pseudomas aeroginosa

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
pseudomas aeroginosa por Mind Map: pseudomas aeroginosa

1. Infecções cutâneas e de tecido mole

2. Em queimaduras, a região sob a escara pode ser intensamente infiltrada com microrganismos, com frequência servindo como um foco para subsequente bacteremia, uma complicação letal na maioria das vezes.

3. Lesões com perfuração profunda no pé são geralmente infectadas por P. aeruginosa. Pode haver seios de drenagem, celulite e osteomielite como resultado.

4. infecções do trato respiratório P. aeruginosa é uma causa frequente de pneumonia associada a ventiladores. Nos pacientes infectados pelo HIV Pseudomonas geralmente causa pneumonia ou sinusite. Bronquite por Pseudomonas é comum mais tarde, na evolução da fibrose cística. Isolamentos dos pacientes com fibrose cística têm uma característica morfológica colonial mucoide e resultam em prognóstico pior do que Pseudomonas não mucoides.

5. -Infecções Otológicas: Otites – É uma infecção do canal auditivo externo, conhecida como ouvido do nadador, decorrente da exposição prolongada a água doce, ou a otite externa maligna, esta infecção causa uma dor intensa e lesão nervosa e é mais comum em indivíduos diabéticos

6. -Infecções Oftalmológicas: A Pseudomonas aeruginosa pode produzir úlceras no olho após penetrá-lo através de uma lesão oftálmica de uma lente de contato ou de um líquido para lente de contato contaminado

7. Prevenção É difícil prevenir infecções por pseudomonas porque estão amplamente distribuídas no meio ambiente, principalmente no hospitalar, mas se recomenda: Lavar as mãos regularmente. Não tocar feridas sem luvas. Desinfectar os ar-condicionados, pias e outros equipamentos com umidade. Trocar regulamente as sondas e cateteres. Isolamento de pacientes imunocomprometidos e queimados. A profilaxia com probiótico Lactobacillus pode retardar a infecção por colonização de Pseudomonas nos sistemas respiratório e gástrico.

8. É um patogênico oportunista, ou seja, que raramente causa doenças em um sistema imunológico saudável, mas explora eventuais fraquezas do organismo para estabelecer um quadro de infecção. Essa característica, associada à sua resistência natural a um grande número de antibióticos e antissépticos a torna uma importante causa de infecções hospitalares