comunicação e expressão

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
comunicação e expressão por Mind Map: comunicação e expressão

1. variação linguística

1.1. diastráticas: variações resultantes da convivência entre grupos sociais.

1.2. diatópicas: diferenças regionais.

1.3. variação diafásica: variar do formal para o coloquial

1.4. Níveis de linguagens:

1.4.1. nível coloquial- usar com amigos.

1.4.2. nível formal- usar com chefes... (preocupar-se com normas gramaticais.

1.4.3. jargões- é a linguagem técnica

2. linguagem, língua e fala

2.1. fala é a forma de linguagem oralmente

2.2. linguagem verbal é a utilização de palavras.

2.3. linguagem não verbal é a não utilização de palavras.

2.4. língua é o idioma.

3. Comunicação

3.1. Mensagem é tudo aquilo que produzimos para a comunicação.

3.2. Emissor é aquele que emite a mensagem.

3.3. Canal é o que leva a mensagem.

3.4. Referente é o assunto.

3.5. Código é a língua e linguagem que estamos utilizando.

3.6. Receptor é aquele que recebe a mensagem.

4. Funções da linguagem

4.1. Emotiva: expressar sentimentos, duvidas e opiniões. (foco no emissor)

4.2. Função conativa: convencer e persuadir. (foco no receptor)

4.3. Referencial: é a função da informação. (foco no assunto)

4.4. Fática: não tem conteúdo. (foco no canal)

4.5. Metalinguística: é a função que utiliza o código para explicar o próprio código. (foco no código)

4.6. função poética: preocupação com a forma do texto. (foco na mensagem)

5. Gêneros e tipos textuais

5.1. Texto dissertativo: narrar uma história, um jogo...

5.2. Texto dissertativo:

5.2.1. dissertativo expositivos: Apresenta um assunto no qual não defende um ponto de vista.

5.2.2. dissertativo argumentativo: apresenta um assunto e defende um ponto de vista.

6. Semântica

6.1. polissemia: Dar vários sentidos a uma palavra ou frase.

6.2. Sinônimos: Palavras que têm o mesmo sentido.

6.3. antônimos: palavras que têm sentido oposto.

6.4. Hiperônimos: termo com sentido mais genérico em relação a outro mais específico.

6.5. Homônimos: são palavras escritas e faladas iguais, mas não têm o mesmo significado.

6.6. Homófonas: São palavras que têm o mesmo som, escreve diferente, mas fala igual.

6.7. Homógrafas: Escreve igual, mas a fala é diferente.

6.8. parônimas: São palavras parecidas, porém não são escritas iguais, nem ditas iguais, nem têm os mesmo significado, apenas se parecem.

7. Pronomes Pessoais

7.1. Primeira pessoa-quem fala. Segunda pessoa-com quem se fala. Terceira pessoa-aquilo sobre o que se fala.

7.2. Alguém que compre é o sujeito.

7.3. Algo que seja comprado é o objeto.

8. Pronomes demonstrativos e relativos

8.1. demonstrativos: são utilizados para demonstrar, localizar alguma coisa com relação ao ambiente em que se fala. são: Este, esta, estes, estas, isto. Esse, essa, esses, essas, isso. Aquele, aquela, aqueles, aquelas, aquilo

8.2. Relativos: utilizados para nos referirmos a algo que foi mencionado anteriormente. são: Que qual (o qual, a qual, os quais, as quais), quem, cujo (cuja, cujos, cujas), como, onde/aonde e quanto.

9. Concordância nominal

9.1. Artigos: concordam com gênero e número. São: A, O, As, Os.

9.2. Particípios e Predicativos dão qualidade a aquilo que estão de referindo.

9.3. Expressões Invariáveis: Não flexionam. sem noção, sem rumo, sem vergonha, de lua.

9.4. Adjetivo composto, apenas a segunda palavra flexiona.

9.5. As cores devem concordar com o substantivo a que se refere.

9.6. expressão tal qual: a palavra tal deve concordar com o substantivo da esquerda e a palavra qual, com o da direita.

