSO

9.11.4. LEVANTAMENTO DETALHADO DO PROCESSO

9.11.5. IDENTIFICAÇÃO DO PROCESSO PROBLEMÁTICO

10. CAP. 3 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL, DEPARTAMENTALIZAÇÃO E ORGANOGRAMA

10.1. DETERMINAR A ORDEM PELA QUAL AS DECISÕES SÃO TOMADAS E ONDE SÃO EXECUTADAS AS ATIVIDADES DA ORGANIZAÇÃO

10.1.1. A ORGANIZAÇÃO PODE SER COMPOSTA POR UMA ESTRUTURA FORMAL OU INFORMAL

10.1.1.1. SISTEMAS DE RESPONSABILIDADE

10.1.1.2. SISTEMAS DE AUTORIDADE

10.1.1.3. SISTEMA DE COMUNICAÇÕES

10.1.1.4. SISTEMAS DE DECISÃO

10.2. REGULAMENTAR AS VARIAÇÕES INDIVIDUAIS SOBRE A ORGANIZAÇÃO

10.3. ATINGIR METAS ORGANIZACIONAIS

10.4. FUNÇÕES BÁSICAS DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

10.5. O PODER DECISÓRIO DE UMA ORGANIZAÇÃO É DIVIDIDO EM:

10.5.1. DESCENTRALIZAÇÃO

10.5.1.1. NÍVEIS DE INFLUÊNCIA E ABRANGÊNCIA DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

10.5.1.1.1. ESTRATÉGICO

10.5.1.1.2. TÁTICO

10.5.1.1.3. OPERACIONAL

10.5.2. DELEGAÇÃO

10.5.3. CENTRALIZAÇÃO

10.6. REPRESENTAÇÃO GRÁFICA

10.6.1. ORGANOGRAMA

10.6.1.1. TIPOS DE ORGANOGRAMAS

10.6.1.1.1. ORGANOGRAMA CLÁSSICO OU VERTICAL

10.6.1.1.2. ORGANOGRAMA HORIZONTAL

10.6.1.1.3. ORGANOGRAMA CIRCULAR OU RADIAL

10.6.1.1.4. ORGANOGRAMA FUNCIONAL

10.6.1.1.5. ORGANOGRAMA MATRICIAL

11. ARRANJO FÍSICO(LAYOUT) E ANÁLISE DA DISTRIBUIÇÃO DOS TRABALHOS

11.1. PRINCIPAIS TIPOS DE LAYOUT

11.1.1. LAYOUT EM CORREDOR

11.1.2. LAYOUT EM ESPAÇO ABERTO

11.1.3. LAYOUT PANORÂMICO

11.1.4. LAYOUT DE ESCRITÓRIO

11.1.5. LAYOUT DE FÁBRICA

11.1.5.1. LAYOUT PELO PROCESSO

11.2. UM PROJETO DE LAYOUT PODE SER IMPLANTADO EM 6 ETAPAS:

11.2.1. LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES

11.2.2. ANÁLISE DO LEVANTAMENTO

11.2.3. PLANEJAMENTO DA SOLUÇÃO

11.2.4. CRÍTICA DO PLANEJAMENTO

11.2.5. IMPLANTAÇÃO

11.2.6. CONTROLE DOS RESULTADOS