Amanda Lúcia Barreto Dantas

Mapa de minha trajetória profissional

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Amanda Lúcia Barreto Dantas por Mind Map: Amanda Lúcia Barreto Dantas

1. Formada em Enfermagem na Universidade Regional do Cariri - URCA em 2005, onde fiz minha primeira especialização em Saúde da Família.

2. Vim para Teresina em 2007 e passei a trabalhar no Centro Universitário Santo Agostinho nos primeiros 6 meses como preceptora e depois como docente.

3. Em 2010 fui chamada no concurso público da SESAPI, lotada numa maternidade de referência do estado do Piauí, Maternidade Dona Evangelina Rosa, onde atuava no cuidado ao recém-nascido pré-termo, minha grande paixão.

4. Meu primeiro emprego foi na Atenção Primária em Saúde, onde trabalhei na zona rual de 2006 a 2007, no município de Quixeramobim-CE. Uma experiência importante e para toda a vida!

5. Atuei na docência e assistência até o ano de 2017, neste período, dos anos de 2014 a 2017 estive na Coordenação do Curso de Enfermagem do Centro Universitário Santo Agostinho, quando fui convocada para assumir o concurso público da UFPI que é no regime de dedicação exclusiva.

5.1. Nesse período estive um ano no Hospital Getúlio Vargas na coordenação do Núcleo de Estudos e Pesquisas de lá, período no qual realizei especialização em Educação na Saúde para Preceptores do SUS pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa.

6. Fiz mestrado na Universidade Federal do Piauí dos anos de 2010 a 2012, trabalhando com as mães de recém-nascidos pré-termo e de baixo peso no Método Canguru.

7. Na docência na UFPI tenho a oportunidade de permanecer trabalhando com os neonatos na Maternidade Dona Evangelina Rosa e isso me permite conviver com os bebês e com meus alunos simultaneamente e isso me faz muito feliz!

8. Quando assumi o concurso da UFPI foi que fiz seleção no Doutorado no mesmo programa e tive a felicidade de ter sido aprovada e estar trabalhando com tema que amo que é o aleitamento materno.

9. Durante todo o período em que resido em Teresina, tive a oportunidade de colaborar em cursos e palestras vinculadas ao Coren-PI, dos anos de 2015-2017 estive como Conselheira Suplente e de 2018-2020 como Conselheira Secretária, sendo que neste último ano, dos meses de julho a dezembro estou na qualidade de Presidente do Coren-PI, o que me emociona muito e me dá ânimo para seguir em frente, finalizando a gestão com muitos desafios diante da pandemia vivenciada no mundo inteiro e na certeza de estar dando o meu melhor em prol da Enfermagem Piauiense.