9.7. Adverbio: está mostrando a ação do verbo.

10. Concordância Verbal

10.1. pronome de tratamento: todos pedem que o verbo concorde com a 3° pessoa.

10.2. Porcentagem: o verbo concorda com a palavra que vem depois da porcentagem.

10.3. Expressões como "grande parte, a maioria": o verbo concorda com a expressão.

10.4. Frações: Concordam sempre com a fração.

10.5. Expressões "cada um, mais de um": Concordam no singular, só ira concordar no plural se depois da expressão vier uma palavra no plural.

10.6. Expressões "um dos que, cerca de, perto de" : pedem que concordem no plural.

10.7. Expressões "um que, o primeiro que,": concordam no singular.

10.8. Horas: verbos ser, dar, soar, bater, concordam com o numero de horas.

10.9. Expressões que indicam adição: não só, como também; não as, quanto as. :

10.10. Sujeito composto tem dois núcleos.

10.11. Verbos impessoais não têm sujeito.

10.12. Expressões "um e outro, nem nem outro" podem ser tanto no plural quanto no singular.

10.13. conjunção OU: o verbo deve concordar sempre com a palavra que vem após essa conjunção.

11. Verbos

11.1. É a palavra responsável pela estrutura de uma frase.

11.2. tempo, passado e futuro.

11.3. modos:

11.3.1. indicativo: trata de fatos

11.3.2. subjuntivo: trata de hipóteses.

11.3.3. imperativo: usado para dar ordens.

11.4. infinitivo: verbos terminados em ar, er, ir.

11.5. Gerúndio: verbos terminado em ndo.

11.6. Particípio regulares: ado, ido.

11.6.1. Particípio Irregulares: não terminados ado, ido. ex: aberto, feito, visto.

11.7. Particípio duplo - regulares e irregulares: Usamos o particípio regular com os auxiliares ter e haver. Nos outros usamos Irregulares.

11.8. Verbo ter e vir. Tem e vem só tem acento circunflexo se o sujeito estiver em 3° pessoal no plural.

12. Algumas palavras e expressões que geram confusão

12.1. Ao encontro de/ de encontro a

12.1.1. ao encontro de: significa concordância.

12.1.2. de encontro a: significa oposição.

12.2. em vez de/ ao invés de

12.2.1. em vez de: é utilizado para substituição.

12.2.2. ao invés de: é utilizado para substituir uma coisa pelo seu oposto.

12.3. Anexo: deve concordar com o substantivo a que se refere.

12.4. Obrigado: concorda com o gênero.

12.5. A partir/A todos , não contém acento craseado.

12.6. MEIO/MEIA

12.6.1. A palavra MEIO, quando se refere à metade de alguma coisa, deve sofrer variação, concordando em gênero (masculino e feminino) com a palavra a que se refere. Também pode expressar uma intensidade que não é muito nem pouco, uma intensidade mediana.

12.6.2. Já a palavra MEIA sempre é utilizada para metade de uma coisa, nunca para expressar uma intensidade.

12.7. Se não/Senão

12.7.1. se não indica uma condição negativa.

12.7.2. senão tem o mesmo sentido de a não ser, caso o contrario, mas, mas também.

12.8. Todo, toda, todo o e toda a, é utilizado para referir-mos a alguma coisa em sua totalidade.

12.9. Afim/ a fim

12.9.1. AFIM é uma palavra que descreve coisas semelhantes.

12.9.2. A FIM significa ter interesse.

12.10. A domicilio está errado!!! se diz em domicilio.

12.11. Preferir uma coisa a outra. O verbo preferir exige a preposição A e não a preposição DE.

13. Ofício e memorando

13.1. Os vocativos são as palavras e expressões que usamos para nos referirmos ao nosso destinatário.

13.2. Fechos para a comunicação. Para encerrar um ofício deve se usa as palavras atenciosamente e respeitosamente, sempre seguidas por virgula.