Micro Agência de Propaganda - Soluções de Comunicação e Marketing para Micro-Empresas - MAGO: Mic...

Plan your projects and define important tasks and actions

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Micro Agência de Propaganda - Soluções de Comunicação e Marketing para Micro-Empresas - MAGO: Micro Agência, Grandes Oportunidades- por Mind Map: Micro Agência de Propaganda - Soluções de Comunicação e Marketing para Micro-Empresas - MAGO: Micro Agência, Grandes Oportunidades-

1. ENQUADRAMENTO DOS CLIENTES

1.1. POLÍTICA DE IDENTIFICAÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E DEFINIÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS PARA O ESTABELECIMENTO DE CATEGORIAS QUE VISAM FACILITAR O AJUSTAMENTO DAS EMPRESAS AOS PACOTES DE SERVIÇOS E SOLUÇÕES DA AGÊNCIA.

1.1.1. Ambiente MKT-B2B

1.1.1.1. MICRO-INDÚSTRIA

1.1.1.1.1. CARACTERÍSTICAS

1.1.1.1.2. TRILHA DE MARKETING B2B

1.1.1.1.3. SETORES EMRESARIAIS

1.1.2. Ambiente MKT-B2C

1.1.2.1. VAREJO

1.1.2.1.1. MKT B2C

1.1.2.2. SERVIÇOS

1.1.2.2.1. MKT B2C

1.1.3. Segmentos

1.1.3.1. Soluções integradas de comunicação, promoção, merchandising e pesquisa de mercado para pequenas e micro-empresas e empreendedores individuais.

1.1.3.1.1. EPP

1.1.3.1.2. ME

1.1.3.1.3. EI

2. ESTRUTURA LOGÍSTICA

2.1. MICRO-AGÊNCIA (agências-filhas): Agência de propaganda com estrutura simplificada e desburocratizada, no formato de micro-franquias, onde o empreendedor (publicitário, administrador, economista ou jornalista) e mais um sócio dividirão as tarefas de atendimento (prospecção e conquista) e gestão (análise financeira e monitoramento dos indicadores de desempenho) de uma carteira de clientes locais. Os perfis técnico-profissionais ideais desses sócios combinam duas áreas prioritárias para a operação de uma empresa: publicidade e administração. O publicitário terá uma atuação voltada para a análise do micro-ambiente de negócios de cada cliente obedecendo a política de enquadramento empresarial, propondo ações de capacitação do empresário-cliente, via Portfólio e Trilhas do Sebrae, além de planos de ações de comunicação e marketing ajustadas ao enquadramento de cada cliente.

2.2. AGÊNCIA MASTER (agência-mãe): responsável pela criação, formatação e adequação de todos os produtos, serviços e conteúdos que serão oferecidos (vendidos) pela rede de micro-agências aos seus respectivos clientes demandantes, aplicando-os nas suas respectivas praças, ajustados e aprovados pelos próprios clientes de cada tipo de negócio, mediante métricas apropriadas, constituindo-se num portfólio de produtos e serviços. Ou seja, um acervo de soluções semi-prontas (prateleira) para serem aplicadas a outros casos semelhantes, num sistema do tipo "fast-solution", proporcionando economia de escala para toda a rede e, principalmente, agilidade na aplicação dessas soluções com rápido retorno em vendas, uma vez que o "tempo de espera" (fluxo de caixa e capital de giro) da micro e pequena empresas exigem soluções rápidas que combinem eficácia, simplicidade, aplicabilidade e baixo custo .

2.3. ESTRUTURA EM REDE

2.3.1. ENTRAR COM DESENHO DA REDE EM COREL

3. PARCEIROS

3.1. Sebrae

3.1.1. A Rede de Micro-Agências, ao mesmo tempo em que captará via Sebrae clientes para a sua carteira, estimulará e encaminhará novos CNPJs para participarem ativamente das atividades de capacitação da Rede de Escritórios do Sebrae como pré-requisito para participar da Rede de Micro-Agências, preparando-os para a implantação e uso sistemático das principais ferramentas de gestão: controles financeiros, controles de produção, controle de RH e controles de marketing (vendas, pesquisa e comunicação), garantindo elevado padrão de qualidade da administração dos micro-empresários clientes. As cidades que contam com Escritórios Regionais ou PAs do Sebrae serão referência para a instalação das Micro-Agências.

