CINEMÁTICA

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
CINEMÁTICA por Mind Map: CINEMÁTICA

1. Velocidade média

1.1. CONCEITO:A velocidade média é a divisão entre o caminho percorrido e o tempo necessário para percorrer o caminho. A parte da quantidade física que determina o deslocamento de um objeto em um determinado tempo e espaço, também conhecida como velocidade escalar média.

1.2. Alguns conceitos de cinemática para entender velocidade média

1.2.1. Posição

1.2.1.1. lugar onde o corpo se encontra em um determinado instante de tempo. Isso significa que o corpo fica completamente descrito indicando sua posição em todos os instantes de tempo.

1.2.2. Trajetória

1.2.2.1. é a variação na posição de um objeto. Trata-se do espaço que existe em um intervalo de tempo definido, entre a posição inicial do corpo e sua posição final.

1.2.3. Deslocamento

1.2.3.1. é a sequência de posições de um corpo durante o movimento no decorrer do tempo. Por isso um corpo em movimento define sua trajetória com o passar do tempo.

1.3. Para calcular a velocidade média da mudança de espaço de viagem conhecida, ela deve ser dividida pelo intervalo de tempo durante o qual o movimento ocorre. Este intervalo de tempo é a diferença entre a hora de início e a hora de término. Pode ser calculada através da equação acima

1.3.1. Vm: Velocidade Média

1.3.2. ∆s: Intervalo do deslocamento posição final – posição inicial

1.3.3. ∆t: Intervalo de tempo final – tempo inicial

1.4. Conversão velocidade média (metros por segundos)

1.4.1. A unidade de medida de velocidade usada no Sistema Internacional de Unidades (SI) é dada em metros por segundo (m / s). No entanto, para escalas maiores, quilômetros por hora (km / h) também são usados. Nesse caso, é importante enfatizar a necessidade de conversão de m / s em km / h. Na conversão de m/s para km/h é preciso multiplicar o valor por 3,6, já para transformar de km/h em m/s divide-se o valor por 3,6. O cálculo ocorre porque 1 km são 1000 metros e 1 hora corresponde a 3600 segundos.

1.5. A velocidade média ocorre de maneira diferente e pode variar dependendo do tipo de movimento.

1.5.1. Movimento uniforme (MU): no MU o corpo se desloca mantendo a velocidade média constante igual a velocidade instantânea, portanto, não há aceleração.

1.5.2. Movimento retilíneo uniforme (MRU): no MRU, além da velocidade constante, o corpo em movimento encontra-se em linha reta em relação ao referencial.

1.5.3. Movimento uniformemente variado (MUV): no MUV o corpo se movimenta com velocidades diferentes, variando de maneira uniforme, de modo que a velocidade média é diferente da velocidade instantânea.

2. Movimento uniforme

2.1. Conceito: (MU) é o deslocamento de um determinado objeto em relação ao referencial, com a mesma velocidade (velocidade constante). Ou seja, os objetos se movem na mesma velocidade e ao mesmo tempo.

2.2. No movimento uniforme, a posição muda com o tempo de maneira constante. Podemos calcular a posição do rover após um intervalo de tempo (t). Portanto, devemos saber sua posição inicial (S0) e a velocidade com que o objeto se move (v). Depois de determinar essas informações, você pode usá-las como a fórmula acima

2.2.1. S — posição final do móvel S0 — posição inicial do móvel v — velocidade do móvel t — intervalo de tempo

2.3. O movimento uniforme pode ser representado na forma de um gráfico da posição e do tempo da linha ascendente ou descendente. A reta ascendente corresponde a um movimento gradual, ou seja, o movimento do móvel para longe de seu ponto de referência. A linha descendente é utilizada para o movimento de retorno, ou seja, o movimento do móvel próximo ao seu ponto de referência.

2.4. Para usar esta fórmula, você deve se lembrar das unidades usadas para cada uma das quantidades acima de acordo com o Sistema Internacional de Unidades (SI). De acordo com o SI, a posição está em metros (m), a velocidade está em metros por segundo (m / s) e os intervalos de tempo estão em segundos (s). Além disso, o conceito citado é a base para a correta aplicação da fórmula acima. Na física, a referência é a posição do observador. É a partir dessa posição, denotada como 0, que definimos a posição inicial de um rover. Olhe para a foto acima

2.5. Para usar esta fórmula, você deve se lembrar das unidades usadas para cada uma das quantidades acima de acordo com o Sistema Internacional de Unidades (SI). De acordo com o SI, a posição está em metros (m), a velocidade está em metros por segundo (m / s) e os intervalos de tempo estão em segundos (s). Além disso, o conceito citado é a base para a correta aplicação da fórmula acima. Na física, a referência é a posição do observador. É a partir dessa posição, denotada como 0, que definimos a posição inicial de um rover. Olhe para a foto abaixo:

3. EXEMPLO VELOCIDADE MÉDIA

3.1. (Cesgranrio) Uma pessoa, correndo, percorre 4,0 km com velocidade escalar média de 12 km/h. O tempo do percurso é de:

3.1.1. 1 passo:

3.1.1.1. calcular o tempo gasto em horas utilizando a fórmula de velocidade.

3.1.2. 2 passo:

3.1.2.1. fazer a conversão de horas em minutos. (dividir a hora por 3,6)

4. EXEMPLO MOVIMENTO UNIFORME

4.1. Movimento unificado! Exemplos: uma gota d'água de um tubo cheio de óleo, escada rolante, carrossel, arco descendo de uma haste de metal ou viagem interestelar