Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Amostragem por Mind Map: Amostragem

1. Após a mordida da forragem para abastecimento do animal, a amostra deve ser colhida imediatamente. Pegue várias amostras e misture-as completamente para que todas as amostras sejam o mais homogêneas possível e selecione uma amostra representativa. Em seguida, basta ser ensacado, identificado e enviado ao laboratório (LOPES et al., 2010). Seguir o mesmo procedimento descrito para o preparo de amostras de forragem na pastagem.

2. Importância da amostragem

2.1. Uma amostragem adequada garante re-presentatividade à análise bromatológi-ca, gerando resultados confiáveis sobre a composição do alimento de interesse, possibilita também correto balancea-mento da dieta, atendimento às exigên-cias nutricionais dos animais, melhor desempenho, maior produtividade do rebanho e maior lucro ao produtor.

3. Com o realizar a coleta de amostras

3.1. Na amostragem, o alimento deve ser avaliado macroscopicamente: aparência (cor, cheiro, mofo, tamanho de partícula, caroços, granular, umidade, textura, etc.) e a presença de contaminantes (insetos, vermes, larvas, solo), pedras e outros estranheza.

3.2. A amostra deve ser devidamente identificada e indicar o nome do alimento, o nome do produtor, a região, o número de contato, o nome do amostrador, a data da coleta (se recebido) - comportamento, número do piquete, data da silagem , silo, se contém aditivos Ou inoculantes, lotes e outras informações relevantes A amostragem de cada alimento deve ser diferente.

4. A amostragem deve ser feita diferentemente para cada tipo de alimento

5. Forragem na pastagem

5.1. Existem muitas formas de amostrar pastagens, mas ao tentar avaliar o valor nutricional das pastagens, as amostras coletadas devem representar o consumo do animal, tanto quanto possível. A amostragem pode ser feita simulando a altura das saídas dos animais, cortando em vários locais aleatórios na pastagem, ou por simulação manual de pastejo (SOUZA et al., 2012). Em ambos os métodos, o corte pode ser feito com uma ferramenta de corte após a evaporação do orvalho.

6. Capineira e reserva forrageira

7. Feno e palhas

7.1. Quando grandes fardos de feno, o número de amostras parciais depende do tamanho do lote: se houver dez fazendas, todas as amostras devem ser amostradas. Se houver 50 pacotes, então 10 pacotes serão amostrados; se houver 100 pacotes, então 20 pacotes serão amostrados; se houver mais de 100 pacotes, 20 amostras serão adicionadas 2%

7.2. Se for amostrar em profundidades e profundidades diferentes, pegue uma amostra do meio de cada embalagem, coloque-a em uma superfície limpa, misture todas as partes da amostra, pique, divida e reduza, e amostre da maneira recomendada

8. Líquidos/semilíquidos

8.1. Para alimentos como melaço, gorduras e subprodutos industriais, colete 5 a 10 amostras parciais de 1 litro, misture e remova amostras de 0,5 a 1 litro. Embalado em recipiente fechado, colocado em caixa de poliestireno com gelo e enviado rapidamente ao laboratório (FREITAS et al., 1994).