DESENVOLVIMENTO HUMANO

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
DESENVOLVIMENTO HUMANO por Mind Map: DESENVOLVIMENTO HUMANO

1. OS FATORES QUE INFLUENCIAM O DESENVOLVIMENTO HUMANO

1.1. Hereditariedade

1.1.1. A carga genética.

1.1.2. Dependendo das condições do meio.

1.2. Crescimento orgânico

1.2.1. Refere-se ao aspecto físico.

1.2.2. Permitem comportamentos e um domínio do mundo.

1.3. Maturação neurofisiológica

1.3.1. É o que torna possível

1.4. Meio

1.4.1. O conjunto de influências e estimulações ambientais altera os padrões de comportamento do indivíduo.

2. ASPECTOS DO DESENVOLVIMENTO HUMANO

2.1. Aspecto físico-motor

2.1.1. Crescimento orgânico.

2.1.2. À maturação neurofisiológica.

2.1.3. À capacidade de manipulação de objetos.

2.2. Aspecto intelectual

2.2.1. É a capacidade de pensamento, raciocínio.

2.3. Aspecto afetivo-emocional

2.3.1. É o sentir.

2.3.1.1. Vergonha

2.3.1.2. Medo

2.3.1.3. Alegria

2.4. Aspecto social

2.4.1. Reação no meio social

3. A TEORIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO DE JEAN PIAGET

3.1. 1º período: Sensório-motor (0 a 2 anos)

3.1.1. Reflexos simples.

3.1.1.1. Sugando objetos na boca.

3.1.1.2. Seguir objetos interessantes com os olhos.

3.1.2. Reações circulares primárias.

3.1.2.1. A imitação ou reprodução

3.1.3. Reacções circulares secundárias: de 4 a 8 meses

3.1.3.1. Repetir ações com um propósito.

3.1.4. Coordenação de reações circulares secundárias: de 8 a 12 meses

3.1.4.1. Ações orientadas.

3.1.5. Reações circulares terciárias: de 12 a 18 meses

3.1.5.1. A explorar

3.1.5.2. Investigar objetos

3.1.5.3. Descoberta

3.1.6. Internalização de esquemas: de 18 a 24 meses.

3.1.6.1. Usar símbolos primitivos.

3.1.6.2. A criatividade.

3.2. 2° período: Pré-operatório (2 a 7 anos)

3.2.1. O aparecimento da linguagem.

3.2.1.1. A interação e a comunicação.

3.2.1.2. Exteriorização da vida interior.

3.2.1.3. Possibilidade de corrigir ações futuras.

3.2.1.4. Desenvolvimento do pensamento.

3.2.2. Jogo simbólico

3.2.2.1. Referencial para explicar o mundo real.

3.2.2.2. Egocentrismo intelectual e social.

3.2.3. Procurar a razão causal e finalista de tudo.

3.2.4. Sentimentos interindividuais.

3.2.4.1. Respeito

3.2.4.2. Amor e temor

3.2.5. Valores própria da criança.

3.2.6. A maturação neurofisiológica completa-se.

3.2.6.1. Novas habilidades.

3.2.6.2. coordenação motora fina

3.3. 3º período: Operações concretas (7 a 11 ou 12 anos)

3.3.1. Construção lógica.

3.3.1.1. Autonomia pessoal.

3.3.1.2. Trabalhar em grupo.

3.3.1.3. As operações.

3.3.1.3.1. Conservação.

3.3.1.3.2. Classificação.

3.3.1.3.3. Seriação.

3.3.1.3.4. Reversibilidade

3.3.1.3.5. Transitividade

3.3.1.3.6. Descentramento

3.3.1.4. Pensamento concreto.

3.4. 4º período: Operações formais (11 ou 12 anos em diante).

3.4.1. Pensamento formal, abstrato.

3.4.2. Exercício da reflexão

3.4.3. Antissocial?

3.4.4. Conflitos.

3.4.5. Libertar-se do adulto.

3.4.6. Desejo de ser aceito.

4. O ENFOQUE INTERACIONISTA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO: VIGOTSKI.

4.1. A visão do desenvolvimento infantil.

4.1.1. Três aspectos:

4.1.1.1. Instrumental.

4.1.1.2. Cultural.

4.1.1.3. Histórico.

4.2. Interação social.

4.3. Processos psicológicos

4.3.1. Inter psíquicos (partilhados entre pessoas),

4.3.2. Intrapsíquicos.

4.4. Desenvolvimento cognitivo

4.4.1. Internalização da interação social.

4.5. Mediação simbólica

4.5.1. Instrumentos e signos.

4.6. Zona de desenvolvimento proximal.

5. VIGOTSKI E PIAGET

6. PSICOLOGIA

7. Edson do Nascimento Júnior