COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

Mapa mental de Comportamento Organizacional - Gabriela Pita

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL por Mind Map: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

1. APRENDIZAGEM

1.1. QUALQUER TIPO DE MUDANÇA PERMANENTE QUE OCORRE COMO RESULTADO DA EXPERIÈNCIA

1.1.1. COMPORAMENTOS DESEJADOS

1.1.1.1. ajuda o indivíduo a realizar suas metas organizacionais

1.1.2. COMPORTAMENTOS INDESEJADOS

1.1.2.1. faz o indivíduo se afastar das metas organizacionais

1.2. NELA, O LÍDER DEVE IDENTIFICAR O COMPORAMENTO DOS EMPREGADOS E AS CONDIÇÕES QUE AFETAM ESSE COMPORTAMENTO, FAZENDO COM QUE ELE MOSTRE O QUE ELE QUER

1.2.1. CONDICIONAMENTO CLÁSSICO

1.2.1.1. quando o indivíduo aprende a associar um estimulo neutro, onde a resposta pode ou não ser controlada pela pessoa

1.2.2. CONDICIONAMENTO OPERANTE

1.2.2.1. onde o indivíduo aprende voluntariamente a se comportar para evitar uma situação indesejada ou para ganhar algo

1.2.3. CONTINGÊNCIA DE REFORÇO

1.2.3.1. relação entre comportamento e o evento externo que influencia esse comportamento

1.3. APRENDIZAGEM SOCIAL

1.3.1. QUANDO O INDIVÍDUO APRENDE OBSERVANDO SITUAÇÕES QUE OCORREM COM OUTRAS PESSOAS, ATRAVÉS DO PROCESSO MENTAL POR OBSERVAÇÃO E IMITAÇÃO

1.3.1.1. PROCESSO DE ATENÇÃO

1.3.1.1.1. prestando atenção nos modelos repetidamente, importante ou parecidos

1.3.1.2. PROCESSO DE RETENÇÃO

1.3.1.3. PROCESSO DE REPRODUÇÃO MOTORA

1.3.1.3.1. após observar um novo comportamento, o indivíduo parte para a ação

1.3.1.4. PROCESSO DE REFORÇO

1.3.1.4.1. quando o indivíduo é motivado a mostrar seu comportamento modelado

1.4. ESTILOS / PERFIS DE APRENDIZAGEM

1.4.1. DIVERGENTE/REFLEXIVO

1.4.1.1. depende de quanto lembramos da situação para podermos nos influenciar

1.4.1.2. criativos, inovadores, com atividades planejadas

1.4.2. aprende melhor observando, ouvindo

1.4.3. ASSIMILADOR/TEÓRICO

1.4.3.1. aprende reavaliando as informações, gosta de absorver ideias mesmo sendo distantes da realidade

1.4.3.2. não consegue aprender tão bem com atividades práticas e tem visão lógica

1.4.4. CONVERGENTE/PRAGMÁTICO

1.4.4.1. aprende quando existe uma ligação entre a situação e seu pensamento

1.4.4.2. dificuldade de aprender quando a informação não está próxima à sua realidade e procura soluções ótimas para casos práticos

1.4.5. ADAPTADOR/ATIVISTA

1.4.5.1. aprende com tarefas curtas e vivenciais

1.4.5.2. dificuldade de aprender lendo ou ouvindo palestras

2. MEMÓRIA

2.1. UM DOS ELEMENTOS DO CONJUNTO DE HABILIDADES MENTAIS, RELACIONADA COM A APRENDIZAGEM

2.1.1. DEPENDE DE EMOÇÃO, REPETIÇÃO E ASSOCIAÇÃO

2.1.1.1. OCORRE EM 4 PARTES

2.1.1.1.1. atenção

2.1.1.1.2. compreensão

2.1.1.1.3. armazenagem

2.1.1.1.4. recuperação

2.1.1.2. EXISTEM 3 SISTEMAS

2.1.1.2.1. MEMÓRIA SENSORIAL

2.1.1.2.2. MEMÓRIA DE CURTO PRAZO

2.1.1.2.3. MEMÓRIA DE LONGO PRAZO

2.2. pode ser afetada por causa de problemas de saúde, como diabetes, colesterol alto ou hipertensão, e até mesmo por causa do uso de drogas e álcool