3.2. Partidos Políticos

3.2.1. Partidos políticos serão parceiros das Micro-Agências para a criação de legislação específica que desonere tributos federais, estaduais e municipais que pesam sobre a produção publicitária nos formatos áudio-visual, fotográfico, , gráfica e eletrônica) e a veiculação publicitária

3.3. Associações Comerciais e Industriais

3.3.1. As ACIs de todos os municípios repassarão cadastros de Micro-Empresas afiliadas para que as Micro-Agências possam oferecer assessoria técnica nas principais áreas da gestão (adm, finanças, marketing, jurídico, RH, TI e produção) para elevar a taxa de crescimento e consolidação dessas empresas, garantindo sobrevivência, geração de renda,emprego e riquezas.

3.4. Juntas Comerciais

3.4.1. As Juntas Comerciais de todos os municípios repassarão cadastros de Micro-Empresas afiliadas para que as Micro-Agências possam oferecer assessoria técnica nas principais áreas da gestão (adm, finanças, marketing, jurídico, RH, TI e produção) para elevar a taxa de crescimento e consolidação dessas empresas, garantindo sobrevivência, geração de renda,emprego e riquezas.

3.5. Associações de Classe

3.5.1. ABRAMID Ass. Bras. Mídia InDoor

3.5.2. SEPEX Sind. Empresas de Publicidade Exterior

3.5.3. ABAP - SP Associação Brasileira das Agências de Propaganda

3.5.4. AMPRO Associação de Marketing Promocional

3.5.5. ABMR&A Associação Brasileira de Marketing Rural & Agronegócio

3.5.6. ABEMD - Associação Brasileira de Marketing Direto

3.5.7. ABERJE - Associação Brasileira de Editores de Revistas e Jornais

3.5.8. ABRATRADE - Associação Brasileira de Trade Marketing

3.6. Conselho Regional de Administração

3.6.1. Os CRAs estaduais serão fortes instituições formadoras de opinião sobre a viabilidade e a oportunidade de se investir nas Micro-Agências.

3.7. Conselho Regional de Contabilidade

3.7.1. Os CRCs estaduais serão fortes instituições formadoras de opinião sobre a viabilidade e a oportunidade de se investir nas Micro-Agências.

3.8. Universidades & Juniores

3.8.1. Empresas Juniores dos cursos de Publicidade & Propaganda, Administração, Contabilidade e Economia, além de parceiras das ações das Micro-Agências, serão alvos prioritários como celeiros naturais para captação de candidatos a licenciados e ou franqueados para as Micro-Agências, além de instituições formadoras de opinião sobre a viabilidade e a oportunidade de se investir nas Micro-Agências.

3.9. Gráficas

3.9.1. As gráficas das cidades onde haja ERs do Sebrae serão parceiras das Micro-Agências para a produção de peças de comunicação (cartões, panfletos, catálogos, embalagens etc.) em condições especiais para as campanhas das MPEs.

3.10. Meios de Comunicação - Rádios

3.10.1. As emissoras de rádio das cidades onde haja ERs do Sebrae serão parceiras das Micro-Agências para a produção de formatos especiais (15s) para as MPEs, além de condições especiais para a produção das peças de comunicação eletrônicas (spots) para as campanhas das MPEs.

3.11. Meios de Comunicação - Revistas

3.11.1. As editoras de revistas das cidades onde haja ERs do Sebrae serão parceiras das Micro-Agências para a criação de formatos (tamanhos) especiais, além de oferecer condições especiais para a produção das peças de comunicação para veiculação de anúncios (artes-finais) das campanhas das MPEs.

3.12. Meios de Comunicação - Televisões

3.12.1. As produtoras de programas para os canais comunitários das emissoras de televisão por assinatura onde haja ERs do Sebrae serão parceiras das MIcro-Agências para a criação de formatos (tempos) especiais (de 15s) ou tele-shops temáticos, além de oferecer condições especiais parada produção das peças de comunicação (VTs) das campanhas das MPEs.

