Cai a monarquia, começa a república

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Cai a monarquia, começa a república por Mind Map: Cai a monarquia, começa a república

1. Monarquia em crise: criação de leis que restringiam a escravidão no pais também motivou muitas criticas ao governo. Dentre elas, estavam a Lei do Ventre Livre de 1871, e a Lei dos Sexagenários, de 1885. Contrárias à abolição, parcelas das elites exigiam, inclusive, que o governo as indenizasse caso seus escravizados conquistassem a liberdade.

2. Hegemonia: Supremacia, domínio, poder que algo ou alguém exerce em relação aos demais: a Ferrari busca a hegemonia mundial no automobilismo.

3. Ideias republicanas no Brasil: Esse periódico se tornou um manifesto em defesa de diversas mudanças políticas para o país, como a implantação de um sistema democrático para a escolha dos governantes e a adoção de um regime federalista no Brasil, o que significaria que cada estado teria independência para criar leis e medidas políticas especificas.

4. O positivismo no Brasil: Os positivistas consideravam a história da humanidade um processo guiado por leis naturais, que promoviam uma constante evolução, marcada por etapas que precisavam ser ultrapassadas para promover o progresso social e político.

5. Crise com o exército: Diversos militares aderiram também ao pensamento positivista e passaram a pregar o fim da monarquia e a implantação da república, alegando do que o governo de D. Pedro II era ineficiente e prejudicava o desenvolvimento do pais. Eles afirmavam que apenas as forças armadas tinham condições de promover o progresso do Brasil e de garantir que a transição da monarquia para a república ocorresse de forma segura e sem nenhum tipo de desordem social.

6. Questão militar: Os militares afirmavam, que apenas as forças armadas tinham condições de promover o progresso do Brasil. Com isso, em 1883 o governo apresentou um projeto que obrigaria os militares a contribuir para a previdência, o que gerou protesto e vários militares foram punidos, e provocou um abalo definitivo na monarquia e os setores mais exaltados do exército

7. Reformas políticas no fim do império: Estado imperial tentou implementar mudanças politicas em sua estrutura, buscando recuperar o apoio perdido e enfraquecer o movimento republicano e a oposição. Uma das principais mudanças foi a aprovação da Lei Saraiva (1881), criada para fortalecer os poderes políticos da elite.

8. A proclamação da república: No dia 15 de novembro, militares liderados pelo marechal depuseram o gabinete de ministros. Em seguida, o imperador recebeu a notificação da derrubada da monarquia e foi informado de que ele e sua família deveriam abandonar o país. A família real partiu na madrugada do dia 17 de novembro para a Europa.