DESCARTES (racionalista)

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
DESCARTES (racionalista) por Mind Map: DESCARTES (racionalista)

1. 1. fonte do conhecimento - razão

2. 2. método para chegar a verdades indubitáveis[indiscutível]: a dúvida.

2.1. só alcançamos a verdade, quando duvidamos pelo menos uma vez de tudo aquilo em que encontremos a mínima suspeita.

3. 3. papel da dúvida - por em causa o fundamento dessas crenças.

4. 4. tipos de dúvida: metódica (meio utilizado para descobrir o absolutamente certo, é a ferramenta da razão); provisória (o objetivo é reconstruir o edifício do saber, descobrir certezas, evidências que resistam à duvida, e não permanecer na dúvida); universal (nada pode escapar à dúvida);hiperbólica (considera como falso o que for duvidoso e como sempre enganador o que por vezes engana)

5. 5. com a dúvida alcançamos o primeiro princípio - penso, logo existo.

6. 6. Descartes rejeita: a informação com base nos sentidos, pois eles são enganadores; o conhecimento racional, porque muitas vezes nos enganamos ao racionar; tudo aquilo que até aí havia entrado na mente, porque muitas vezes o sonho confunde com a vigília.

7. 7. O penso, logo existo é o COGITO que é a primeira verdade, que é o pilar central do conhecimento. Cogito - certeza inabalável (claro e distinto) que resiste, à duvida hiperbólica, a um deus enganador/ GÉNIO MALIGNO que o enganasse.

8. 8. génio maligno representa levar a dúvida ao extremo (hiperbólica), e tem como função duvidar de tudo

9. 9. características do cogito: primeira verdade, verdade racional, verdade a priori, verdade indubitável, verdade evidente (clara e distinta)

10. 10. todo o conhecimento, para ser considerado verdadeiro tem que ser claro e distinto.

11. 11. ideias: adventícias - não dependem da nossa vontade e parecem ser causadas por objetos físicos exteriores è mente (sentir calor).; factícias - dependem da imaginação (sereia).; inatas(razão) - não parecem ser causadas por objetos físicos exteriores à mente nem dependem da vontade, dependem apenas da nossa capacidade de pensar (cogito).

12. 12. quem garante esse critério? DEUS garante todo o conhecimento

13. 13. dois pilares centrais na teoria do conhecimento de DESCARTES: COGITO(claro e distinto) e DEUS (perfeito, sumamente bom)

14. 14. problemas de Descartes e os racionalistas: considerar a razão como a única fonte do conhecimento; admitir a possibilidade de se poder conhecer a realidade por via racional, tendem a cair no dogmatismo.

15. 15. críticas ao racionalismo: exclusivista, dogmático, circular, afirma a existência como predicado