3.13. Meios de Comunicação - Outdoor

3.13.1. As exibidoras de out-doors onde haja ERs do Sebrae serão parceiras das MIcro-Agências para a criação de espaços especiais (espaços de painéis sub-e ou sub-4), além de oferecer condições especiais para a produção das peças de comunicação (gigantografias) das campanhas das MPEs.

3.14. Meios de Comunicação - Jornal

3.14.1. As editoras de jornais das cidades onde haja ERs do Sebrae serão parceiras das Micro-Agências para a criação de formatos (tamanhos) especiais para veiculação de anúncios (cuponagem e selos), além de oferecer condições especiais para a produção das peças de comunicação (artes-finais) das campanhas das MPEs.

3.15. ABA

3.15.1. A Associação Brasileira de Anunciantes - ABA - será parceira das Micro-Agências no sentido de criar uma categoria especial de associados Micro-Anunciantes e ou Pequenos Anunciantes ou ainda a categoria Cooperativa de Micro-anunciantes possibilitando acesso às expertises da ABA às empresas de micro e pequeno porte.

3.16. M&M - Meio & Mensagem

3.17. Editora Referência

3.18. ESPM

3.18.1. Empresas Juniores dos cursos de Publicidade & Propaganda, Administração, Contabilidade e Economia, além de parceiras das ações das Micro-Agências, serão alvos prioritários como celeiros naturais para captação de candidatos a licenciados e ou franqueados para as Micro-Agências, além de instituições formadoras de opinião sobre a viabilidade e a oportunidade de se investir nas Micro-Agências.

4. PRODUTOS & SERVIÇOS

4.1. PRODUTOS E SERVIÇOS BASEADOS NO PORTFÓLIO DO SEBRAE E OFERECIDOS DIRETAMENTE PELAS MICRO-AGÊNCIAS AOS SEUS CLIENTES DIRETOS

4.1.1. ATENDIMENTO & PLANEJAMENTO

4.1.1.1. ASSESSORIA DE MARKETING

4.1.1.1.1. ENQUADRAMENTO DO CLIENTES

4.1.1.1.2. TIPOS DE CLIENTES

4.1.1.2. ASSESSORIA DE GESTÃO

4.1.1.2.1. PORTFÓLIO DO SEBRAE

4.1.2. SERVIÇOS DE PROMOÇÃO DE EVENTOS

4.1.2.1. Criação de eventos especiais temáticos ao longo de todo o ano para alavancar as vendas e solucionar problemas de encalhe de produtos das MPEs atendidas.

4.1.2.2. Negociação de espaços de estandes em feiras, exposições e congressos.

4.1.2.3. Criação de projetos de arquitetura promocional para estandes em feiras, exposições etc. para empresas clientes, seja individual ou coletivamente.

4.1.2.4. FESTIVAIS TEMÁTICOS

4.1.2.4.1. CALENDÁRIO ANUAL

4.1.2.5. BAZARES

4.1.2.5.1. CALENDÁRIO ANUAL

4.1.2.6. OUTLETS VOLANTES

4.1.2.6.1. CALENDÁRIO ANUAL

4.1.2.7. BOTA-FORA TEMÁTICO

4.1.2.7.1. CALENDÁRIO ANUAL

4.1.3. SERVIÇOS DE PESQUISA DE MERCADO

4.1.3.1. PESQUISA DE SATISFAÇÃO

4.1.3.1.1. Modelo de questionário padronizado para ser aplicado por universitários de empresas Juniores das Faculdades locais.

4.1.3.2. PESQUISA DE ATRAÇÃO

4.1.3.2.1. Modelo de questionário padronizado para ser aplicado por universitários de empresas Juniores das Faculdades locais.

4.1.3.3. PESQUISA DE PRODUTOS

4.1.3.3.1. Modelo de questionário padronizado para ser aplicado por universitários de empresas Juniores das Faculdades locais.

4.1.3.4. PESQUISA DE PERFIL

4.1.3.4.1. Modelo de questionário padronizado para ser aplicado por universitários de empresas Juniores das Faculdades locais.

