Antiguidade Clássica

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Antiguidade Clássica por Mind Map: Antiguidade Clássica

1. Com isso, as duas maiores cidades-Estado entraram em conflito pela hegemonia, que se estendeu por um longo período.

2. Grécia Antiga

2.1. Grécia continental, insular e peninsular

2.2. Eram divididas em cidades-Estado (pólis), onde eram independente. Possuiam suas próprias leis e cada uma tinha seu estilo de governo e economia.

2.3. As principais cidades-Estado eram Esparta e Atenas.

2.3.1. Esparta

2.3.1.1. A educação espartana era voltada ao militarismo e ao atletismo.

2.3.1.2. Sociedade espartana dividida em: espartanos, periecos e ilotas.

2.3.1.3. Esparta era governada por dois reis (diarquia).

2.3.2. Atenas

2.3.2.1. A educação em Atenas não era só voltada no preparo físico, mas também ao intelectual dos cidadãos.

2.3.2.2. Sociedade ateniense era dividida em: eupátridas, georgoi, metecos e escravos.

2.3.2.3. Atenas era governada pelo basileu, que era o rei da cidade-Estado.

2.4. Jogos Olímpicos

2.4.1. Os Jogos Olímpicos eram realizados a cada quatro anos na cidade grega de Olímpia, em honra ao deus Zeus.

2.5. As Guerras Médicas

2.5.1. Chamadas assim devido os gregos chamarem seus adversários, que eram os persas, de medos

2.5.2. Os gregos, demonstrando excepcional capacidade de reação, organização e estratégia, derrotaram os persas, que eram superiores belicamente.

2.6. Guerra do Peloponeso

2.6.1. Acontece após as Guerras Médicas.

2.6.2. Atenas, junto à outras cidades gregas, resolve criar a Liga de Delos.

2.6.3. Temendo a hegemonia de Atenas, Esparta decide criar, junto aos seus aliados, a Liga do Peloponeso

2.7. Fim da Guerra e seus desdobramentos

2.7.1. Com o fim da guerra, as cidades gregas ficaram esgotadas e divididas entre si.

2.7.2. Como consequência, não tiveram forças para impedir a invasão do Império da Macedônia.

2.8. O império de Alexandre Magno da Macedônia

2.8.1. Além da Grécia, conquistou os territórios da Pérsia

2.8.2. Em seu império, Alexandre Magno estabeleceu com os povos conquistados, procurando reconhecer os costumes e a cultura desses povos e até incentivando casamentos entre membros de seu exército com as mulheres do povo

2.8.3. Com a integração de várias culturas de povos diferentes, surgiu uma cultura característica, conhecida como civilização helenística

3. Roma Antiga

3.1. Formação Histórica

3.1.1. Península que era habitada por povos variados que, juntos, formaram o povo romano. Esses que eram os gauleses, etruscos, italiotas, fenícios e gregos.

3.2. Fundação da cidade

3.2.1. Segundo a lenda, Roma teria sido fundada em 753 a.C. por dois irmão gêmeos. Elas teriam sido abandonadas à morte, porém teriam sido salvas e amamentadas por uma loba e depois recolhidas por um pastor. Após se tornarem adultos, fundaram uma cidade por volta do local onde havia passado a loba e dado o nome de Roma, em homenagem a um dos fundadores, Rômulo.

3.3. Periodização

3.3.1. Dividi-se a história de Roma em três partes, que são: Monarquia, República e Império.

3.4. Organização social

3.4.1. Dividia-se em quatro estratos sociais: os patrícios, os clientes, os plebeus e os escravos.

3.5. Monarquia

3.5.1. Segundo a tradição, sucederam-se sete reis, desde Rômulo, em 753 a.C., até Tarquínio, o Soberbo, em 509 a.C.

3.5.2. Além do rei, Roma teve como instituição monárquica o Senado, que tinha a função de nomear o rei.

3.5.3. Damos destaque ao último rei pois o principal motivo de Tarquínio perder a coroa de que ele teria excedido aos seus poderes, chegando ao ponto de ter conflitos com o Senado

3.6. República

3.6.1. A República surgiu em 509 a.C. e teve seu fim em 27 a.C., com o surgimento do Império.

3.6.2. Esse período ficou marcado pelas disputas entre patrícios e plebeus, que acabou tendo alguns resultados que favoreceram a plebe, que, por conseguinte, se refletiram na política de Roma.

3.6.3. Senado teve seu fortalecimento, tanto que elegia dois cônsules, estes que tinham poderes iguais ao do rei, porem permaneciam um ano no cargo. Em caso grave, poderia nomear um ditador, que governaria por no máximo 6 meses.

3.6.4. Nessa época, foram redigidas

3.6.5. Guerras Púnicas

3.6.5.1. Os cartagineses eram chamados de poeni pelos romanos, derivando disto o nome "púnicas", dado a essas guerras que duraram por um longo período.

3.6.5.2. Após anos de batalhas, o confroto estava terminado, com vitória de Roma frente à Cártago.

3.6.6. Problemas na República e seu fim.

3.6.6.1. Com isso, houve um aumento no número de escravos e dos latifúndios que eram distribuídos entre os oficiais vitoriosos nas batalhas.

3.6.6.2. Pobreza aumentou nas classes mais baixas, aumento exagerado de pessoas dentro da cidade, conflitos dentro do Senado, assassinato dos irmãos Graco, guerra civil; cenário esse que culminou com o fim do período republicano, logo após Otávio Augusto se tornar príncipe e imperador.

3.6.7. Império

3.6.7.1. Teve como seu principal imperador Otávio Augusto.

3.6.7.2. "Paz Romana", 'política de pão e circo"; porém o maior desafio era administrar um território tão vasto

3.6.7.3. A crise e queda do Império

3.6.7.3.1. Os principais motivos da crise e da consequente queda do Império são: extensão territorial e inflação, pressão militar dos bárbaros e disputas internas por posse de terras.

3.6.8. Legado greco-romano

3.6.8.1. As civilizações clássicas nos deixaram muitas coisas importantes para o mundo atual de hoje, como Artes, Literatura, Filosofia. Ao contrário de muitas outras civilizações passadas, os gregos e os romanos eram muito cultos e desenvolveram um pensamento além de seu tempo, que é admirado até nos dias atuais.