Síndrome Guillian-Barré

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Síndrome Guillian-Barré por Mind Map: Síndrome Guillian-Barré

1. Vários países que tiveram surtos de zika recentemente têm relatado aumentos de pessoas com a síndrome de Guillain-Barré (SGB), ou seja pode ser considerado um fator para o aumento de casos.

2. O que é

2.1. A Síndrome de Guillain-Barré (SGB) é uma inflamação do sistema nervoso periférico (sistema de nervos que o cérebro usa para controlar os músculos e glândulas). Ela ocorre quando o sistema imune ataca parte do sistema nervoso periférico e destrói a bainha de mielina (membrana que envolve os nervos).

3. Diagnóstico

3.1. Exames laboratoriais

3.2. Eletroneuromiografia

3.3. Liquor

3.4. Exames de imagem

3.5. Teste de função pulmonar

4. Sinais e sintomas

4.1. Fraqueza muscular, que geralmente começa nas pernas, mas depois atinge os braços, diafragma e também os músculos da face e da boca, prejudicando a fala e a alimentação

4.2. Formigamento e perda de sensibilidade nas pernas e nos braços

4.3. Dor nas pernas, quadril e nas costas

4.4. Palpitações no peito, coração acelerado

4.5. Dificuldade para respirar e para engolir, devido à paralisia dos músculos respiratórios e digestivos

4.6. Alterações da pressão, podendo haver pressão alta ou baixa

4.7. Dificuldade em controlar a urina e as fezes

4.8. Medo, ansiedade, desmaio e vertigem

5. Sistemas afetados

5.1. Sistema imunitário do corpo

5.2. Sistema nervoso periférico

5.3. Pode também afetar os nervos que controlam movimento muscular, como aqueles que transmitem sensações de dor, temperatura e toque

6. Características:

6.1. Acometem raizes e nervos periféricos

6.2. Polineuropatia inflamatória aguda

6.3. Paralisia flácida aguda

6.4. Automomilitada

6.5. Autoimune pós-infecciosas

6.6. Vírus Epstein-Barr

6.7. Citamegalovírus

6.8. Compylobacter jejuini

7. Tratamento

7.1. Uti para casos graves

7.2. Tratamento da dor e outras complicações

7.3. Reabilitação neurológica a longo prazo

7.4. Hipotonia

7.5. Terapia imunomoduladora com Imunoglobulina ou Plasmaférese

8. Causas

8.1. Não se conhece a causa específica da síndrome. No entanto, na maioria dos casos, duas ou três semanas antes, os portadores manifestaram uma doença aguda provocada por vírus (citomegalovírus, Epstein Barr, da gripe e da hepatite, por exemplo) ou bactérias (especialmenteCampylobacter jejuni ). A hipótese é que essa infecção aciona o sistema de defesa do organismo para produzir anticorpos contra os micro-organismos invasores.

9. Clínica

9.1. Fraqueza muscular simétrica, progressiva e ascendente

9.2. Hipo/arreflexia

9.3. Pode acometer pares cranianos

9.4. Alteração sensitiva em bota/luva