Como Passar de Devedor Para Investidor um Guia de Finanças Pessoais

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Como Passar de Devedor Para Investidor um Guia de Finanças Pessoais por Mind Map: Como Passar de Devedor Para Investidor um Guia de Finanças Pessoais

1. Nunca gaste mais do que você ganha!!

1.1. É importante entender como e em que se gasta, pois assim você poderá estudar como e em que economizar para começar a investir

1.2. Pesquise antes de comprar

2. Conceito da contabilidade pessoal

2.1. Anotar todos os gastos

2.2. Não gaste antes de receber

2.3. Se possível colocar as contas em débito automático

2.4. Faça uma lista de todas as contas que você terá de pagar no mês e as organize pela data de venciemento

2.5. Guarde os comprovantes de gastos ou anote-os, após determinado período você possa transferi-los para uma planilha para ter um controle dos seus gastos

3. Meios de Pagamento

3.1. Dinheiro

3.2. Cartão de Crédito

3.3. Cartão de Débito

3.4. Cheque

3.5. Boleto Bancário

4. No caso de ter seu próprio negócio

4.1. Sempre considere o valor líquido do pró-labore. Não é recomendado gastar esse dinheiro!

4.2. Considerar como lucro a ser distribuído o montante já descontado dos impostos

4.3. Administre separadamente as contas corrente física e da jurídica

4.4. Pesquise empresas com maior potencial de valorização de suas ações

5. Algumas despesas

5.1. Financiamento de imóvel ou aluguel

5.2. Condomínio

5.3. Leasing ou Financiamento de carro

5.4. Assistência médica

5.5. Contas de Luz, água e telefone

6. Gastos variáveis ou semifixos?

6.1. Gastos com medicamentos são considerados semifixos pois não podemos deixar de comprar medicamentos

6.2. Roupas é considerado variável pois não se tem a necessidade de comprá-las

6.3. Gasto com condomínio é considerado gasto fixo

7. Fundos de longo prazo e aplicações de renda fixa

7.1. 22% para aplicações com prazo de até 180 dias

7.2. 20,0% para aplicações com prazo de 181 até 360 dias

7.3. 17,5% para aplicações com prazo de 361 até 720 dias

7.4. 15,0% para aplicações com prazo acima de 720 dias

8. Fundos de Curto prazo

8.1. 22,5% para aplicações com prazo de até 180 dias

8.2. 20,0% para aplicações com prazo acima de 180 dias