Ensino de Geografia: Práticas e textualizações no cotidiano

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Ensino de Geografia: Práticas e textualizações no cotidiano por Mind Map: Ensino de Geografia: Práticas e textualizações no cotidiano

1. Valorização das referencias dos alunos nos espaços vividos.

2. estratégias para o aprendizado de forma ativa.

3. o saber geográfico deve incluir conceitos:

3.1. Localização

3.2. orientação

3.3. Representação

3.4. paisagem

3.5. lugar

3.6. território

4. Propostas Pedagógicas

4.1. atividades mais envolventes

4.2. Aprendizagem significativa

5. capitulo 1: Apreensão e compreensão do espaço geográfico

5.1. Por que a geografia pode não ser tão interessante?

5.1.1. Alfabetização espacial

5.1.1.1. Espaço: tudo e todos!

5.1.1.1.1. lugar: imagem da significação, do sentimento, da representação do aluno.

5.2. A Construção da Noção de espaço

5.2.1. Apresenta-se para a criança aos 2 anos de idade.

5.2.1.1. Momentos: Intuitivo e operatório

5.2.1.1.1. construções e representações do espaço.

5.3. Relações espaciais e topológicas

5.3.1. Noção de conservação de formas e grandezas

5.3.1.1. Espaço pré-lógico: 7 ano de idade

5.3.1.1.1. Relações de vizinhança, separação, ordem, sucessão, envolvimento e continuidade.

5.4. Relações projetivas: pontos de vista

5.4.1. coordenação dos objetos entre si; perspectiva do observador.

5.4.1.1. liberação do egocentrismo

5.4.2. 3 fases: 5-8 anos: posição do objeto a partir do seu ponto de vista; 8-11 anos: partir do onto de vista do outro colocado a sua frente; 12 anos: colocando-se no lugar dos objetos distintos.

5.5. Relações euclidianas

5.5.1. Deriva do espaço topológico e do projetivo

5.5.1.1. Localiza objetos em um sistema de referência e têm como base a noção de distância.

5.6. A evolução da forma de apreensão do espaço pela criança

5.6.1. Espaço vivido: espaço físico - construído por meio da vivencia a partir do movimento

5.6.2. Espaço percebido: espaço vivido - construído por meio da analise do movimento.

5.6.3. Espaço concebido: abstrato - construído por meio da reflexão.

5.7. Atividades sobre noção de espaço

5.7.1. Busca ao tesouro; quem é o vizinho?; limites e fronteiras; Disco voador;

5.8. A construção da lateralidade

5.8.1. É necessário que a criança oriente o seu próprio corpo.

5.8.1.1. atividades sobre lateralidade

5.8.1.1.1. O banho de papel; lavando o corpo hemisferizado - o equador corporal e meridiano corporal e a lateralidade; construindo os limites do mapa corporal: em planta baixa refletindo o corpo.

5.8.2. Representação dos hemisférios corporais e a sua consequente projeção.

5.9. representação espacial

5.9.1. representação social de um determinado espaço real

5.9.1.1. Maquetes, mapas, cartas e plantas

5.10. Cartografia

5.10.1. o aluno precisa aprender a fazer uma leitura critica da representação cartográfica.

5.11. Orientação

5.11.1. localização dos lugares

5.11.1.1. Leste-oeste e Norte-sul; ponto cardeal e colateral; paralelos e meridianos;

5.11.1.1.1. atividades sobre representação espacial

5.12. A compreensão das legendas: leitura da linguagem cartográficas

5.12.1. Símbolos, signos e legendas:

5.12.1.1. atividades de leitura carttográficas

5.12.1.1.1. Construindo símbolos - formando legendas; passeando pela cidade.

5.13. Noção de escola

5.13.1. relação: proporção e tamanho real

5.13.1.1. Escala numérica e Escala gráfica

5.13.1.1.1. atividades sobre a noção de escala

5.14. Projeções cartográficas

5.14.1. Globo entre uma fonte de luz e uma tela.

5.14.1.1. atividade de projeções cartográficas

5.14.1.1.1. da laranja à compreensão das projeções; projeções cilíndricas, cônicas e planas; como desenhar uma terra em um mapa?

5.15. A organização espacial

5.15.1. Expressão material do homem. Resultado do trabalho social.

5.15.1.1. deve ser iniciada pelos espaços conhecidos pelos alunos

5.15.1.1.1. atividades sobre organização do espaço

5.16. A construção das maquetas

5.16.1. "Modelo" tridimensional do espaço.

5.16.1.1. mistura o real com o imaginário

5.16.1.1.1. traduz o próprio espaço de ação/ interação do sujeito/ aluno cidadão.

6. O Espaço local e global forma totalidade

7. A percepção espacial é resultado também das relações afetivas e relações socioculturais

8. O estudo de diferentes imagens, representações e linguagens constroem conceitos geográficos.