Principais Marcadores Renais

Principais Marcadores Renais

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Principais Marcadores Renais por Mind Map: Principais Marcadores Renais

1. A ureia é outra substância produzida no fígado, também como resultado da metabolização de proteínas da alimentação. Assim como a creatinina, a ureia também é eliminada pelos rins. Elevações nos níveis sanguíneos de ureia são um sinal de mau funcionamento dos rins. Geralmente dosamos ambas as substâncias para avaliar a função dos rins, mas a creatinina é mais específica e confiável.

2. Os valores do exame de ureia podem variar de acordo com o laboratório e técnica utilizada para a dosagem, no entanto os valores de referência normalmente considerados são: Para crianças até 1 ano: entre 9 e 40 mg/ dL; Para crianças acima de 1 ano: entre 11 e 38 mg/ dL; Para adultos: entre 13 e 43 mg/ dL.

3. A metodologia laboratorial mais usada para a dosagem de uréia baseia-se em métodos enzimáticos colorimétricos. A grande maioria deles emprega uma enzima que degrada a uréia (urease) e outra enzima acoplada que usa a amônia como substrato. É nessa fase que há o monitoramento da variação cromática para a determinação dos valores de uréia. Os métodos de química seca também têm sido descritos utilizando a urease. Poucos interferentes analíticos foram encontrados na determinação da uréia.

4. O ciclo da ureia é uma sequência de reações bioquímicas com o objetivo de produzir este composto, a partir da amônia. A amônia é uma substância tóxica, do metabolismo do nitrogênio, que deve ser eliminada rapidamente do organismo. A eliminação pode ser por excreção direta ou por excreção após a conversão em compostos menos tóxicos.Em seres humanos e mamíferos, quase 80% do nitrogênio excretado é sob a forma da ureia.

5. O aumento da ureia ocorre quando, a ureias circulante no sangue é filtrada pelos rins e eliminada na urina. No entanto, quando há problemas no fígado ou nos rins, ou quando se tem uma dieta muito rica em proteínas, a quantidade de ureia circulante no sangue aumenta, caracterizando a uremia, que é tóxica para o organismo.

6. Como diminuir a uréia: O tratamento para uremia é feito através da hemodiálise, que tem a capacidade de filtrar o sangue semelhante a um rim normal. Os pacientes com insuficiência renal, geralmente, necessitam de 3 sessões de hemodiálise por semana.

7. Como diminuir a creatinina:O tratamento medicamentoso correto, a correção dos fatores agressivos, controle das outras doenças de base como hipertensão e diabetes, melhora do estilo de vida e uma alimentação correta podem fazer com que haja uma discreta melhora da creatinina, e o mais importante, podemos mantê-la estável no decorrer dos anos

8. Como aumentar a creatinina: Quando os rins trabalham de forma inadequada e a sua capacidade de filtrar o sangue fica afetada, as concentrações de creatinina tendem a ser elevar. Quanto mais alta estiver a creatinina sanguínea, mais grave estará a insuficiência renal.

9. A creatina é mais frequentemente mensurada utilizando-se o método de reação colorimétrica com ácido pícrico, neste método, porém, é comum a interferência de outras substâncias na detecção. Deste modo, várias metodologias têm sido reportadas para análise de creatina, creatinina e fosfocreatina, tanto de forma isolada, quanto determinações simultâneas. As diversas técnicas empregando eletrospray e espectrometria de massa possibilitam um excelente limite de quantificação aliado a elevados coeficientes de precisão e exatidão.

10. Mas os valores de creatinina acima de 1,5 ou 1,6 mg/dl são sinal de doença renal

11. Os níveis normais da creatinina variam entre 0,6 a 1,3 mg/dl.

12. A creatinina é uma substância inócua no sangue, sendo produzida e eliminada de forma constante pelo organismo. Se o paciente mantém sua massa muscular mais ou menos estável, mas apresenta um aumento dos níveis de creatinina sanguínea, isso é um forte sinal de que o seu processo de eliminação do corpo está comprometido, ou seja, os rins estão com algum problema para excretá-la. Se os rins não estão conseguindo eliminar a creatinina produzida diariamente pelos músculos, eles provavelmente também estarão tendo problemas para eliminar diversas outras substâncias do nosso metabolismo, incluindo toxinas. Portanto, um aumento da concentração de creatinina no sangue é um sinal de insuficiência renal.

13. Uréia

14. creatinina

15. Estima-se que em todo o mundo existam milhões de pessoas com algum grau de disfunção dos rins; 70% destes nem sequer desconfiam que possam estar doentes. O método mais eficiente para se diagnosticar precocemente as doenças do rim é através da dosagem da creatinina.

16. Fisiologi da creatinina: Ela é filtrada principalmente nos rins, embora uma pequena quantidade seja secretada ativamente. É livremente filtrada, não sofre reabsorção renal. Se a filtração do rim está deficiente, os níveis sanguíneos de creatinina aumentam. Este efeito é usado como um indicador da função renal. Entretanto, em muitos casos de disfunção renal severa, o nível de remoção de creatinina estará "superestimado" porque a secreção ativa da creatinina irá contribuir por uma grande fração da creatinina total que é removida. Taxas altas de creatinina e BUN (nitrogênio ureico do sangue) podem também ser um indicativo de desidratação quando a taxa de BUN-para-creatinina está anormal, com os níveis de BUN mais aumentados que os níveis de creatinina. Os homens tendem a ter níveis de creatinina mais altos porque eles possuem uma massa de músculo esquelético maior que a das mulheres.

17. Onde ocorre o Ciclo da Ureia? O ciclo da ureia ocorre nas células do fígado e em, menor parte, nos rins. Inicia-se na mitocôndria e segue para o citosol da célula, onde se dá a maior parte do ciclo.