4.1.3.5. CLIENTE OCULTO

4.1.3.5.1. Equipe de profissionais recrutados localmente entre vários perfis e treinados para executarem as visitas e preencherem relatórios detalhados sobre a experiência de consumo.

4.1.4. SERVIÇOS DE MÍDIA

4.1.4.1. EXTERIOR

4.1.4.1.1. TV INDOOR

4.1.4.1.2. OUTDOOR

4.1.4.1.3. EMBALAGEM DE PIZZA

4.1.4.1.4. EMBALAGEM DE SACOS DE PAPEL

4.1.4.1.5. SACOLAS RETORNAVEIS

4.1.4.2. IMPRESSA

4.1.4.2.1. JORNAL DA CONVENIÊNCIA

4.1.4.2.2. REVISTA DA CONVENIÊNCIA

4.1.4.2.3. EMBALAGENS

4.1.4.2.4. FOLHETOS

4.1.4.3. DIGITAL

4.1.4.3.1. PORTAL DA CONVENIÊNCIA

4.1.4.3.2. RÁDIO DA CONVENIÊNCIA

4.1.4.4. ELETRÔNICA

4.1.4.4.1. TV DA CONVENIÊNCIA

4.1.5. SERVIÇOS DE CRIAÇÃO

4.1.5.1. Publicitária

4.1.5.1.1. Mídia Impressa

4.1.5.1.2. Mídia eletrônica

4.1.5.1.3. Midia Digital

4.1.5.2. Identidade

4.1.5.2.1. Institucional

4.1.5.2.2. Produto/Serviço

4.1.6. SERVIÇOS DE PRODUÇÃO

4.1.6.1. Gráfica

4.1.6.1.1. Anúncio de Jornal

4.1.6.1.2. Anúncio de Revista

4.1.6.1.3. Folheteria

4.1.6.2. Eletrônica

4.1.6.2.1. Spot de Rádio

4.1.6.2.2. VT de televisão

4.1.6.2.3. Áudio-visual

4.1.6.2.4. WebSolutions

4.1.6.3. EVENTOS

4.1.6.3.1. Negociação de espaços de estandes em feiras, exposições e congressos.

4.1.6.3.2. Criação de projetos de arquitetura promocional para estandes em feiras, exposições etc..

4.2. SERVIÇOS COMPARTILHADOS PELA REDE DE MICRO-AGÊNCIAS

4.2.1. PESQUISAS

4.2.1.1. PESQUISA DE MÍDIA

4.2.1.1.1. AUDIÊNCIA

4.2.1.1.2. CIRCULAÇÃO

4.2.1.2. PESQUISA DE COMPORTAMENTO

4.2.1.2.1. SEGMENTADAS E TEMÁTICAS

4.2.2. CRIAÇÃO

4.2.2.1. Publicitária

4.2.2.1.1. Mídia Impressa

4.2.2.1.2. Mídia eletrônica

4.2.2.1.3. Midia Digital

4.2.2.2. Identidade

4.2.2.2.1. Institucional

4.2.2.2.2. Produto/Serviço

4.2.2.3. Conteúdo

4.2.2.3.1. Editorial

4.2.2.3.2. Web

4.2.3. MÍDIA

4.2.3.1. SERVIÇOS DE MÍDIA

4.2.3.1.1. EXTERIOR

4.2.3.1.2. IMPRESSA

4.2.3.1.3. DIGITAL

4.2.3.1.4. ELETRÔNICA

4.2.4. PRODUÇÃO

4.2.4.1. Gráfica

4.2.4.1.1. Anúncio de Jornal

4.2.4.1.2. Anúncio de Revista

4.2.4.1.3. Folheteria

4.2.4.2. Eletrônica

4.2.4.2.1. Spot de Rádio

4.2.4.2.2. VT de televisão

4.2.4.2.3. Áudio-visual

4.2.4.2.4. WebSolutions

4.2.4.3. CONTEÚDO

4.2.4.3.1. PRODUÇÃO DE CONTEÚDO PARA TODA AS MÍDIAS DA MPE

4.2.5. P&D

4.2.5.1. NOVAS TECNOLOGIAS DE MARKETING

4.2.5.2. NOVOS PRODUTOS DE MARKETING

4.2.5.3. NOVOS SERVIÇOS DE MARKETING

4.2.5.4. NOVOS EVENTOS DE MARKETING

4.2.6. PLANEJAMENTO

4.2.6.1. cALENDARIO DO VAREJO

4.2.6.2. VARAL DE COMUNICAÇÃO

5. Timeline

5.1. Schedule

5.2. Budget

5.3. Resources

5.4. Delays

6. INSTITUCIONAL

6.1. MISSÃO

6.1.1. O propósito das Micro-Agências de Propaganda é oferecer soluções e serviços especializados de micro-comunicação integrada para micro e pequenas empresas, baseados em planejamento de médio e longo-prazos, ajustados e adequados a cada tipo de empresa, com custos rateados e acessíveis, elevando a competitividade, produtividade e rentabilidade das micro-empresas clientes, garantindo a sua sobrevivência e crescimento sustentáveis.

