Potência econômica do Japão.

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Potência econômica do Japão. por Mind Map: Potência econômica do Japão.

1. O grande crescimento que conseguiu obter em três diferentes períodos da história.

1.1. Fundação do Edo: ocorreu em 1603 e foi a fase de grande isolamento político-econômico do Japão, além de ter ocorrido certa rigidez no controle econômico interno, fazendo com que os feudos ficassem sob a imposição dos códigos de leis.

1.2. Restauração Meiji: período de várias transformações do governo do imperador Meiiji, em 1868. As mudanças não aconteceram apenas na economia, mas em vários outros âmbitos: educação, religião, instituição, etc.

1.3. Derrota na Segunda Guerra Mundial: como já foi colocado acima, logo depois que o Japão foi derrotado, a sua economia contou com forte ajuda dos Estados Unidos. Dessa forma, conseguiu se reerguer e conquistar independência.

2. A economia do Japão é a terceira maior do mundo por PIB nominal, a quarta maior em paridade do poder

2.1. A economia do Japão avançou grandiosamente logo depois da Segunda Guerra Mundial. Ao sair da guerra derrotado, o país recebeu ajuda financeira vinda dos norte-americanos para se reerguer.

2.2. De acordo com o Fundo Monetário Internacional, o PIB per capita do país era de US$ 36 899, o 22º maior em 2013

2.3. Na década de 1970, o Japão fez investimentos no desenvolvimento industrial e tecnológico e tornou-se, nessa mesma época, uma grande potência econômica no mundo.

3. O país passou a ser referência na produção e exportação de automóveis, artigos eletrônicos e objetos de informática. Atualmente, a economia do Japão é baseada na metalurgia, siderurgia, produção naval, notáveis empresas multimarcas, sólido sistema bancário, entre outros fatores.

3.1. Outro ponto bem desenvolvido no Japão é a infraestrutura, em especial os portos, rodovias, geradores de energia.

4. A economia do Japão conseguiu um inesperado avanço nos três primeiros meses de 2019, em função do impulsionamento das exportações que aconteceram nesse período. Além desse fator, as importações caíram a ponto de favorecer o avanço das exportações, o que colaborou para a expansão da economia.

5. No entanto, as grandes importações de matérias-primas e mercadorias agrícolas são necessárias, pois o território japonês é pequeno, fazendo com que a agricultura seja escassa. As reservas de recursos minerais são poucas.

6. Um dos desafios que a economia do Japão enfrentou foi a queda no consumo e nos gastos de dinheiro, já que as exportações vinham em fase de queda desde o ano de 2015. Na atualidade, a economia japonesa ocupa a quinta posição entre os melhores PIBs (Produto Interno Bruto) do mundo.