2.2.1. COMO ESTIMULAR?

2.2.1.1. JOGOS

2.2.1.2. APRENDENDO ALGO NOVO

2.2.1.3. LEITURA

2.2.1.4. NUTRIENTES E ALIMENTOS COM GLICOSE

3. INTELIGÊNCIA

3.1. EXPRESSÃO DO NÍVEL DE HABILIDADE DO INDIVÍDUO

3.1.1. NÃO É FIXO, É SUSCETÍVEL A MODIFICAÇÕES E COMPOSTA DE VÁRIAS FUNÇÕES

3.1.1.1. DEVE CONTER

3.1.1.1.1. capacidade de se adaptar à novas situações

3.1.1.1.2. capacidade de lidar om materiais complexos e abstratos

3.1.1.1.3. capacidade de aprender

3.2. INTELIGÊNCIA MÚLTIPLA

3.2.1. capacidade de desenvolver raciocínios e calcular soluções para problemas

3.3. LINGUÍSTICA

3.3.1. capacidade de lidar criativamente com as palavras e utiliza-las corretamente

3.4. ESPACIAL

3.4.1. capacidade de perceber e administrar o mundo visoespacial

3.5. CINESTÉSICO-COPORAL

3.5.1. capacidade de solucionar problemas relacionados com o corpo de forma fácil

3.6. MUSICAL

3.6.1. capacidade de perceber, transformar ou se expressas por meio de instrumentos musicais ou sons

3.7. INTERPESSOAL

3.7.1. capacidade de se relacionar bem com o próximo e fazer distinções das sensações

3.8. INTRAPESSOAL

3.8.1. capacidade do indivíduo se autocontrolar, sabendo qual seu potencial e seu limite

3.9. PICTÓRIA

3.9.1. capacidade do indivíduo compreender e se expressar facilmente por meio de desenhos ou pinturas

3.10. NATURALISTA

3.10.1. capacidade do indivíduo sentir prazer em ambientes naturais

4. COMPORTAMENTO HUMANO NO TRABALHO

4.1. TEM O OBJETIVO DE UTILIZAR ESSE CONHECIMENTO PARA MELHORAR A EFICÁCIA ORGANIZACIONAL

4.1.1. ESTUDA O IMPACTO DO INDIVÍDUO/GRUPO E SUA ESTRUTURA DE COMPORTAMENTO DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES

4.1.1.1. VARIÁVEIS INDEPENDENTES

4.1.1.2. VARIÁVEIS DEPENDENTES

4.1.1.3. PAPÉIS DOS ADMINISTRADORES

4.1.1.3.1. PAPÉIS INTERPESSOAIS

4.1.1.3.2. PAPÉIS INFORMACIONAIS

4.1.1.3.3. PAPÉIS DECISÓRIOS

5. SATISFAÇÃO NO TRABALHO

5.1. TRABALHOS QUE POSSUEM VARIEDADE E TREINAMENTO, SATISFAZENDO OS FUNCIONÁRIOS. GERALMENTE RELACIONADOS A APOIO SOCIAL, INTERAÇÃO COM OS COLEGAS FORA DO LOCAL DE TRABALHO E FEEDBACK

6. ENGAJAMENTO

6.1. ESTADO MENTAL POSITIVO PARA O TRABALHADOR, QUANDO SEU ESFORÇO ESTÁ SENDO INVESTIDO NAS ATIVIDADES. NÃO É UMA SENSAÇÃO MOMENTÂNEA

6.1.1. VIGOR

6.1.1.1. nível alto de energia e esforço

6.1.2. DEDICAÇÃO

6.1.2.1. concentração na realização do trabalho, com inspiração e orgulho

6.1.3. ABSORÇÃO

6.1.3.1. quando se está concentrado e feliz realizando o trabalho (parece até que o tempo passa mais rápido)

7. LIDERANÇA

7.1. HABILIDADE DE INFLUENCIAR UM GRUPO PARA REALIZAR METAS

7.1.1. LIDERANÇA TRANSACIONAL

7.1.1.1. oferece recompensar para atingir metas, administração por exceção ativa (punição) e passiva ( intervêm quando não é atingido)

7.1.2. LIDERANÇA AUTÊNTICA

7.1.2.1. demonstra confiança, mais otimista e tem emoções positivas

7.1.3. LIDERANÇA TRANSFORMACIONAL

7.1.3.1. aumenta o grau de envolvimento, desperta emoções e mudanças e os valores são compartilhados

7.1.4. LIDERANÇA CARISMÁTICA

7.1.4.1. liderança onde o líder confia nos seus seguidores, possui alto nível de desempenho, obediência espontânea e todos tem crenças parecidas