6.2. VISÃO

6.2.1. A rede de Micro-Agências de Propaganda será reconhecida como o "modelo de negócio" que oferece as mais eficientes, criativas, inteligentes e acessíveis soluções de comunicação mercadológica, assessoria de marketing e vendas para micro e pequenas empresas do Brasil.

6.3. VALORES

6.3.1. Acreditamos na capacidade criativa dos empresários das micro e pequenas empresas brasileiras.

6.3.2. Acreditamos na cooperaçao (cooperativismo) entre micro-empresas como ferramenta para elevar a capacidade competitiva do grupo por meio de centrais de compras, centrais de serviços etc..

6.3.3. Acreditamos na colaboração entre micro-empresas (sinergia de soluções e demandas) estabelecendo um ambiente cliente-fornecedor preferencial entre elas, criando um micro-mercado cativo auto-sustentável.

6.3.4. Acreditamos na associação entre micro-empresas (associativismo) como ferramenta estratégica para defesa de interesses (lobby jurídico, executivo e legal nos 3 níveis federativos), acesso à inovação, acesso a mercados e a investimentos produtivos reduzindo os riscos do negócio, elevando a capacidade competitiva das micro-empresas.

6.3.5. Acreditamos na reciclagem de idéias e soluções de comunicação e marketing exitosas (benchmark), reaplicando-as em outras praças, coletivizando os bons resultados em outras empresas em mercados e territórios diferentes.

6.3.6. Acreditamos no conceito de "rede" como ferramenta capaz de reduzir os custos (de compras, operacionais e de marketing), incrementar as vendas das micro-empresas clientes e maximizando os lucros e os resultados.

6.4. POLÍTICA PÚBLICA

6.4.1. A Rede de Micro-Agências de Propaganda será reconhecida como a melhor Política Pública do Sebrae para apoio técnico e suporte de gestão às MPEs garantindo expressiva elevação dos indicadores de competitividade, inovação e, consequentemente, garantindo expressiva elevação dos indicadores de sobrevivência e perenidade dessas MPEs.

6.4.2. Inserir as Micro-Agências de Propaganda no contexto da Lei Geral da MPEs, concedendo a elas também o devido enquadramento como Micro-Empresas para que possam receber dos entes Federados (União, Estados e Municípios) os mesmos tratamentos diferenciados no que tange aos aspectos administrativos e tributários, visto que para alem da sobrevivência o crescimento das MPEs contribuirá para o crescimento da arrecadação tributária nos três níveis do estado.

7. ESTATUTO

7.1. O presente projeto está ampla, jurídica e institucionalmente amparado pelo Estatuto e Regimento Interno do Sebrae-SP, conforme se depreende dos excertos abaixo:

7.2. Parágrafo 1º do Artigo 5º do Estatuto do Sebrae-SP prevê: "O Sebrae-SP poderá eventualmente promover a venda de produtos e a prestação de serviços intrinsecamente ligados aos seus objetivos, desde que os resultados auferidos sejam aplicados na manutenção das atividades previstas neste estatuto."

