ECONOMIA E SISTEMAS ECONÔMICOS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
ECONOMIA E SISTEMAS ECONÔMICOS por Mind Map: ECONOMIA E SISTEMAS ECONÔMICOS

1. Conceitos

1.1. Economia é o conjunto de atividades desenvolvidas pelos homens visando a produção, distribuição e o consumo de bens e serviços necessários à sobrevivência e à qualidade de vida

1.2. Sistema econômico é a forma política, social e econômica pela qual organiza-se uma sociedade. Englobando assim o tipo de propriedade, a gestão da economia, os processos de circulação das mercadorias, o consumo e os níveis de desenvolvimento tecnológico e da divisão do trabalho

2. Tipos

2.1. Economia

2.1.1. Macroeconomia

2.1.1.1. Mercado de Bens e Serviços: determina o nível de produção agregada bem como o nível de preços

2.1.1.2. Mercado de Trabalho: admite a existência de um tipo de mão-de-obra independente de características, determinando a taxa de salários e o nível de emprego

2.1.1.3. Mercado Monetário: analisa a demanda da moeda e a oferta da mesma pelo Banco Central que determina a taxa de juros

2.1.1.4. Mercado de Títulos: analisa os agentes econômicos superavitários que possuem um nível de gastos inferior a sua renda e deficitários que possuem gastos superiores ao seu nível de renda

2.1.1.5. Mercado de Divisas: depende das exportações e de entradas de capitais financeiros determinada pelo volume de importações e saída de capital financeiro.

2.1.2. Microeconomia

2.1.2.1. Teoria do Consumidor: Estuda a preferência do consumidor analisando seu comportamento, suas escolhas, as restrições quanto a valores e a demanda de mercado

2.1.2.2. Teoria de Empresa: Estuda a reunião do capital e do trabalho de uma empresa a fim de produzir produtos conforme a demanda do mercado e a oferta dos consumidores dispostos a consumi-los

2.1.2.3. Teoria da Produção: Estuda o processo de transformação da matéria-prima adquirida pela empresa em produtos específicos para a venda no mercado. A teoria da produção se refere os serviços como transportes, atividades financeiras, comércio e outros.

2.2. Sistemas Econômicos

2.2.1. Capitalismo

2.2.1.1. Esse sistema não tem sido capaz de assegurar uma convivência harmônica entre os seres humanos e a natureza. A difícil relação capital versus trabalho, a devastação da natureza, o aumento das desigualdades sociais e a perda de valores são pontos negativos do capitalismo

2.2.2. Socialismo

2.2.2.1. Uma revolução derrubou o Governo Monarquista, provocando a socialização dos meios de produção, isso significa que todas as empresas industriais ou rurais passam a ser administradas pelo estado, tudo é dividido entre todos, favorecendo o surgimento de uma sociedade sem divisão de classes, a economia controlada pelo estado é denominada de planificada

3. Empresas como participação

3.1. As empresas também desempenham papel importante dentro da economia na medida em que elas oferecem seus produtos e serviços para as famílias. Elas, portanto, desempenham o papel de produção dos bens e dos serviços. A função das empresas, embora sejam instituições, ficam a cargo dos empresários que as possuem

4. Sistema brasileiro

4.1. A economia brasileira tem a característica de ser concentrada no Estado. O estado brasileiro tem participações em mais de 650 empresas, envolvidas em um terço do PIB nacional. O país adota uma forma de Capitalismo de Estado

4.2. Como se percebe, a ordem econômica nacional assenta-se no sistema econômico capitalista, pois adotou como paradigmas a liberdade de iniciativa e reforçou a propriedade privada. Portanto, adotou-se expressamente o regime de liberdade de produção, em contraposição à participação do Estado como agente econômico

5. Problema a ser resolvido na econômica

5.1. Necessidades humanas ilimitadas

5.2. Recursos produtivos necessários para a produção de bens e serviços escassos

6. Elementos básicos de um sistema

6.1. Estoques de recursos produtivos ou fatores de produção: aqui estão os recursos humanos (trabalho e capacidade empresarial), o capital, a terra, as reservas naturais e a tecnologia. Complexo de unidade de produção: constituído pelas empresas

7. Problemas Econômicos Fundamentais

7.1. O que e quanto produzir: Quais os tipos de mercadorias, bens e serviços que terão de ser produzidos. Qual será a preferência: artigos de luxo ou artigos de primeira necessidade?

7.2. Como produzir: Corresponde à escolha das tecnologias e técnicas que serão utilizadas na confecção dos produtos. Quais insumos poderão ser utilizados? As técnicas produtivas serão intensivas em relação à mão de obra ou ao uso de capital?

7.3. Para quem produzir: As mercadorias são destinadas a qual público? As classes sociais mais ricas ou as mais carentes? Ressalta-se que, em regra, os produtos e serviços são produzidos para quem tem verba suficiente para realizar o pagamento referente a cada um deles.

8. Importância

8.1. O estudo da economia é fundamental para a vida financeira das pessoas, dos negócios e dos investidores. Entender a dinâmica desse importante mecanismo é fundamental para a tomada de decisões inteligentes e antecipadas

8.2. Um sistema económico tem como base a forma como funciona a economia real que, por sua vez, gera a produção que se transforma em riqueza. Um sistema económico tem como base a forma como funciona a economia real que, por sua vez, gera a produção que se transforma em riqueza.

9. Agentes econômico

9.1. Famílias

9.1.1. Consumo de bens e serviços

9.2. Empresas não financeiras

9.2.1. Produção de bens e serviços mercantis não financeiros

9.3. Instituições financeiras

9.3.1. Prestação de serviços financeiros

9.4. Estado e Administrações Públicas

9.4.1. Satisfação das necessidades coletivas e redistribuição do rendimento

9.5. Resto do Mundo

9.5.1. Troca de bens, serviços e capitais

10. Efeito do governo

10.1. A importância do Governo é confirmada pela circunstância de ele exercer, nos termos constitucionais, simultaneamente, todas as funções de Estado, com excepção da função jurisdicional. O Governo é órgão político, órgão legislativo e órgão administrativo

10.2. neutralizando os instrumentos e mecanismos que poderiam induzir o desenvolvimento econômico. atendimento das demandas sociais e investimentos em infraestrutura; fortalecer as empresas públicas em setores estratégicos como petróleo e energia; e fortalecer o sistema público de crédito

10.3. O fato é que qualquer mudança (seja positiva ou negativa) no cenário político nacional gera um significativo impacto na economia, promovendo assim a queda ou a subida de preços, a desvalorização da moeda e outros aspectos