A evolução das eras da internet

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
A evolução das eras da internet por Mind Map: A evolução das eras da internet

1. Conceito

1.1. A Web X.0 é mais do que a web social e a semântica. É a web extendida, da Internet virtual para o envolvimento direto com a sua vida.

2. Aplicações

2.1. Aplicações e conteúdos inteligentes agora já podem ser operados no seu celular enquanto você se move

2.2. Novo nó

3. Web x.0

4. Aplicações

4.1. Websites para publicações de páginas HTML

4.2. Servidores de Arquivos e de Banco de Dados

4.3. Servidores de Web

4.4. Portais de Empresas ou de Conteúdo

4.5. Engenhos de busca (Altavista, Yahoo)

4.6. PIMs (Gerenciadores de Informação Pessoal)

4.7. Webmails (Hotmail, Yahoo)

4.8. Compartilhadores arquivos por pares P2P (Napster)

5. Web 1.0

6. Conceito

6.1. Novo nó

6.2. Focada na conexão de informação, com o mínimo de conectividade social e com a construção do conhecimento, utilizando-se de recursos tecnológicos básicos (servidores de arquivos, engenhos de buscas, compartilhamento de arquivos entre pessoas).

7. Utlização

7.1. Nos Negócios

7.2. O e-comércio era baseado na simples oferta de produtos e serviços através de catálogos descritivos (Amazon, Ebay)

7.3. O marketing era baseado em publicações de anúncios em sites corporativos. Uso de formulários para levantamento da visão ou necessidades dos consumidores

7.4. Na Educação

7.5. Publicação de conteúdos para serem baixados e lidos pelos alunos

7.6. Cursos online com atividades de aprendizado através de roteiros e tutoriais pré-definidos pelos professores

8. Video

8.1. http://www.youtube.com/watch?v=vtVxC9ocEu4&feature=related

9. Video

9.1. http://www.youtube.com/watch?v=OMRUICyghuk&feature=related

10. Web 2.0

11. Conceito

11.1. Focada na conexão entre pessoas, ainda com um mínimo de conectividade com de conhecimento e raciocínio, mas com participação e interação crescente das pessoas na geração e uso de mídias sociais através de blogs, redes sociais, wikis, mashups.

12. Definições

12.1. Uma mudança significativa na forma de como conteúdos e valores associados são social e colaborativamente co-criados pelos próprios usuários da web. A Internet passa a ser vista como uma plataforma sempre em desenvolvimento com ambientes e ferramentas sociais, que permitem a valorização de experiências pessoais, com compartilhamento de conhecimento, o que acarreta um maior poder para comunidades.

13. Utilização

13.1. Nos Negócios

13.2. O número explosivo de aplicações nas nuvens com opções gratuítas, até sem fazer registro, como um atrativo para a versão premium, paga ( ferramenta de mapas conceituais MindMeister).

14. Web 3.0

15. Conceito

15.1. Focada na conexão com conhecimento com alguma conectividade social mas com crescente conectidade com o conhecimento e raciocínio, usando mecanismos inteligência artificial , tesauros, taxonomias, web robots

16. Definição

16.1. A Web 3.0 é uma evolução da Internet dos documentos, disponibilizados para as pessoas lerem, para a Internet dos dados para os computadores manipularem.

17. Utilização

17.1. A ultlização isso tem sido alcançado principalmente através da criação, por comunidades de interessados, de conceitualizações comuns chamadas de ontologias. Por exemplo, na área de biologia existe um significativo esforço colaborativo para, a partir da grande quantidade de comprovações e experimentos da área, sejam levantados dados básicos intercambiáveis e logicamente bem formados, de forma a que permitam a integração entre os mesmos e a incorporação da realidade biológica. Ontologias como essa tem sido criadas em diversas outras áreas, como medicina, ciências ambientais, governos, negócios, comércio.

18. Interação

18.1. A possível integração da Web 3.0 com o social, inferindo informação semântica dos dados que estamos usando diretamente, sem necessidade de criação de representações de metadados à parte. Seria a Web 3.0, através de agentes invisíveis e inteligentes (webbots) inferindo significado semântico a partir dos conteúdos existentes nas páginas da Web, se integrando ao dia a dia de uso dos usuários e não somente em aplicações específicas.