7.3. A alínea IX do artigo 22 do Estatuto do Sebrae-SP prevê: "(Compete à Diretoria Executiva, além de outras atribuções prevista neste estatuto) buscar a captação de recursos de fontes não previstas neste estatuto a fim de ampliar as ações do Sebrae-SP."

7.4. A alínea VIII do artigo 28 do Estatuto do Sebrae-SP prevê: "(Compete à Diretoria,) assinar, em conjunto com o Diretor-Superintendente, convênios, contratos, ajustes, cheques, títulos de crédito e demais instrumentos que importem na realização de despesas, na captação de receitas, na prestação de garantias ou na compra, alienação ou oneração de bens e direitos."

7.5. O artigo 29 do Estatuto do Sebrae-SP prevê: "Constituem patrimônio do Sebrae-SP, ..., os resultados econômico-financeiros que venham a ser obtidos."

7.6. O Artigo 30 do Estatuto do Sebrae-SP prevê: "O Sebrae-Sp goza de autonomia patrimonial, administrativa e financeira, inclusive em relação a seus associados."

7.7. O Artigo 31 do Estatuto do Sebrae-SP prevê: "Os bens e direitos do Sebrae-SP destinar-se-ão exclusivamente à consecução de seus objetivos, admitida a utilização de uns e outros para obtenção de rendimentos, que serão obrigatoriamente aplicados nas atividades e finalidades previstas neste estatuto."

7.8. O Artigo 32 do Estatuto do Sebrae-SP prevê: "Constituem rendimentos do Sebrae-SP: ... III - o produto da prestação dos seus serviços, ... VI - outra rendas de origens diversas."

7.9. O Artigo 39 do Estatuto do Sebrae-SP prevê: "Para fins de ajustamento ao que deliberar o CDN, nos termos do artigo 35 do estatuto do Sebrae, o presente estatuto de verá ser alterado para possibilitar a inclusão no quadro de associados do Sebrae-SP , com direito à participação no CDE, de 3(três) entidades cujos estatutos prevejam como exclusivo objeto a representação das microempresas e das empresas de pequeno porte com atuação no Estado de São Paulo nas seguintes áreas: I - da indústria, II - do comércio e serviços, III - da produção agrícola."

7.10. O item 4.1 da Seção I do Artigo 21 do Capítulo X do Regimento Interno do Sebrae-SP prevê que "Compete à Unidade de Políticas Públicas e de Relações Institucionais atuar nas articulações internas e externas para criar ambiência legal, institucional, política e de representação empresarial, de forma a incentivar o surgimento e o fortalecimento das MPEs impactando na sua competitividade estrutural; representação institucional do Sebrae-SP na região, incluindo a intermediação de contatos com os poderes públicos, lideranças empresariais, órgãos de imprensa e MPEs.

7.11. O item 5.1 da Seção II do artigo 21 do Capítulo X do Regimento Interno do Sebrae-SP prevê que compete à Unidade de Contratos e Convênios, subordinada à Diretoria de Gestão de Administração e Finanças, dentre outras responsabilidades, a gestão das parcerias do Sebrae-SP.

7.12. O item 1.1 da Seção III do artigo 21 do Capítulo X do Regimento Interno do Sebrae-SP prevê que "compete à Unidade de Desenvolvimento e Inovação, subordinada à Diretoria Técnica, a responsabilidade pelo desenvolvimento técnicos do Portfólio, dos produtos, metodologias e novos negócios."

7.13. O item 2 da Seção III do artigo 21 do Capítulo X do Regimento Interno do Sebrae-SP prevê que "compete à Unidade Rede de Atendimento, subordinada à Diretoria Técnica, prestar serviços às micro e pequena empresas segundo os formatos presencial, individual, coletivo, eletrônico, itinerante e à distância, buscando como resultado impactar a competitividade empresarial, fomentar processos de desenvolvimento, por meio da elaboração de projetos integrados que provoquem impacto na competitividade sistêmica (setores e cadeias); organizar, supervisionar e fortalecer uma rede de atendimento descentralizada (ERs, PAEs, PAs, Sebrae-Móvel, licenciamento e outros) criando maiores possibilidades e facilidades para o acesso dos empreendedores aos produtos e serviços oferecidos pelo Sebrae-SP.