Conservação da Quantidade de Movimento

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Conservação da Quantidade de Movimento por Mind Map: Conservação da Quantidade de Movimento

1. Um sistema só é considerado conservativo se não existir ação de forças externas, portanto, para um sistema conservativo, o impulso é nulo. Tendo isso em vista, podemos escrever que a quantidade de movimento final de um sistema deve ser exatamente igual à sua quantidade de movimento inicial.

2. Assim como a energia mecânica, a quantidade de movimento também é mantida quando não há forças dissipativas, ou seja, o sistema é conservativo, fechado ou mecanicamente isolado.

3. I = QFINAL – QINICIAL

4. A grandeza física que torna possível estudar estas transferências de movimento é a quantidade de movimento linear , também conhecido como quantidade de movimento ou momentum linear.

5. A quantidade de movimento relaciona a massa de um corpo com sua velocidade: Q = mv

6. Como características da quantidade de movimento temos:

7. Módulo: Q = mv

8. Direção: a mesma da velocidade.

9. Sentido: a mesma da velocidade.

10. Unidade no SI: kg.m/s.

11. 0 = QFINAL – QINICIAL

12. QFINAL = QINICIAL

13. Um sistema é o conjunto de corpos que são objetos de estudo. Qualquer ação de um agente externo sobre um corpo que constitui o sistema é definida como força externa. As forças de interação entre os corpos que constituem o sistema são determinadas como forças internas. Em uma colisão entre dois veículos, por exemplo, os móveis são considerados como o sistema, e as forças geradas a partir da colisão são forças internas, existentes por meio da interação entre os objetos constituintes do sistema.

14. O impulso (I) é a grandeza vetorial que resulta do produto da força aplicada sobre um objeto (força externa) pelo tempo de aplicação da força. Sendo assim, podemos escrever:

15. I = F. Δt

16. O chamado Teorema do Impulso mostra que essa grandeza é igual à variação da quantidade de movimento.

17. I = ΔQ

18. I = QFINAL – QINICIAL