Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Egito Antigo por Mind Map: Egito Antigo

1. escrita

1.1. A escrita egípcia antiga é conhecida como hieróglifos ('esculturas sagradas') e se desenvolveu em algum ponto antes do início do período dinástico (c. 3150-2613 aC)

1.2. Foi designada uma classe social maio á aqueles que sabiam escrever, eles eram conhceidos como escribas.

1.3. Eles registravam a vida do faraó, e registavam os principais acontecimentos (ou fatos ) da sociedade, copiavam textos sagrados, e a cobrança de impostos.

1.3.1. copiavam textos sagrados, e a cobrança de impostos.

2. Classes Sócias

2.1. A sociedade do antigo Egito, do mesmo modo que outras civilizações antigas, era uma sociedade estratificada (dividida em estratos ou camadas) e profundamente desigual: de um lado uma minoria de ricos e poderosos (os estratos superiores) e, do outro, a grande maioria da população pobre e sujeita às mais duras condições de vida (os estratos inferiores).

2.2. A organização social egípcia centrava-se em torno do rei-deus, o Faraó (poder sacralizado). O Faraó como senhor supremo de todo o país, distribua as terras, os cargos e as honras aos nobres e altos funcionários.

2.3. Os sacerdotes, os altos funcionários e os nobres constituíam, o escalão privilegiado da sociedade Egípcia.

2.4. Vinham depois os escribas, que se distinguiam pelo facto de conhecerem o complexo sistema de escrita egípcia. Além de dominarem a escrita e o cálculo, possuíam ainda conhecimentos relativos à administração e aos impostos, e por isso, ocupavam lugares de responsabilidade, como funcionários do Faraó, dos templos ou dos deuses locais. A atividade dos escribas era de tal modo indispensável que eles constituíam também uma elite privilegiada.

2.5. Toda a sociedade era sustentada pelo trabalho e impostos pagos pelos camponeses, artesãos e pequenos comerciantes. Os escravos geralmente, eram capturados em guerras e trabalhavam muito e nada recebiam pelo seu trabalho, apenas água e comida.

2.6. Então, a ordem das classes sócias ficariam: faraó, nobres e sacerdotes, soldados, escribas, comerciantes, artesoes, camponeses, e por fim escravos.

3. Modelo Politico

3.1. O governo do antigo Egito era uma monarquia teocrática, já que o rei governado por um mandato dos deuses, inicialmente era visto como um intermediário entre os seres humanos e o divino, e deveria representar a vontade dos deuses por meio das leis aprovadas e das políticas aprovadas.

4. Comécio com o exterior

4.1. O comércio começou no período pré - dinástico no Egito (c. 6000 - c. 3150 aC) e continuou através do Egito romano (30 aC-646 dC). Durante a maior parte de sua história, a economia do antigo Egito operou em um sistema de troca sem dinheiro. Não foi até a invasão persa de 525 AEC que uma economia monetária foi instituída no país. Antes dessa época, o comércio florescia por meio de uma troca de bens e serviços com base em um padrão de valor que ambas as partes consideravam justo.

4.2. Bens e serviços foram avaliados em uma unidade conhecida como deben . De acordo com o historiador James C. Thompson, o deben "funcionava da mesma forma que o dólar na América do Norte hoje para permitir que os clientes soubessem o preço das coisas, exceto que não havia moeda deben " ( Egyptian Economy, 1). Um deben era "aproximadamente 90 gramas de cobre ; itens muito caros também podiam ser avaliados em debens de prata ou ouro com variações proporcionais no valor" (ibid). Se um rolo de papiro custasse um deben e um par de sandálias também valesse um deben, o par de sandálias poderia ser trocado de forma justa pelo rolo de papiro. Da mesma forma, se três jarros de cerveja custassem um deben e um dia de trabalho valesse um deben, então seria justo receber três jarros de cerveja pelo seu trabalho diário.

4.3. A Mesopotâmia foi um dos primeiros parceiros comerciais cuja influência no desenvolvimento da arte e religião egípcias, e a cultura foi observada, contestada e debatida por muitos estudiosos diferentes no último século. Parece claro, no entanto, que a cultura mesopotâmica anterior - especialmente a suméria - teve um impacto significativo no desenvolvimento da cultura do Egito.

4.4. ]Na época da Primeira Dinastia, o comércio internacional havia sido iniciado com as regiões do Levante , Líbia e Núbia. O Egito tinha uma colônia comercial em Canaã , várias na Síria e ainda mais na Núbia. Os egípcios já haviam passado da construção de barcos de junco de papiro a navios de madeira e estes eram enviados regularmente ao Líbano em busca de cedro. A rota de comércio terrestre através do Wadi Hammamat serpenteava do Nilo ao Mar Vermelho, as mercadorias embaladas e amarradas nas costas dos burros

5. Densidade das cidades