Consequências psicossociais e físicas do adoecimento e hospitalização.

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Consequências psicossociais e físicas do adoecimento e hospitalização. por Mind Map: Consequências psicossociais e físicas do adoecimento e hospitalização.

1. O terapeuta ocupacional está habilitado a prestar assistência aos pacientes e familiares, a fim de favorecer o alívio das dificuldades causadas pelo adoecimento, evitar a perda da dignidade e os sentimentos de isolamento.

2. Durante o período de internação, o paciente perde em partes sua personalidade, com longos períodos de repouso repentinamente no cotidiano, acaba sendo agredido pela rotina e horários rígidos do hospital, e acaba conduzindo o paciente ao processo de despersonalização, que se caracteriza pela perda de identidade e autonomia.

3. A ansiedade também se esconde por trás de outras emoções. Os pacientes acabam se tornando agressivos, se irritam com muita facilidade, sentem raiva e isso tudo é gerado pela ansiedade, junto a isso se estende pelo nervosismo e até mesmo por uma depressão.

4. Os multiprofissionais Hospitalar atendem não só aos pacientes, como também a família do mesmo, os membros da equipe multidisciplinar e administrativa, buscando trabalhar o bem estar físico e emocional dos familiares também. Se sabe que ter um familiar/amigo hospitalizado vai muito além do rodízio de visitas, dependendo do diagnóstico do paciente, isso afeta todo um cotidiano e rotina de uma família e o abalo psicológico é maior ainda.

5. PAPEL DO TERAPEURA OCUPACIONAL!