ANIMAÇÃO CULTURAL x ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
ANIMAÇÃO CULTURAL x ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL por Mind Map: ANIMAÇÃO CULTURAL x ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL

1. Tem como desafios:

1.1. Difundir e reecuperar elementos da cultura popular que muitas vezes se encontram deteriorados pela ação da indústria cultural.

1.1.1. Aprender a lidar criteriosamente com os elementos da cultura de massa, procurando direcionar o processo de intervenção pedagógica ao questionamento de sua forma de ação.

2. Animação Cultural

2.1. Respeita as caracteristicas culturais do grupo com o qual trabalha.

2.2. Duplo aspecto educativo:

2.2.1. Pelo lazer:

2.2.1.1. Aproveitar o potencial das ativdades para trabalhar valores, condutas e comportamentos.

2.2.1.2. O profissional deve tomar cuidado para não ser um moralista, pregador de posturas supostamente consideradas "adequadas".

2.2.1.3. Considera as ativdades como veículo de educação.

2.2.1.4. Tem haver com vivências e experiências.

2.2.2. Para o lazer:

2.2.2.1. Aprendizado orientado por um profissional de lazer que passou por uma instiuição de nível superior.

2.2.2.2. Enquanto "pelo lazer" é veículo, "para o lazer" é oobjeto, sendo uma educação orientada e com seus equipamentos específicos utilzados de forma correta.

2.3. Possibilidades de intervenção:

2.3.1. Manutenção da ordem social.

2.3.2. Reformas na ordem social.

2.3.3. Promoção completa da estrutura.

2.4. Difundir elementos da cultura erudita, possibilitando a todos a descoberta de novas linguagens e de novas formas de prazes.

2.5. Cabe ao animador cultural tentar despertar e amplar em cada indivíduo a descoberta subjetiva do prazer como princípio transfomador de vida.

3. Animação Sociocultural

3.1. Conceitos:

3.1.1. 1. Animação sociocultural como ação, intervenção, atuação, portanto, o que o agente faz.

3.1.2. 2. Como atividade ou prática social desenvolvida, conjuntamente, pelo agente e seus destinatários.

3.1.3. 3. Como um método, uma maneira de proceder ou uma técnica, um meio ou instrumento. Ou seja, esta acepção traria algumas a primeira, salientando o aspecto elaborado, metódico, etc., da intervenção.

3.1.4. 4. Como processo, não indicando exatamente o que o agente faz, nem determinadas atividades, mas uma espécie de sucessão evolutiva ou progressiva de acontecimentos.

3.1.5. 5. Como programa. Ressalta-se então o trabalho de concepção das atividades das atividades, dos processos, das ações.

3.1.6. 6. Como função social. A animação sociocultural seria, neste caso, uma tarefa que deveria estar presente em qualquer comunidade ou sociedade. Nesta caracterização, salientar-se-ia que não se trata tanto de alguns papeis desempenhados por agentes determinados, mas algo mais profundo, implícito ou endógeno a própria comunidade.

3.2. 7. Como fator, salienta-se o carater operativo: qualquer coisa que gera, produz, dá lugar, causa, motiva resultados ou processos.

3.3. Finalidade:

3.3.1. Enfatização a dimensão cultural:

3.3.1.1. - Desenvolver a criatividade ou incrementar a inovação cultural; - Fornecer o conhecimento das linguagens e torná-las acessíveis a todos;- - Facilitar a expressão cultural e reforçar a importância mutua entre culturas.

3.3.2. Enunciados que enfatizam a dimensão social.

3.3.2.1. - Desenvolvimento social; - Reconstruir a consciencia coletiva; - Desenvolvimento comunitario.

3.3.3. Enunciados, também de caráter social, que enfatizam a participação do tecido social.

3.3.3.1. - Favorecer a construção do tecido social; - Ajudar a estruturação da sociedade; - Estimular novas formas de relacionamento social e de comunicação.

3.3.4. Enunciados que enfatizam os aspectos pessoais e educativos:

3.3.4.1. - A formação integral da pessoa ou o pleno desenvolvimento da personalidade; - Compreender-se a si mesmo; - Potenciar a autonomia pessoal.