8. DIVERSIDADE

8.1. CARACTERISTICAS QUE FAZEM AS PESSOAS SEREM DIFERENTES

8.1.1. PRIMÁRIAS

8.1.1.1. idade

8.1.1.2. etnia

8.1.1.3. sexo

8.1.2. SECUNDÁRIAS

8.1.2.1. educação

8.1.2.2. status marital

8.1.2.3. religião

8.2. GESTÃO DA DIVERSIDADE

8.2.1. administrar o trabalho culturalmente, reconhecendo as características de cada grupo e utilizando como vantagem

8.2.1.1. VANTAGEM

8.2.1.1.1. mais flexibilidade

8.2.1.2. MODELOS

8.2.1.2.1. VALORIZAÇÃO DAS DIFERENÇAS

8.2.1.2.2. DISSOLUÇÃO DAS DIFERENÇAS

8.2.1.3. ORGANIZAÇÃO MONOLÍTICA

8.2.1.3.1. homogênea, possui discriminação e preconceito, oportunidade de carreira limitada e integração estrutural baixa

8.2.1.4. ORGANIZAÇÃO PLURALISTA

8.2.1.4.1. heterogênea e procuram ações que integram as pessoas, possuindo mais nível de integração estrutural, mais inclusiva e tem ênfase numérica

8.2.1.5. ORGANIZAÇÃO MULTICULTURAL

8.2.1.5.1. valorizam a diversidade, baixo nível de discriminação, preconceito e conflitos entre os grupos, ou seja, nível te integração estrutural alto

9. EMOÇÃO

9.1. SENTIMENTOS E PENSAMENTOS DISTINTOS

9.1.1. EMOÇÕES PRIMARIAS: prazer, amor, surpresa, nojo e vergonha

9.2. EXPRESSÕES AFETIVAS INTENSAS

10. QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO

10.1. BUSCA EQUILIBRIO PSÍQUICO, FÍSICO E SOCIAL NOS EMPREGADOS

10.1.1. DIMENSÕES

10.1.1.1. AMBIENTAL

10.1.1.1.1. recursos naturais

10.1.1.2. OCUPACIONAL

10.1.1.2.1. equilíbrio trabalho e lazer

10.1.1.3. ATIVIDADE FÍSICA

10.1.1.3.1. auto cuidado

10.1.1.4. INTELECTUAL

10.1.1.4.1. requer o uso da mente

10.1.1.5. EMOCIONAL

10.1.1.5.1. sabe reconhecer seus sentimentos

10.1.1.6. SOCIAL

10.1.1.6.1. busca amizades

10.1.1.7. ESPIRITUAL

10.1.1.7.1. busca significado na existência

11. MOTIVAÇÃO

11.1. PROCESSO RESPONSÁVEL PELA INTENSIDADE, PERSISTÊNCIA E DIREÇÃO DO INDIVIDUO, PARA QUE O MESMO ALCANCE UMA META

11.2. FATORES EXTRÍNSECOS

11.2.1. recompensa, valorização da realização

11.3. FATORES INTRÍNSECOS

11.3.1. quando a pessoa da para si mesma, satisfazendo suas necessidades superiores

11.4. TIPOS DE TEORIA DA MOTIVAÇÃO

11.4.1. MASLOW

11.4.2. HERZBERG

11.4.3. ALDERFER

12. PODER

12.1. HABILIDADE DE INFLUENCIAR OUTRAS PESSOAS A PENSAREM OU AGIREM DA MANEIRA QUE PRETENDEM

12.1.1. PODER LEGÍTIMO

12.1.1.1. valores e normas que o individuo possui para influenciar o proximo

12.1.2. PODER COMPENSATÓRIO

12.1.2.1. oferece coisas positivas, influenciando no comportamento e estimulando o seguidor

12.1.3. PODER COERCITIVO

12.1.3.1. usado para alcançar os objetivos por meio de ameaças e punições

12.1.4. PODER ESPECIALISTA

12.1.4.1. baseado na percepção que os seguidores tem do líder

12.1.5. PODER REFERENCIAL

12.1.5.1. onde o líder consegue influenciar pelo carisma ou por características pessoais que servem como referência

