Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
MAX WEBER por Mind Map: MAX WEBER

1. CONTEXTO HISTORICO

1.1. Max Weber, nascido em 21 de abril de 1864 e falecido em 14 de junho de 1920, foi um dos precursores da sociologia econômica. Seus estudos recaíram sobre questões teórico-metodológicas acerca da origem da civilização ocidental e seu lugar na história universal.

2. AÇÃO SOCIAL

2.1. Ação social racional com relação a fins:

2.1.1. Na qual a ação é estritamente racional. Toma-se um fim e este é, então, racionalmente buscado. Há a escolha dos melhores meios para se realizar um fim.

2.2. Ação social racional com relação a valores:

2.2.1. Na qual não é o fim que orienta a ação, mas o valor, seja este ético, religioso, político ou estético.

2.3. Ação social afetiva:

2.3.1. Em que a conduta é movida por sentimentos, como o orgulho, vingança, loucura, paixão, inveja, medo.

2.4. Ação social tradicional:

2.4.1. Que tem como fonte motivadora os costumes ou hábitos arraigados.

3. ESTADO

3.1. •Detém o monopólio da elaboração da norma geral. •Tipo mais puro de dominação legal. •Detém o monopólio exclusivo da força e violência.

4. DOMINAÇÃO LEGÍTIMA

4.1. Dominação legal/racional (leis):

4.1.1. •Forma mais oficial de legitimidade da dominação, pois ela estabelece-se por meio de uma convenção social estabelecida entre os indivíduos de uma mesma sociedade. •O Estado, para Weber, é uma instituição que detém o monopólio da força e da violência mediante a legalidade para evitar que indivíduos exerçam a força e a violência. •Estabilidade do poder e da autoridade

4.2. Dominação tradicional (posição social):

4.2.1. •Essa forma de dominação é conferida pela forma do respeito à tradição •Autoridade vem pelo sistema patriarcal. •Essa dominação, existe uma relação moral implícita em que as normas morais conferem a tradição do exercício do poder por parte do patriarca. •Modelo de família patriarcal exemplifica perfeitamente a dominação tradicional.

4.3. Dominação carismática:

4.3.1. •Essa forma de dominação ocorre por meio da capacidade carismática que uma pessoa tem de mobilizar as massas e comandar as pessoas. •Detém uma espécie de força mística •É a forma de dominação mais instável •Poder de persuasão mobilizaram massas e mantiveram seguidores sob sua autoridade.

5. INFLUÊNCIAS/TEORIA

5.1. Friedrich Nietzsche Immanuel Kant John Stuart Mill Alexis de Tocqueville

5.2. Max Weber acreditava que os indivíduos dispunham de liberdade para agir e modificar a sua realidade. A ação social seria, portanto, qualquer ação que possuísse um sentido e uma finalidade determinados por seu autor.

6. OBRAS

6.1. Sofreu grande influência dos escritos de Immanuel Kant, especialmente da concepção kantiana de "a priori". Sua obra mais lida é o ensaio “A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo”. Neste livro, o autor destaca a importância de algumas características do protestantismo ascético, como principal responsável pelo nascimento do capitalismo moderno. Essa temática permeia sua obra como um todo, contudo, é mais clara em "A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo", de 1903, "Estudos sobre a Sociologia e a Religião", de 1921 e "Estudos de Metodologia", de 1922.