13. ESTRESSE

13.1. CONJUNTO DE REAÇÕES QUE OCORREM QUANDO O INDIVÍDUO ESTÁ SENDO FORÇADO A SE ADAPTAR

13.1.1. EUSTRESS

13.1.1.1. ajuda a enfrentar riscos e desafios

13.1.2. DISTRESS

13.1.2.1. quando existe quebra no equilíbrio biopsicossocial

13.1.3. AGENTES ESTRESSORES

13.1.3.1. VIDA ATUAL

13.1.3.1.1. mudanças rápidas, trânsito ou violência

13.1.3.2. INDIVIDUAIS

13.1.3.2.1. estado de ânimo, sensibilidade pessoal

13.1.3.3. ORGANIZACIONAIS

13.1.3.3.1. carga de trabalho, promoções e planejamento

13.1.4. DENTRO DA ORGANIZAÇÃO

13.1.4.1. ALTO

13.1.4.1.1. ineficiente, pois existe grande tensão

13.1.4.2. MODERADO

13.1.4.2.1. eficiente

13.1.4.3. BAIXO

13.1.4.3.1. ineficiente por causa da desmotivação

14. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

14.1. OBJETIVO DE APRENDER A LIDAR COM AS EMOÇÕES, RESPEITAS SUAS PRÓPRIAS CARACTERÍSTICAS PESSOAIS E DOS OUTROS

14.1.1. INTRAPESSOAL

14.1.1.1. gerenciar emoções, automotivação e autoconsciência

14.1.2. INTERPESSOAL

14.1.2.1. empatia e habilidades sociais

15. CULTURA ORGANIZACIONAL

15.1. SISTEMA DE PADRÕES DE PERCEPÇÃO, CONHECIMENTO E CRENÇAS. MODELO DE PERCEPÇÃO E A FORMA QUE O INDIVÍDUO INTERPRETA

15.1.1. MAIS ADMINISTRÁVEL E MENOS ABRANGENTE QUE CULTURA GERAL

15.1.1.1. ASPECTOS INFORMAIS E OCULTOS

15.1.1.1.1. componentes invisíveis e encobertos, afetivos e emocionais

15.1.1.2. ASPECTOS FORMAIS E ABERTOS

15.1.1.2.1. componentes visíveis e publicamente observáveis

15.2. NÍVEIS DE CULTURA

15.2.1. ARTEFATOS VIÍSIVEIS

15.2.1.1. possui acesso mais fácil aos dados, por mais que sejam difíceis de interpretar

15.2.2. VALORES

15.2.2.1. representa os valores da cultura, expressa o que as pessoas reportam e as razões subjacentes ao seu comportamento

15.2.3. PRESSUPOSTOS INCONSCIENTES

15.2.3.1. definem como os membros sentem, pensam e percebem as coisas, conduzindo determinados comportamentos

15.2.3.2. bom para solucionar problemas, porém quanto mais assumido, mais inconsciente vai se tornando

15.3. ESTILOS DE CULTURA

15.3.1. SATISFAÇÃO PESSOAL

15.3.1.1. estilo de cultura que favorece relações interpessoais positivas, estimulando os membros a se desenvolverem profissionalmente e pessoalmente

15.3.2. CONVENCIONAL - TAREFA

15.3.2.1. estilo de cultura incentiva as coisas a serem feitas como sempre foram

15.3.3. CONVENCIONAL - DEPENDENTE

15.3.3.1. estilo de cultura que beneficia o cumprimento de ordens sem questionamento

15.3.4. COMPETITIVO

15.3.4.1. estilo de cultura que incentiva relações interpessoais, recompensando os membros que superam os demais

15.3.5. PODER - EVITAÇÃO

15.3.5.1. estilo de cultura que favorece sistemas negativos de recompensa, contendo mais castigos por coisas erradas

16. VALORES

16.1. CRITÉRIOS UTILIZADOS PARA AVALIAR AÇÕES, EVENTOS E INDIVÍDUOS. GERALMENTE ESTÁVEIS E DURADOUROS

16.1.1. VALORES TERMINAIS

16.1.1.1. metas que as pessoas gostariam de aatingir

16.1.2. VALORES INSTRUMENTAIS

16.1.2.1. forma que as pessoas se comportam

17. ATITUDE

17.1. ORGANIZAÇÃO ESTÁVEL DE CRENÇAS, TENDÊNCIAS E SENTIMENTOS RELACIONADOS A ALGUEM OU ALGO. INFLUENCIANDO NO COMPORTAMENTO

17.1.1. COMPONENTE COGNITIVO

17.1.1.1. ideias e convicções

17.1.2. COMPONENTE AFETIVO

17.1.2.1. emoções sentimentos

17.1.3. COMPONENTE COMPORTAMENTAL

17.1.3.1. predisposições para agir

18. PERCEPÇÃO

18.1. INTERPRETAÇÃOO, ORGANIZAÇÃO E SELEÇÃO DO IMPULSO SENSORIAL

18.1.1. INFLUENCIADA POR:

18.1.1.1. situação (tempo, local e situação)

18.1.1.2. alvo (movimento, som, fundo, proximidade)

18.1.1.3. indivíduo (atitudes, expectativas e interesses)